Resumo de Português - Valor Semântico

O valor semântico se refere ao significado de algumas palavras dentro de um determinado contexto.

Assim como o nome já revela, o valor semântico está relacionado a semântica. Por isso, antes de entender o conceito de valor semântico, é preciso relembrar o que é semântica, visto que ela está presente em todo processo de comunicação, e sem ela as frases não fazem sentido.

Semântica

A semântica é o estudo que envolve a relação entre significantes, como palavras, frases, sinais e símbolos e os seus significados.

Isso porque o sentido das palavras não se resume apenas aquele que consta no dicionário, mas tem relação também com variados contextos.

Exemplo:

  1. Na fazendo havia um lindo cavalo branco.
  2. João é um pedaço de cavalo.

Temos duas situações em que a palavra “cavalo” é empregada. Na primeira, trata-se do sentido literal, o animal. Na segunda, é uma figura de linguagem, especificamente uma metáfora, relacionada ao comportamento de João agressivo, ou seja, as atitudes do personagem comparam-se, metaforicamente, as de um cavalo.

Percebe como os sentidos da palavra “cavalo” mudam de uma sentença para a outra? O valor semântico foi modificado de acordo com a forma que ela foi empregada.

Portanto, o valor semântico refere-se ao significado das palavras estabelecido dentro de um contexto ao qual está inserido.

Por conta disso, alguns termos integrantes das orações podem ajudar a dar sentido nas frases. É o caso da preposição, conjunção e advérbio.

Valor semântico das preposições

Uma única preposição, dentro de um texto, pode assumir mais de um valor semântico a depender do contexto em que ele está inserido.

As preposições são termos usados para fazer ligação entre as palavras de uma oração, e assim dar sentido a essas sentenças.

Exemplos com a preposição “de”:

  • De onde você é? (Origem)
  • Chorava de dor. (Causa)
  • O livro trata de culinária. (Assunto)
  • Fiz bolo de chocolate. (Matéria)
  • O livro é de Paulo. (Posse)
  • Saiu de casa. (Local)
  • Partiu de manhã. (Tempo)

Exemplos com as preposições “como” e “com”:

  • Entreguei tudo como ele pediu. (Conformidade)
  • Ele age como o pai. (Comparação)
  • Como estivesse chovendo, não saí de casa. (Causa)
  • Com a barba feita, conseguiu emprego. (Causa)
  • Se for para ir com você eu vou. (Companhia)
  • Vou amanhã com a minha prima. (Situação, companhia)
  • Com o que você se machucou? (Instrumento)
  • Faz tudo com disposição. (Modo)

Exemplos com as preposições “para” e “por”:

  • Cheguem cedo para não perdermos o ônibus. (Finalidade)
  • Mudou-se para a Alemanha. (Lugar)
  • Falei com ela por telefone. (Meio)
  • Vou me aposentar por tempo de contribuição. (Tempo)
  • Por estar cansado, não irei à reunião. (Causa)

Exemplos com as preposições “até” e “desde”:

  • Correu até o quarto de Joaquim. (Distancia)
  • Guardo esse livro desde o semestre passado. (Tempo)

Exemplos com outras preposições:

  • A poucos metros você encontra a padaria. (Distância)
  • Agiu contra a minha vontade. (Oposição)
  • Este livro é da biblioteca? (Posse)
  • A publicidade pela Internet implica em bons resultados. (Meio)
  • Curtirei minhas férias em Maceió. (Lugar)
  • Estes livros são do antigo professor. (Posse)

Valor semântico das conjunções

As conjunções são termos conectivos que atuam como elementos de ligação entre duas orações subordinadas, ou seja, que determinam ou completam o sentido da outra ou entre termos de igual função nas orações coordenadas.

Adição

  • Comprei chocolate e sorvete.
  • Viajei e descansei.

Adversidade

  • Faço tudo e não vejo nada pronto.
  • Comeu chocolate, mas deixou o sorvete.

Alternativa

  • Ora trabalhava, ora fingia que trabalhava.
  • Comeu chocolate ou o sorvete.

Causa

  • Como estou doente, não vou ao aniversário.
  • Como não estava pronta, desci para me vestir.

Comparação

  • Anda como a mãe.
  • Inteligente como a irmã.

Concessão

  • Vou à praia, e está chovendo.
  • Não fiquei pronta a tempo, embora tenha me apressado.

Conclusão

  • Não dormiu em casa porque a cama está arrumada.
  • Comeu chocolate, pois acabou o sorvete.

Condição

  • Se resolver ir ao evento, me chame.
  • Estaria pronta se você não tivesse me atrasado.

Conformidade

  • Faço tudo como ele quer.

Consequência

  • Você mexe-se, e eu atiro.

Explicação

  • Fica, pois ela vai precisar de ajuda.
  • Comeu chocolate porque acabou o sorvete de chocolate.

Finalidade

  • Faço o bolo e levo na hora do Parabéns.
  • Faltaram 7 minutos para que tudo estivesse organizado.

Proporção

  • Tanto mais faz, tanto menos é reconhecido.

Tempo

  • Quando a professora chegar, eu guardo o telefone.
  • Consigo me arrumar quando tudo está organizado.

Valor semântico dos advérbios

Quando se trata dos advérbios, o estudo semântico se torna mais importante e é necessário muita atenção dos estudantes.

Isso porque os advérbios são capazes de modificar o sentido de verbos, adjetivos e até mesmo de outros advérbios (locuções adverbiais), e assim como na semântica, o valor semântico dos advérbios depende dos outros elementos presentes na oração e do contexto em que são empregados.

O valor semântico dos advérbios pode ser de: afirmação, dúvida, intensidade, lugar, modo, negação, tempo, meio ou instrumento.

Exemplos de alguns advérbios e locuções adverbiais de acordo com o valor semântico:

Tempo

  • Hoje
  • Ontem
  • Amanhã
  • Sempre
  • Nunca
  • Jamais
  • Na semana passada

Lugar

  • Aqui
  • Acolá
  • Na esquina
  • Em casa
  • No estádio
  • No meio da rua

Modo

  • Devagar
  • Rápido
  • Com cuidado
  • Mal
  • Melhor
  • Pior
  • Bem
  • Regularmente
  • Gradativamente
  • Vagarosamente

Intensidade

  • Muito
  • Pouco
  • Bem
  • Tão
  • Tanto
  • Bastante
  • Quase
  • Mais

Afirmação

  • Sim
  • Realmente
  • Certamente
  • Negação
  • Não
  • Nem

Dúvida

  • Talvez
  • Possivelmente
  • Provavelmente
  • Acaso
  • Quem sabe

Meio ou instrumento

  • Cortar a faca
  • Escrever à mão
  • Bater com uma flor
  • Viajar de avião
  • Andar a pé

Exemplos em frases:

  • Certamente entreguei tudo o que pediu. (Afirmação)
  • Irei à festa da Maria, possivelmente. (Dúvida)
  • Temos bastante queijo para fazer aperitivos. (Intensidade)
  • Seu apartamento fica no andar abaixo do meu. (Lugar)
  • Faça isso depressa! (Modo)
  • Não tenho dinheiro. (Negação)
  • Levarei o que pediu agora. (Tempo)

Foram expostos aqui alguns valores semânticos das preposições, advérbios e conjunções, contudo é importante saber que esses não são os únicos sentidos que podem ser estabelecidos. Vale reforçar que o valor semântico depende do contexto ao qual ele está inserido, ou seja, tudo depende da contextualização.

Dessa forma, é importante não tentar decorar o valor semântico das palavras, e sim entender a lógica da contextualização para entendê-la dentro do contexto.

Voltar

Questões