Questões de Émile Durkheim e os Fatos Sociais (Sociologia)

Limpar Busca

Emile Durkheim estabeleceu o método comparativo na sociologia. Conforme sua teoria, a sociedade ocidental era

  • A caracterizada pela anomia causada pela excessiva divisão social do trabalho.
  • B mais complexa do que as tribais porque seu desenvolvimento tecnológico era mais avançado.
  • C caracterizada pela divisão do trabalho, o que levaria à falta de coesão social e a altas taxas de suicídio.
  • D caracterizada pela solidariedade mecânica, ao passo que as sociedades tribais caracterizavam-se pela solidariedade orgânica.
  • E mais complexa do que as tribais por possuir diferentes instituições que desempenhavam funções cada vez mais específicas.

O conceito de fato social, formulado por Durkheim, possibilitou ampliar a compreensão do funcionamento da sociedade, tendo permitido

  • A perceber que fenômenos sociais têm origem em múltiplas variáveis como sociais, climáticas e genéticas de uma população.
  • B avaliar fenômenos complexos, separando apenas o caráter social para a explicação, como no o caso das mudanças climáticas.
  • C identificar regras que eram gerais, exteriores e coercitivas aos indivíduos e que, portanto, conduziam suas ações.
  • D examinar aspectos sociais de fenômenos antes tidos como naturais, tais como a religião e a magia.
  • E compreender que os fenômenos sociais têm sua origem em fatores biológicos tais como aqueles ligados a evolução humana.

Considerando-se a noção de fato social de Durkheim, é possível afirmar que o autor separa de forma nítida o indivíduo da sociedade. A teoria sociológica contemporânea, por sua vez, buscou pensar a relação entre indivíduo e sociedade de modo mais integrado. Considerando as formulações de Nobert Elias, assinale a opção correta.

  • A Elias criou o conceito de estrutura para articular as ações individuais com a totalidade da sociedade.
  • B Elias substituiu o conceito de classe social, proposto por Marx, pelo conceito de configuração, na tentativa de levar em conta a meritocracia na trajetória individual.
  • C Elias criou o conceito de configuração para pensar a teia de interdependências à qual os indivíduos estão vinculados em suas ações cotidianas.
  • D Elias substituiu a ideia de sociedade pela noção de configuração com o objetivo de generalizar as regras sociais de uma sociedade para outras.
  • E Elias criou o conceito de configuração em uma analogia às teorias contemporâneas da informação para se contrapor ao biologismo das teorias clássicas.
Atualmente, a relação entre indivíduo e sociedade é tema central nas discussões sociológicas. Sobre esse tema, assim como sobre as teorias sociológicas clássicas, assinale a alternativa correta.
  • A A coerção social pode ser definida como uma força exercida sobre os indivíduos pelas normas e regras sociais. Segundo a teoria sociológica proposta por George Simmel, essa também é uma das características do fato social.
  • B De acordo com a teoria clássica de Émile Durkheim, a sociedade moderna pode reduzir ou não exercer regulação sobre a conduta dos indivíduos. Nesse caso, encontra-se uma ocorrência de anomia social, caracterizando uma disfunção social.
  • C As teorias sociológicas contemporâneas, influenciadas pelos estudos de Émile Durkheim, descartam a ideia de determinismo social, ou seja, a ideia de que os indivíduos podem ser determinados pelas organizações sociais.
  • D Os fatos sociais, segundo Émile Durkheim, são caracterizados por serem exteriores aos indivíduos, coercitivos e particulares do conjunto de dada sociedade.
  • E Para Max Weber, um importante instrumento de análise sociológica é a ação social. O autor identificou quatro tipos fundamentais de ação social que ajudam a compreender os fenômenos sociais: 1) a ação tradicional; 2) a ação afetiva; 3) a ação irracional; e 4) a ação racional referente a fins.
A cientificidade da sociologia está profundamente envolvida com a história, principalmente no tocante à evolução, ao progresso e ao desenvolvimento da sociedade moderna. A respeito desse tema, assinale a alternativa correta.
  • A As rápidas transformações ocorridas nos séculos XVIII e XIX trouxeram à tona questões como urbanização, aceleração do tempo e novas formas de pobreza. No entanto não é possível fazer uma conceituação referente ao processo de proletização.
  • B O teocentrismo, movimento intelectual com o objetivo de entender e organizar a sociedade a partir da razão, foi fundamental para a Revolução Francesa. Esse evento incitou novos ideais sociais e políticos, assim como novos arranjos na forma de organizar e distribuir o poder político.
  • C Karl Marx foi um dos principais autores a formular um conjunto de conceitos explicativos sobre as mudanças históricas que ocorrem na idade moderna. Em seus estudos sobre a divisão social do trabalho, o autor demarcou a passagem da solidariedade orgânica (caracteíristica das sociedade pré-capitalistas) para a solidariedade mecânica (característica das sociedades pós-capitalistas).
  • D Para Émile Durkheim, o desenvolvimento da modernidade é marcado por um processo de racionalização, sendo esse o centro da sua teoria sociológica. Em sua definição teórica, a racionalização é a diminuição/eliminação da dimensão mágica e religiosa em favor do surgimento da ciência como método de interpretação de mundo.
  • E Os clássicos da sociologia, como Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber, além de oferecer diferentes explicações sobre a sociedade moderna, contribuíram com diferentes epistemologias e metodologias para a teoria sociológica.