Questões de Componentes, ambiente, propósitos e abrangência (Auditoria) Página 1

Quanto à interação constitucionalmente determinada entre controle externo e controle interno,

  • A há subordinação hierárquica entre controle interno e controle externo
  • B é dever do controle interno apoiar a missão institucional do controle externo.
  • C o controle de metas previstas no plano plurianual é reservado ao controle externo.
  • D o recebimento de denúncias de qualquer cidadão sobre irregularidades é reservado ao controle interno.
  • E o controle externo funciona como órgão recursal para decisões adotadas no exercício do controle interno.

É responsável pela implantação do sistema de controle interno na empresa:

  • A auditor interno.
  • B auditor externo.
  • C C V M.
  • D IBRACON.
  • E administração da empresa.

Em uma organização, o controle interno representa o conjunto de procedimentos, de métodos ou de rotinas com o objetivo de proteger os ativos, de produzir dados contábeis confiáveis e de ajudar a administração na condução ordenada dos negócios da empresa. 


Com base nas informações apresentadas, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A Um dos objetivos do controles interno é assegurar que as várias fases do processo decisório, incluindo o fluxo de informações e a implementação das decisões, se revistam da necessária confiabilidade.
  • B A auditoria interna tem total autoridade para exigir que sejam adotadas as melhorias recomendadas nos controles internos.
  • C O processo de avaliação do controle interno consta, basicamente, de três etapas: levantamento geral do sistema, sua avaliação e testes.
  • D O controle interno divide-se em: controle contábil, administrativo e operacional.

Considere as afirmações sobre o controle interno: I. O controle interno visa proteger ativos, produzir dados contábeis confiáveis e ajudar a administração na condução ordenada dos negócios da empresa. II. O auditor, ao avaliar o controle interno de uma organização, deve levantar o sistema de controle interno e pressupor que esse sistema levantado está sendo seguido na prática. III. O auditor pode reduzir o volume de testes de auditoria na hipótese de a empresa ter um sistema de controle interno forte. IV. O auditor não precisa executar testes caso o sistema de controle seja classificado como excelente. Com base em Almeida (2012), estão CORRETAS as afirmações:

  • A I e II, apenas.
  • B I e IV, apenas.
  • C I e III, apenas.
  • D II e IV, apenas.

A respeito do estudo e da avaliação do sistema contábil e dos controles internos das entidades, julgue os itens seguintes.

I O sistema contábil e de controles internos compreende o plano de organização e o conjunto integrado de métodos e procedimentos empregados pela entidade para a proteção de seu patrimônio, para a promoção da confiabilidade e tempestividade dos seus registros e de suas demonstrações contábeis, e para sua eficácia operacional.

II Na avaliação do sistema contábil e de controles internos, o auditor deve considerar o ambiente de controle existente na entidade, os procedimentos de controle adotados pela administração da entidade e a existência e efetividade da supervisão externa realizada por órgãos específicos.

III Ao realizar o estudo e a avaliação do sistema contábil e de controles internos da entidade, como base para determinar a natureza, a oportunidade e a extensão da aplicação dos procedimentos de auditoria, o auditor deve considerar o grau de descentralização de decisão adotado pela administração da entidade.

Assinale a opção correta.

  • A Apenas o item I está certo.
  • B Apenas o item II está certo.
  • C Apenas os itens I e III estão certos.
  • D Apenas os itens II e III estão certos.
  • E Todos os itens estão certos.