Questões de Conjunções: Relação de causa e consequência (Português)

Limpar Busca

Analise o trecho abaixo retirado do Texto:
“‘Pondero que, no contexto da variante delta que está circulando no Brasil, uma dose adicional da vacina contra a Covid-19 pode prevenir casos graves em idosos e pessoas com o sistema imunológico comprometido’, [...]” (linhas 7 a 11).
Com base na função morfológica das palavras destacadas, assinale a alternativa CORRETA:

  • A “que” – conjunção integrante.
  • B “no” – contração entre preposição e artigo indefinido.
  • C “uma” – artigo definido.
  • D “comprometido” – advérbio.

Sobre recursos linguísticos e expressivos, analise as afirmativas.


I- A repetição do advérbio de negação nunca ressalta a intencionalidade do articulista em marcar fortemente a relação entre a produção do agronegócio e a alimentação da população mundial.

II- A frase Como fica, então?, no início do segundo parágrafo, pode ser substituída por O que fazer? ou por Qual a solução?, sem prejuízo do sentido.

III- O uso das expressões informais socar em cima e sorte do cão em artigo jornalístico sugere intenção de envolver o leitor e fazê-lo comungar das ideias do articulista.

IV- O trecho quantidade de multas capaz de levar até o Google à falência não se apresenta relevante na construção dos sentidos do texto, pois é uma empresa sólida e muito rica.

V- Em Se estivessem pondo “veneno” na comida, você iria ver gente caindo morta na sua frente em cada esquina, todo dia., a conjunção que inicia o período pode ser substituída, sem prejuízo do sentido, por posto que, se bem que e conforme.


Estão corretas as afirmativas

  • A I, II, III e IV, apenas.
  • B II, IV e V, apenas.
  • C I, III, IV e V, apenas.
  • D I, II e III, apenas

Sobre recursos linguísticos e expressivos, analise as afirmativas.


I- A repetição do advérbio de negação nunca ressalta a intencionalidade do articulista em marcar fortemente a relação entre a produção do agronegócio e a alimentação da população mundial.

II- A frase Como fica, então?, no início do segundo parágrafo, pode ser substituída por O que fazer? ou por Qual a solução?, sem prejuízo do sentido.

III- O uso das expressões informais socar em cima e sorte do cão em artigo jornalístico sugere intenção de envolver o leitor e fazê-lo comungar das ideias do articulista.

IV- O trecho quantidade de multas capaz de levar até o Google à falência não se apresenta relevante na construção dos sentidos do texto, pois é uma empresa sólida e muito rica.

V- Em Se estivessem pondo “veneno” na comida, você iria ver gente caindo morta na sua frente em cada esquina, todo dia., a conjunção que inicia o período pode ser substituída, sem prejuízo do sentido, por posto que, se bem que e conforme.


Estão corretas as afirmativas

  • A I, II, III e IV, apenas.
  • B II, IV e V, apenas.
  • C I, III, IV e V, apenas.
  • D I, II e III, apenas.

A respeito de elementos coesivos presentes no texto, assinale a afirmativa INCORRETA.

  • A Em Como o ano só começa realmente depois do Carnaval, costumo aguardar até lá., a conjunção no início do período apresenta efeito de sentido de causa, podendo ser substituído por Porque.
  • B O pronome relativo em Há uma palavra que não me sai da cabeça: segurança. estabelece relação de sentido com o vocábulo palavra e pode ser substituído por a qual.
  • C Os conectores pois (linha 7), mas (linha 8) e porém (linha 11) imprimem efeito de sentido de explicação à oração à qual se ligam e podem ser substituídos por no entanto.
  • D Em Como o ano só começa realmente depois do Carnaval, costumo aguardar até lá. Mas aí já é tarde, os advérbios e retomam o sentido da expressão depois do Carnaval, estabelecendo referência anafórica.

Sobre recursos linguísticos e expressivos, analise as afirmativas.
I- A repetição do advérbio de negação nunca ressalta a intencionalidade do articulista em marcar fortemente a relação entre a produção do agronegócio e a alimentação da população mundial. II- A frase Como fica, então?, no início do segundo parágrafo, pode ser substituída por O que fazer? ou por Qual a solução?, sem prejuízo do sentido. III- O uso das expressões informais socar em cima e sorte do cão em artigo jornalístico sugere intenção de envolver o leitor e fazê-lo comungar das ideias do articulista. IV- O trecho quantidade de multas capaz de levar até o Google à falência não se apresenta relevante na construção dos sentidos do texto, pois é uma empresa sólida e muito rica. V- Em Se estivessem pondo “veneno” na comida, você iria ver gente caindo morta na sua frente em cada esquina, todo dia., a conjunção que inicia o período pode ser substituída, sem prejuízo do sentido, por posto que, se bem que e conforme.
Estão corretas as afirmativas

  • A I, II, III e IV, apenas.
  • B II, IV e V, apenas.
  • C I, III, IV e V, apenas.
  • D I, II e III, apenas.