Questões de Bovinos e Pequenos Ruminantes (Veterinária)

Limpar Busca
Sobre a febre aftosa, doença que acomete animais do casco fendido, é correto afirmar que:
  • A Causada por um Vírus, gênero Aphtovirus família Aphtoviridae;
  • B Existem sete diferentes sorotipos: A, O, C, Sat 1, Sat 2, Sat 3 e Asia 1;
  • C Primeiros sintomas são febre persistente por 6 a 8 dias, depois, aparecimento de pápulas na língua;
  • D Existem 6 esquemas vacinais no Brasil, preconizados pelo MAPA, dependendo da região;
  • E Principal forma de transmissão é iatrogênica, por meio de fômites naturais;
A Estomatite Vesicular (EV) é uma doença infecciosa que acomete animais domésticos, tanto ungulados quanto biungulados, além de outras espécies de mamíferos silvestres. Sobre a Estomatite vesicular, julgue as alternativas a seguir, e assinale a INCORRETA:
  • A A enfermidade tem como sinais clínicos o aparecimento de lesões vesiculares na língua, gengiva, lábios, tetos e coroa do casco;
  • B Animais biungulados apresentam lesões no espaço interdigital e coroa do casco, as quais cicatrizam-se completamente em duas a três semanas;
  • C É economicamente importante devido às graves consequências sócio econômicas e de saúde pública;
  • D Importância na saúde pública, já que trata-se de uma zoonose;
  • E O agente etiológico da Estomatite Vesicular é um vírus que pertence a Família Aftoviridae, gênero Vesiculovirus;
Encefalopatia Espongiforme Bovina - EEB, comumente conhecida como "doença da vaca louca", é uma enfermidade degenerativa fatal e transmissível do sistema nervoso central de bovinos, com longo período de incubação, cerca de 5 anos. Sobre esta enfermidade, assinale a alternativa INCORRETA:
  • A A introdução da EEB num país ou região livre da doença pode ocorrer pela importação de produtos de origem animal contaminados (principalmente farinhas de carne e ossos) ou pela importação de bovinos infectados;
  • B Caracterizada clinicamente por nervosismo, reação exagerada a estímulos externos e dificuldade de locomoção.
  • C A EEB é uma das doenças do grupo das Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis - EET
  • D O agente causador da EEB é um vírus do Gênero Prion, que modifica uma proteína encontrada no tecido nervoso de animais infectados;
  • E A principal via de transmissão é através da ingestão de alimentos contendo farinhas de carne e ossos provenientes de carcaças infectadas;
A Artrite Encefalite Caprina (CAE) é uma enfermidade de curso progressivo causada por um lentivírus e caracterizada pelo período longo de latência. Sobre esta doença, marque a alternativa correta:
  • A Os principais sintomas da CAE são artrite, pneumonia, mastite, emagrecimento progressivo e, nos animais jovens, a encefalomielite;
  • B A CAE não consta da lista de doenças que requerem notificação obrigatória do MAPA;
  • C A CAE encontra-se difundida apenas nos rebanhos de caprinos leiteiros das regiões Norte e Nordeste do Brasil;
  • D A principal via de transmissão é a respiratória, com inalação de aerossóis contaminados pelo vírus;
  • E A principal forma de combate da doença é por maio de vacinação do rebanho, com reforço de 21 dias da primo vacinação;

Os coronavírus têm uma ampla gama de hospedeiros animais, várias espécies animais abrigam esses patógenos e apenas algumas delas contraem uma infecção grave (Cui et al. 2019; Andersen et al. 2020). Entre os animais de grande porte, os coronavírus bovinos (BoCoVs) possuem potencial zoonótico por serem isolados de crianças assintomáticas e também afetando diversos ruminantes domésticos e silvestres. Quais são as manifestações clínicas causadas nesses animais?

  • A Diarreia de bezerros em neonatos, diarreia sanguinolenta em bovinos adultos e forma respiratória de febre de transporte em todas as faixas etárias de gado são implicações universais.
  • B O Alphacoronavirus e o coronavírus respiratório dos bovinos dos gêneros Betacoronavirus afetam o trato entérico e respiratório, respectivamente.
  • C O vírus da bronquite infecciosa (IBV), membro do gênero Gammacoronavirus, causa extensas perdas econômicas ao produzir doenças respiratórias, infecção do trato urinário e problemas reprodutivos em bovinos de corte.
  • D Afetam o trato respiratório, o sistema nervoso central bovino, a cavidade abdominal e o trato gastrointestinal para produzir enterite e peritonite infecciosa.