Questões de Processo Histórico de Construção do Sistema Único de Saúde - SUS (Saúde Pública)

Limpar Busca

Assinale a alternativa que contenha alguns desafios a serem vencidos para resgatar preceitos da Reforma Sanitária

  • A Equacionar a relação do SUS com o setor privado, incluindo o capital estrangeiro, de maneira que haja uma colaboração mútua e fortalecer o papel do médico clínico como centro da atenção à saúde.
  • B Fortalecer os processos de regionalização cooperativa e solidária, na perspectiva da ampliação do acesso com equidade e considerar a diversidade cultural e a desigualdade socioeconômica presente no território nacional.
  • C Incorporar de forma efetiva nas práticas de gestão e de atenção os direitos dos usuários da saúde e redefinir os papeis específicos de cada profissional de saúde das equipes de saúde da família.
  • D Valorizar os diferentes sujeitos implicados no processo de produção de saúde: usuários, trabalhadores, gestores e representantes do setor privado e co-responsabilizar esses sujeitos nos processos de gestão e atenção, de forma equitativa.
  • E Construir trocas solidárias e comprometidas com a dupla tarefa de produção de saúde e produção de sujeitos e fortalecer o papel do gestor da esfera federal, para que cumpra a legislação no que se refere ao financiamento do SUS.

O caráter residual do sistema de saúde que vem se consolidando historicamente no Brasil, desde a década de 1980, provocou desdobramentos no campo da assistência privada à saúde e na expansão de novos mecanismos financeiros no setor. Essa conformação gerou na política de saúde:

  • A um formato híbrido – público e privado – integrando agentes variados para a oferta de serviços e captação de clientes no mercado de saúde.
  • B um formato público e universalizante no acesso aos serviços de saúde no âmbito da gestão e do controle social na rede assistencial.
  • C a institucionalização da assistência pública de saúde com vistas à ampliação da cobertura do SUS no âmbito municipal.
  • D a institucionalização do modelo bipartite de oferta dos serviços de saúde em decorrência das mudanças no pacto federativo pós constituição federal de 1988.

No Brasil, a Atenção Primária à Saúde incorpora os princípios da Reforma Sanitária, levando o Sistema Único de Saúde (SUS) a adotar a designação Atenção Básica à Saúde (ABS) para enfatizar a:

  • A reorientação do modelo assistencial, a partir de um sistema universal e integrado de atenção à saúde
  • B reorientação do modelo assistencial, a partir de um sistema limitado e especializado de atenção à saúde.
  • C reconstrução do modelo assistencial, a partir de um sistema básico e direcionado de atenção à saúde.
  • D reestruturação do modelo inclusivo, a partir de um sistema clínico e assistencial de atenção à saúde.
  • E reorientação do modelo de saúde, a partir de um sistema farmacêutico e popular de atenção pública.
Historicamente, pode-se dizer que uma grande conquista do Movimento da Reforma Sanitária foi, em 1988, a definição na Constituição Federal (CF) de questões relativas ao setor da saúde. Em seguida, no ano de 1990, foi criada a lei que instituiu o Sistema Único de Saúde, com comando único em cada esfera de governo e definiu o Ministério da Saúde como gestor no âmbito da União, sendo está a Lei n°
  • A 7508.
  • B 2604.
  • C 8080.
  • D 3677.
Conhecer o processo histórico de conformação do sistema de saúde é necessário para a compreensão das bases atuais do Sistema Único de Saúde e também de um movimento importante, que é antecedente ao SUS e nasceu no contexto da luta contra a ditadura militar. Esse movimento foi
  • A a Norma Operacional de Saúde.
  • B a Reforma Sanitária.
  • C a Estratégia Saúde da Família.
  • D o Programa de Integração de Saúde.