Questões de Aspectos Psicológicos da Educação (Pedagogia)

Limpar Busca

Ele teve seu interesse despertado pelo pensamento infantil quando observou que as crianças cometiam certos erros de forma sistemática em testes de inteligência. No curso de suas investigações científicas, ele descobriu que as crianças pensam de maneira diferente e não meramente menos que os adultos. Os dados contidos no enunciado caracterizam aspectos da visão teórica de:

  • A Vygotsky.
  • B Piaget.
  • C Cagliari.
  • D Paulo Freire.

Tanto a afetividade como a racionalidade desenvolvem-se a partir das interações sociais, desde a infância e durante a vida toda. Como representam a base da moral, esta base também se desenvolve. Quanto ao respeito próprio, sua necessidade está presente em crianças ainda bem pequenas. Uma criança que passa por violências, por constantes humilhações, estará inclinada a se desvalorizar, a ter muito pouca confiança em si mesma; vale dizer que sua afetividade será provavelmente muito marcada por essas experiências negativas. Vários autores já apontaram as desastrosas consequências dos sentimentos de humilhação e vergonha para o equilíbrio psicológico. Isso não significa que sempre se devam fazer avaliações positivas das condutas das crianças. Pelo contrário. Se a criança perceber que, seja qual for sua realização, ela recebe elogios, chegará facilmente à conclusão de que tais elogios são falsos, sem valor. E pior ainda: acabará justamente por atribuir pouco valor a si mesma por pensar que os elogios representam uma forma de consolá-la por seus fracassos reais. Portanto, não se trata em absoluto de, a todo momento, dar sinais de admiração à criança, ou de induzi-la a pensar que é perfeita. A crítica de suas ações é necessária. Trata-se, isto sim, de dar-lhe todas as possibilidades de ter êxito no que empreender, e demonstrar interesse por esses empreendimentos, ajudando-a a realizá-los. (...) (http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro082.pdf) - (p.15/6)
Os juízos e condutas morais também se desenvolvem com a idade, já que estão assentados:

  • A No equilíbrio psicossocial.
  • B Nas fases da infância.
  • C No elogio e na confiança.
  • D Na afetividade e na racionalidade.

Na sua visão científica, o segredo é tirar vantagem das diferenças e apostar no potencial de cada aluno. Também ofereceu grande contribuição à Psicologia: o desenvolvimento humano, o aprendizado e as relações entre desenvolvimento e aprendizado são temas centrais de suas obras. Acerca da relação entre desenvolvimento e aprendizagem que defendeu, comprova-se que estamos nos referindo a:

  • A Vygotsky.
  • B Emília Ferreiro.
  • C Paulo Freire.
  • D Piaget.

Tendo em vista os conhecimentos da psicologia da educação, as teorias do desenvolvimento humano e as teorias do ensino/aprendizagem, assinale a afirmativa INCORRETA.

  • A J. Piaget divide os períodos do desenvolvimento humano em: Sensório-motor (0 a 2 anos), Préoperatório (2 a 7 anos), Operações concretas (7 a 11 ou 12 anos) e Operações formais (11 ou 12 anos em diante). São fatores desenvolvidos em sua teoria: maturação, experiências físicas, transmissões sociais e culturais, e equilibração.
  • B No pensamento de Henri Wallon, a relação professor-aluno é um fator determinante no processo de ensino aprendizagem. Para o desenvolvimento de um processo de ensino eficiente, essa relação deve ser construída pelo respeito e pela disciplina, em detrimento do afeto e da sensibilidade.
  • C O desenvolvimento humano deve ser entendido em sua globalidade. Ele tem sido estudado a partir de quatro aspectos básicos que se relacionam permanentemente: físico-motor, intelectual, afetivoemocional e social.
  • D Para L. Vygotsky, a aprendizagem inclui relações entre as pessoas. Assim, o desenvolvimento não é visto como algo natural ou como produto exclusivo da maturação de um organismo, mas como um processo no qual estão presentes a maturação, o contato com a cultura e as relações sociais.

Se há um ponto com o qual a maioria dos educadores modernos está de acordo, este refere-se à necessidade de se criar objetivos na educação. O sistema de classificação de Bloom e colaboradores classifica os objetivos educacionais em três grandes domínios: cognitivo, afetivo e psicomotor. De acordo com esse sistema de classificação:

  • A A categoria mais elevada do domínio cognitivo leva o estudante a agir firmemente de acordo com os valores que aceita, tornando-se este comportamento parte de sua personalidade.
  • B Os objetivos do domínio cognitivo enfatizam desempenhar com proficiência uma ação ou elaborar um produto com precisão e sem hesitação.
  • C No domínio cognitivo a categoria mais elevada é quando o estudante encontra mais de um valor relevante para uma situação, os organiza determinando a inter-relação e aceita um deles como dominante.
  • D A avaliação constitui o mais alto nível no domínio cognitivo e seus objetivos podem ser expressos por verbos como avaliar, criticar, julgar e decidir.