Questões de Química Analítica e Espectroscopia (Farmácia)

Limpar Busca

As balanças semimicroanalíticas têm uma carga máxima de 10 a 30 g com uma precisão de:

  • A 0,0001 mg.
  • B 0,001 mg.
  • C 0,01 mg.
  • D 0,1 mg.
Segundo BACCAN et al. (1946), POMBEIRO (2003) e SKOOG et al. (2006) por ser um instrumento delicado que deve ser manipulado com extremo cuidado, algumas regras devem ser seguidas para se trabalhar uma balança analítica, independentemente, de sua marca ou modelo. Sobre essas regras, está incorreta a informação em:
  • A Proteger a balança contra corrosão. Objetos a serem colocados, no prato, devem limitar-se a metais nãoreativos, plásticos não-reativos e materiais vítreos.
  • B Manter sempre as laterais da câmara de pesagem abertas, quando se faz a leitura do peso.
  • C Nunca colocar ou retirar objetos do prato de uma balança sem que esta esteja travada.
  • D Usar luvas ou papéis para segurar objetos secos, não transferindo assim a eles a umidade das mãos.
Em relação aos parâmetros da validação analítica, a faixa de trabalho deve ser estabelecida a partir dos estudos de linearidade, juntamente com os resultados de precisão e exatidão, sendo dependente da aplicação pretendida. Nesse sentido, assinale a alternativa correta em relação às faixas de trabalho.
  • A Para uniformidade de conteúdo: de 70% a 100%.
  • B Para teor: de 80% a 100%.
  • C Para teste de dissolução: de -20% da menor concentração esperada a +20% da maior concentração esperada a partir do perfil de dissolução.
  • D Para determinação simultânea de teor e impurezas pelo procedimento de normalização de área: do limite de quantificação (LQ) até 100% da concentração esperada da substância ativa.
  • E Para determinação de impurezas: do limite de quantificação até 100% da concentração no limite da especificação de cada impureza individual.
Na Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE), o fator de retenção é definido como
  • A um parâmetro cromatográfico que indica o grau de separação entre duas substâncias em uma mistura.
  • B a razão entre o tempo morto e o tempo de retenção da amostra.
  • C um parâmetro que indica a simetria do pico apresentando valor igual a 1 quando o pico é perfeitamente simétrico.
  • D a razão entre a área do pico do padrão interno na solução amostra e a área do pico do padrão interno na solução padrão.
  • E a razão entre a quantidade da substância com afinidade pela fase estacionária e a quantidade com afinidade pela fase móvel.

A variabilidade analítica ocorre no momento da realização do exame. Como fontes de erro, tem-se reagentes, equipamento, procedimentos e recursos humanos.

  • Certo
  • Errado