Questões de Doenças Cardiovasculares (Enfermagem)

Limpar Busca

Os distúrbios hipertensivos específicos da gestação constituem importante causa de morbidade grave, e de mortalidade tanto materna quanto fetal. Considerando a fisiopatologia, classificação, diagnóstico, complicações e tratamento das síndromes hipertensivas da gravidez, assinale a alternativa INCORRETA:

  • A De acordo com a FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia), pode ser considerado estado hipertensivo na gestação quando a pressão arterial sistólica é maior ou igual a 140mmhg e/ou a pressão arterial diastólica maior ou igual a 90mmhg, após a vigésima semana de gestação.
  • B Segundo a RBEHG (Rede Brasileira de Estudos sobre Hipertensão e Gravidez), pré-eclâmpsia grave é caracterizada com pressão arterial sistólica maior ou igual a 160mmhg e/ou pressão arterial maior ou igual a 110mmhg, podendo estar associada a cefaleia intensa e sintomas visuais.
  • C Para o Ministério da Saúde, a síndrome de HELLP é a forma mais leve das síndromes hipertensivas relacionadas à gestação, cuja principal caraterística é a presença de proteína na urina e sintomas visuais, sendo recomendado como forma de tratamento administração de sulfato de magnésio IV.
  • D A eclampsia é descrita pela FEBRASGO e pela RBEHG como uma forma grave dos distúrbios hipertensivos que afetam as gestantes, caracterizada por convulsões motoras generalizadas, cujo principal medicamento de escolha, tanto para prevenção como tratamento, é o sulfato de magnésio.

A insuficiência cardíaca resulta em débito insuficiente para atender às necessidades tissulares e provoca congestão pulmonar e sistêmica. Tal afecção é associada à alta morbidade e mortalidade. Marque a alternativa CORRETA sobre os cuidados aos pacientes com esse diagnóstico:

  • A Elevar as pernas, evitando pressões sobre os joelhos; encorajar exercícios ativos/passivos; aumentar a deambulação conforme tolerado.
  • B Oferecer cadeira higiênica ao lado do leito; orientar para evitar atividades que desestimulem a resposta vasovagal, como esforço durante a evacuação, prender a respiração durante mudanças de posição.
  • C Monitorizar o débito urinário, observando o aumento do débito e a urina clara; inspecionar a pele quanto à palidez, cianose; monitorar a pressão arterial.
  • D proporcionar ambiente silencioso; explicar o tratamento clínico e de enfermagem; orientar o paciente a vivenciar situações de estresse.

O infarto do miocárdio é causado pela acentuada redução ou perda de fluxo sanguíneo através de uma ou mais artérias coronárias, resultando em isquemia do músculo cardíaco e necrose. Sobre os cuidados de enfermagem para essa patologia é CORRETO afirmar:

  • A Para a assistência ao cuidado circulatório, é necessário investigar alterações súbitas ou continuadas no estado mental; inspecionar a pele quanto à palidez, cianose, manchas, frio ou umidade; examinar quanto ao sinal de Homans, eritema e edema; encorajar exercícios ativos ou passivos das pernas, evitando exercícios isométricos; monitorar a respiração; observar a função gastrointestinal.
  • B Para a assistência ao cuidado circulatório, é necessário registrar alterações na frequência cardíaca, ritmo e pressão arterial antes, durante e após atividade; encorajar repouso no leito ou poltrona inicialmente; observar sinais verbais e não verbais de ansiedade; monitorar o débito cardíaco; administrar medicamentos antiarrítmicos; pesar diariamente; calcular o balanço hídrico.
  • C Para a assistência ao cuidado circulatório, é necessário auscultar a pressão arterial, comparando-a em ambos os braços e verificar nas posições deitada, sentada e de pé; administrar ansiolíticos ou hipnóticos conforme prescrição médica; monitorar a frequência e o ritmo cardíaco; administrar oxigênio suplementar conforme prescrição médica; instruir o paciente a relatar dor imediatamente.
  • D Para a assistência ao cuidado circulatório, é necessário proporcionar ambiente silencioso, atividades relaxantes e medidas de conforto, encorajar repouso inicialmente e posteriormente limitar a atividade com base na dor ou resposta cardíaca direta; observar palpitações, irregularidades da frequência cardíaca, dispneia e dor torácica.
A Síndrome Coronariana Aguda (SCA) equivale a um largo espectro de condições clínicas compatíveis com isquemia miocárdica e são responsáveis por grande parte dos óbitos na população mundial. Faz parte da abordagem inicial a pacientes com SCA, EXCETO:
  • A Realização de eletrocardiograma (ECG) de 12 derivações dentro de um tempo de 10 minutos da admissão.
  • B Administração de morfina, na persistência de dor torácica após as medidas anti-isquêmicas usuais.
  • C O uso de nitratos tem impacto indiscutível na mortalidade nos casos de SCA.
  • D O uso de ácido acetilsalicílico (AAS) dev ser realizado o ais brevemente possível em sacos suspeitos ou confirmados de SCA.
  • E O uso de estatinas para a prevenção secundária em pacientes com SCA deve ser iniciado antes da alta hospitalar.

No tratamento e assistência a pericardite o repouso deve ser realizado em posição que ajuda a aliviar os sintomas de compressão, assinale a alternativa correta que corresponde a posição usada na pericardite.

  • A Fowler.
  • B Prona.
  • C Kraske.
  • D Trendelenburg.