Questões de Saúde (Atualidades)

Limpar Busca

Uma infestação alta de mosquitos e a presença de um vírus diferente em um local onde a população não tem imunidade são a combinação perfeita para a epidemia.

O TEMPO, 21 nov. 2019. p. 22.


O trecho anterior é o depoimento de um médico, diretor da Sociedade Mineira de Infectologia, para explicar o quadro de epidemia de dengue que o estado de Minas Gerais viveu em 2019.


De acordo com esse depoimento, o quadro epidêmico pode ser explicado

  • A pela grande infestação de mosquitos, para a qual o estado não possui recursos suficientes de combate e controle.
  • B pela não vacinação da população em postos de saúde, aliada à grande infestação de mosquitos, favorecendo a proliferação da dengue em Minas.
  • C Porque, além de uma grande infestação de mosquitos, pode haver a presença de um tipo de vírus diferente do que já circulava no estado.
  • D porque o descuido da população com a limpeza provocou a grande infestação de mosquitos, o que ocasionou a crise epidêmica de 2019.

Catas Altas participou da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, em outubro e novembro de 2019, tendo priorizado, depois das crianças entre seis meses e cinco anos de idade, os jovens adultos entre 20 e 29 anos.


O foco nesse grupo se justifica porque

  • A é a faixa etária que tem registrado o maior número de casos e na qual se identifica um quadro vacinal incompleto.
  • B esse grupo é, por característica, pouco zeloso com a saúde, vivendo em risco e colocando os demais sob o mesmo risco.
  • C jovens adultos entre 20 e 29 de idade se deslocam o tempo todo para trabalhar ou para estudar, o que os torna potenciais vetores da doença.
  • D os casos de sarampo verificados no município, atingiram apenas pessoas que estavam dentro dessa faixa etária.

Dois dos maiores sites brasileiros de divulgação de notícias falsas sobre saúde, responsáveis pela publicação de centenas de artigos antivacina, têm por traz um comércio de produtos naturais com lojas físicas e on-line, cujos itens são abertamente indicados pelos administradores dos portais como alternativa a medicamentos e vacinas criticados nos textos com informações falsas.

O TEMPO. 30 nov. 2019. p. 15.

A divulgação de notícias falsas, fake news, sobre saúde no Brasil, de acordo com o trecho da reportagem, tem por objetivo

  • A alertar para a superioridade dos medicamentos naturais sobre os da indústria farmacêutica, prejudiciais por serem quimicamente manipulados.
  • B favorecer a disseminação de doenças que poderiam ser prevenidas por vacinas, para serem curadas por medicamentos naturais.
  • C promover a venda de produtos, apontados como naturais, que poderiam substituir com mais eficiência medicamentos e vacinas.
  • D sustentar uma longa guerra que opõe a indústria farmacêutica, na maioria das vezes estrangeira, à fitoterapia, que é brasileira e indígena.

Cerca de 135 mil pessoas vivem com HIV no Brasil e não sabem - o número representa 35% do total de casos. A estimativa foi apresentada [...] pelo Ministério da Saúde durante o lançamento da campanha de prevenção do HIV / AIDS [...]. Segundo balanço da pasta, a taxa de detecção de casos de Aids caiu 13,6% entre 2014 e 2018, passando de 20,6 por 100 mil habitantes para 17,8.


O TEMPO. 30 nov. 2019. p. 13.


De acordo com o trecho da reportagem, é correto afirmar, sobre a detecção de AIDS no Brasil:

  • A A falta de ação ministerial para a prevenção explica a desinformação dos infectados.
  • B Há um grupo de pessoas que vive com o vírus sem saber, por não fazer exame.
  • C Houve uma redução sensível no número de pessoas infectadas com o vírus HIV.
  • D O desconhecimento dos efeitos da AIDS explica por que não se busca a prevenção.

Cerca de 700 pessoas morreram de dengue neste ano na América Latina. O Brasil é o país mais afetado, com 485 mortes, seguido por Honduras (82), Colômbia (35), Guatemala (34) e México (20), segundo a Organização Pan Americana da Saúde (Opas).

O TEMPO, 9 nov. 2019, p. 23.

De acordo com o texto, é correto afirmar sobre a dengue:

  • A A quantidade de mortes entre os países da América Latina está equilibrada.
  • B É uma doença tipicamente tropical, encontrada exclusivamente no Brasil.
  • C Provocou muitas mortes na América Latina em 2019, com forte impacto no Brasil.
  • D Tem merecido pouca atenção devido aos impactos desprezíveis em outros países.