Questões de Transtornos Relacionados a Substâncias (Psiquiatria)

Limpar Busca

Em relação à síndrome de abstinência alcoólica (SAA), assinale a afirmativa correta.

  • A O delirium tremens é uma complicação da SAA e se caracteriza por oftalmoplegia, ataxia e confusão mental.
  • B Os sintomas de abstinência se iniciam dentro de cinco a dez horas após a diminuição ou a interrupção da ingestão do etanol, com pico de intensidade no segundo ou terceiro dia e com melhora a partir do quarto dia.
  • C O tratamento com lorazepam deve ser evitado em pacientes com complicações hepáticas.
  • D O diazepam é muito utilizado no manejo dos sintomas de abstinência por ter meia-vida curta.

Mariana, 19 anos, gestante de 31 semanas, dependente de crack, chega à emergência clínica do Pronto Socorro bastante agitada, agredindo verbal e fisicamente familiares. A mãe relata que quer interná-la e alega risco de vida ao bebê. A paciente se nega, dizendo que vai se matar e matar o bebê assim que sair dali. A conduta mais correta neste caso é:

  • A Não usar medicação por risco ao feto. Indicar psicoterapia.
  • B Aguardar e fazer orientações à gestante e à família, já que se trata de dependência química em grávida de 31 semanas. Utilizar intervenções de apoio.
  • C Por se tratar de uma gestante dependente química, só se deve interná-la se esta for a sua vontade, pois de nada adianta forçar.
  • D Medicar com haloperidol e avaliar o risco de suicídio, podendo-se indicar internação se necessário, mesmo contra a vontade da paciente.

A cocaína é uma droga ilícita com fortes propriedades estimulantes. Com base nas fases da síndrome de abstinência, assinale a alternativa CORRETA relacionada a fase de Crash.

  • A Duração variável de meses até anos.
  • B Dura de 2 semanas a 4 meses.
  • C Hipersonia, esgotamento físico, sintomas depressivos, podendo já haver fissura.
  • D Intensa fissura, sintomas depressivos, irritabilidade, apatia e anedonia.

Sobre o Transtorno por Uso de Álcool, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A É um transtorno frequente, com uma prevalência estimada de cerca de 8,5% em adultos e taxas maiores entre homens.
  • B Costuma ser erroneamente percebido como intratável pelo exemplo dos casos graves que se apresentam para o tratamento. Contudo, o paciente típico tem um prognóstico promissor.
  • C O Transtorno por Uso de Álcool Crônico está associado à irregularidade menstrual no sexo feminino e ao aumento dos testículos no sexo masculino, consequência dos níveis elevados de testosterona.
  • D Apresenta um forte padrão familiar, sendo que até 60% da variação no risco é explicada por influências genéticas.
  • E Pelo menos 70% dos indivíduos com nível elevado de GGT são consumidores persistentes de álcool em altas doses.

Sobre abuso de álcool na adolescência, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A As intervenções psicossociais são a base do tratamento do transtorno por uso de álcool em adolescentes.
  • B O início precoce do uso de álcool, especialmente antes dos 14 anos, está associado com desfechos adversos – progressão mais rápida para o transtorno por uso de álcool, duração mais longa do transtorno e maior dificuldade com abstinência.
  • C O foco nessa faixa etária deve ser a prevenção e a intervenção precoce, ou seja, atrasar o início do consumo, reduzir a quantidade de álcool consumida, reduzir o consumo frequente de álcool, minimizar os riscos e detectar o uso indevido precocemente.
  • D O cérebro dos adultos é mais resistente aos efeitos intoxicantes e efeitos adversos do álcool em comparação ao dos adolescentes.
  • E Há uma grande variação no consumo e na atitude dos adolescentes em relação ao álcool em todo o mundo, que são influenciados pela família, colegas, escolas, crenças religiosas e costumes nacionais e culturais.