Questões de Planejamento de Contingências (Segurança e Transporte)

Limpar Busca

Dentro do planejamento de contingências, podem-se considerar quatro componentes, que são grupos de ações a serem adotadas quando da ocorrência de eventos que podem comprometer a rotina de uma instituição e que seguem uma sequência de ações. O primeiro desses componentes é a ..I.., que é a reação imediata à contingência ocorrida. A manutenção da operação das funções vitais da instituição após a contingência é chamada de ..II.. . A retomada da operação das funções menos críticas, na busca da normalidade é a ..III.. . Já a ..IV.. é o retorno ao processo normal, com desativação das equipes emergenciais.


Preenchem corretamente as lacunas I, II, III e IV, na ordem em que aparecem no enunciado:

  • A resposta − reassunção − restauração − recuperação
  • B reassunção − recuperação − restauração − resposta
  • C recuperação − restauração − resposta − reassunção
  • D restauração − reassunção − recuperação − resposta
  • E resposta − reassunção − recuperação − restauração

Ao realizar a análise do acesso de funcionários de uma instituição que adota o registro de entrada e saída por leitura de cartão pessoal de identificação, constatou-se que tais entradas e saídas não são correspondentes, pois o sistema apenas realiza a leitura do cartão e identificação de funcionários, sem nenhuma regra de atividade de fluxo. Assim, se uma pessoa, sem submeter seu cartão à leitura, sair acompanhando outra que utilizou a leitura do cartão, poderá adentrar normalmente no dia seguinte sem ter registrado sua saída.


O melhor sistema de controle de acesso, que estabelece regras de entrada e saída, impedindo a situação narrada acima é

  • A anti-dupla passagem ou anti-passback.
  • B dupla custódia four eyes .
  • C zona de alarme.
  • D central de monitoramento.
  • E sistema de posicionamento global − GPS.

Durante o processo de negociação num determinado conflito, o negociador ficou receoso de entregar um “copo de água” a um dos conflitantes. Por conta disso, seu superior o estimulou a utilizar mentalmente os 5 Critérios de Ação, reforçando que apenas a viabilidade/aceite nos 5 itens que o compõem resultaria na entrega do copo de água. Com base nessas informações, os 5 critérios de ação que o negociador deverá utilizar são:

  • A Recebimento da demanda, Análise dos superiores, Análise da autoridade, Retransmissão da análise e Execução da ordem.
  • B Acessibilidade, Possibilidade jurídica do pedido, Análise crítica dos superiores, Análise política dos gestores e Ordem de execução.
  • C Análise política do pedido, Reflexão dos gestores, Consulta pública, Análise da consulta e Definição de execução.
  • D Análise da demanda, Cálculo estatístico de viabilidade, Cálculo estatístico de êxito, Planejamento estratégico da ação e Análise da entrega.
  • E Necessidade, Validade do risco, Aceitabilidade legal, Aceitabilidade moral e Aceitabilidade ética.

Durante determinado conflito, um Técnico foi acionado para tentar mediar a situação. Ao chegar no local, percebeu que um dos conflitantes apresentava certa desconexão com a realidade, pedindo coisas impossíveis ou inalcançáveis. Segundo as tipologias presentes na doutrina de Gestão de Conflitos, esse indivíduo deverá ser caracterizado pelo Agente como

  • A Criminoso Eventual.
  • B Criminoso Profissional.
  • C Emocionalmente Perturbado.
  • D Terrorista Político.
  • E Terrorista Religioso.

Sobre o conceito de planejamento de contingências e de gerenciamento de crises:

  • A o planejamento de contingências abrange o gerenciamento de crises, que se ocupa diretamente da administração da contingência ocorrida.
  • B o planejamento de contingências é abrangido pelo gerenciamento de crises, que se incumbe de todas as providências de uma crise, inclusive do citado planejamento.
  • C os dois conceitos não têm ligação entre si, pois o planejamento de contingências não trata de crises, que podem ocorrer aleatoriamente.
  • D o gerenciamento de crises é formado pelo comitê de crises, que estabelece o planejamento de contingências, após a crise instalada.
  • E os dois conceitos são sinônimos, sendo o planejamento de contingências adotado por instituições privadas e o gerenciamento de crises pelos órgãos policiais.