Questões de Medicina Intensiva (Medicina)

Limpar Busca

Entre os testes ou manobras abaixo descritos, o(a) ____________ tem maior utilidade na avaliação de episódios de síncope reflexa testemunhados, especialmente, em cenário de risco como a permanência na posição em pé por longo tempo, repetidos a cada dois ou três meses, uma vez excluída a possibilidade de cardiopatia estrutural ou isquêmica ou de hábito tabágico, bem como na ausência de registro de incontinência urinária ou confusão mental após esses eventos.
Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do trecho acima.

  • A Manobra de Dix-Hallpike
  • B Teste da mesa inclinada (Tilt test)
  • C Manobra de Epley
  • D Teste de Romberg
  • E Teste de Fagerström

Um paciente com 32 anos, previamente sadio, é atendido no Serviço de Emergência, relatando história de intensa dor na região torácica inferior, de início agudo, subsequente a múltiplos episódios de ânsia de vômito e vômitos, após ter ingerido várias cervejas na noite anterior, durante a comemoração de sua despedida de solteiro. Tem história negativa para traumatismo e úlcera péptica. O exame físico revela enfisema cervical subcutâneo, sinal de Hamman, sudorese, taquipneia e taquicardia. A mudança de posição do decúbito dorsal não modifica seu quadro clínico. O eletrocardiograma não mostra alterações. O diagnóstico mais provável de seu quadro clínico é:

  • A Distúrbio musculoesquelético.
  • B Uso abusivo de ecstasy (metilenodioximetanfetamina).
  • C Pericardite.
  • D Infarto agudo do miocárdio.
  • E Ruptura espontânea de esôfago.

Analise as assertivas abaixo em relação ao uso de válvula fonatória em pacientes criticamente doentes:
I. Não deve ser utilizada em pacientes traqueostomizados que apresentem grande volume de secreção respiratória. II. Deve ser usada em pacientes traqueostomizados sempre com o balonete da cânula de traqueostomia insuflado. III. Pode ser utilizada em cânulas de traqueostomia com ou sem endocânula. IV. Não pode ser utilizada em cânulas metálicas de traqueostomia.
Quais estão INCORRETAS?

  • A Apenas II.
  • B Apenas IV.
  • C Apenas I e III.
  • D Apenas II e IV.
  • E I, II, III e IV.

Em relação à escolha da melhor PEEP para um paciente com Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) que está em ventilação mecânica invasiva, assinale a alternativa correta.

  • A Escolha individual da PEEP através do cálculo da melhor complacência (curva PxV decremental) melhora o prognóstico dos pacientes.
  • B A estratégia mais comum utilizada é o uso da régua FiO2/PEEP, preferindo-se a régua de altos PEEPs para pacientes com SDRA moderada-grave e a régua de baixos PEEPs para pacientes com SDRA leve. Alguns autores até sugerem que esta é a forma mais fisiológica de ajuste da PEEP, pois ela parece respeitar a capacidade de recrutabilidade pulmonar individual.
  • C Escolha individual da PEEP através do cálculo da melhor pressão de distensão (“driving pressure”) melhora o prognóstico dos pacientes.
  • D Escolha individual da PEEP através do uso do balão esofágico e ajuste conforme a pressão transpulmonar melhora o prognóstico dos pacientes.
  • E Escolha individual da PEEP pela tomografia de impedância gera benefícios clínicos quando comparados ao cálculo da melhor complacência pela curva PxV decremental.

Assinale a alternativa INCORRETA em relação à posição PRONA no manejo da SDRA.

  • A A única contraindicação absoluta à realização da manobra (colocação do paciente em posição prona) é a fratura instável da coluna cervical.
  • B Quando a posição prona é associada com redução da PaCO2 para uma mesma ventilação minuto, os resultados clínicos parecem mais favoráveis.
  • C Na posição prona comparada à posição supina, há menos hiperdistensão em regiões pulmonares não dependentes e menos abertura cíclica e fechamento do espaço aéreo em regiões dependentes, as causas primárias de lesão pulmonar induzida por ventilador.
  • D Os critérios usuais para interromper a posição prona são: (1) deterioração da relação PaO2 / FiO2 em mais de 20% em relação à posição supina ou (2) ocorrência de uma complicação com risco de vida durante a posição prona.
  • E Melhorias da oxigenação alcançadas com a posição prona parecem predizer benefício de sobrevida aos pacientes.