Questões de Avaliação funcional (Fisioterapia)

Limpar Busca

Alguns testes especiais são característicos à anatomia e às condições patológicas de cada articulação. Tomando como exemplo a articulação do ombro, a aplicação do teste de Yergason determina

  • A a instabilidade do úmero (luxação anterior do ombro).
  • B a presença de rupturas na bainha rotatória com limitação da abdução.
  • C a estabilidade do tendão da porção longa do bíceps no sulco bicipital.
  • D a presença de bursite subescapular, com limitação da rotação interna.
  • E a presença de tendinite do supraespinhoso com limitação da elevação do ombro.

A habilidade para palpar e, assim, identificar os ossos e as articulações do corpo é essencial na análise clínica e rotineiramente utilizada na avaliação fisioterapêutica de lesões musculoesqueléticas.


São possíveis justificativas para se realizar a palpação do maléolo medial, exceto:

  • A Avaliar o comprimento da perna.
  • B Avaliar a tendinite de Aquiles.
  • C Estimar o eixo lateromedial de rotação na articulação talocrural.
  • D Avaliar a sensibilidade da inserção proximal do ligamento deltoide.

Para verificar a integridade do menisco no joelho, é recomendado realizar o teste de:

  • A Neer.
  • B McMurray.
  • C Hawkins.
  • D Bragard.
  • E Phalen.

Durante uma avaliação, o fisioterapeuta posicionou o paciente em decúbito ventral, joelhos em flexão de 45 graus e rotação medial do quadril. O fisioterapeuta estabilizou a pelve do paciente e aplicou uma pressão no terço distal da perna no sentido da extensão do joelho do paciente enquanto solicitou que ele mantivesse a posição com o máximo de força possível. O paciente conseguiu manter a posição contra uma pressão moderada aplicada pelo fisioterapeuta. Os músculos testados e o grau de força muscular detectado foram (segundo a escala de MRC – Medical Research Council), respectivamente,

  • A semitendíneo e semimembranáceo; grau 4.
  • B bíceps femoral; grau 3.
  • C quadríceps; grau 5.
  • D semitendíneo e semimembranáceo; grau 3.
  • E bíceps femoral; grau 5.

Assinale a alternativa que corresponde a um teste que indica possibilidade de tendinite do músculo supraespinhal.

  • A Jobe.
  • B Thomas.
  • C Schober.
  • D Stibor.
  • E Apley.