Resumo de Português - Tipos de Textos

O tipos de textos são as diferentes formas como os textos são classificados. Essa tipologia textual varia de acordo com a estrutura e com a finalidade de cada texto. O tipo textual é determinado de acordo com os aspectos lexicais e sintáticos.

Diferentes tipos de textos se apresentam de maneira diferentes. Um texto pode contar, descrever, argumentar, explicar ou informar.

Para cada um deles existe uma estrutura diferente, construções frasais específicas, um tipo linguagem, determinado vocabulário, tempos verbais adequados, relações lógicas e modos de interação com o leitor.

No entanto, um mesmo texto pode apresentar mais de uma tipologia textual.

Classificação e tipos de textos

Os tipos de textos são classificados em: narrativo, descritivo, expositivo, dissertativo e injuntivo.

Texto narrativo

O texto narrativo se desenvolve a partir da narração da uma sequência de ações. Ele conta uma história fictícia ou não, que ocorreu em determinado tempo e espaço, envolvendo certos personagens.

Assim, a narração da história é construída a partir de elementos narrativos que envolvem um narrador que apresenta os fatos, as personagens, o tempo em que se passa a ação e o local onde a ação acontece.

A estrutura básica do texto narrativo é: apresentação, desenvolvimento, clímax e desfecho.

O tempo verbal predominante nesse tipo de texto é o passado.

São exemplos de textos narrativos: romance, conto, fábula, depoimento, relato, crônica, novela, piada.

Veja esse exemplo de texto narrativo, uma fábula de Esopo, reescrita por Monteiro Lobato e publicada em seu livro Fábulas:

O leão e o ratinho
Ao sair do buraco viu-se um ratinho entre as patas de um leão.  Estacou, de pelos em pé, paralisado pelo terror.  O leão, porém, não lhe fez mal nenhum.
— Segue em paz, ratinho; não tenhas medo do teu rei.
Dias depois o leão caiu numa rede.  Urrou desesperadamente, debateu-se, mas quanto mais se agitava mais preso no laço ficava.
Atraído pelos urros, apareceu o ratinho.
— Amor com amor se paga – disse ele lá consigo e pôs-se a roer as cordas.  Num instante conseguiu romper uma das malhas.  E como a rede era das tais que rompida a primeira malha as outras se afrouxam, pode o leão deslindar-se e fugir.
Monteiro Lobato

Texto descritivo

O texto descritivo indica aspectos, detalhes e características de objetos, pessoas, fatos, lugares. Trata-se de um texto que descreve algo de forma que a o leitor consegue idealizar a imagem do que está sendo descrito.

A estrutura básica do texto descritivo é: a introdução ou apresentação do que será descrito, o desenvolvimento que inclui caracterização e a finalização da descrição.

O texto descritivo utiliza adjetivos, verbos de ligações, metáforas e comparações para facilitar na estruturação e compreensão do texto.

São exemplos desses tipos de textos: classificados, folhetos turísticos, cardápios, anúncios e, ainda, descrição de personagens dentro de textos narrativos.

Exemplo da descrição de uma bolsa em um site de vendas:

“A bolsa é confeccionada em couro com a parte interna forrada, possui alças de mão, alça alongada ajustável e removível.”

Texto dissertativo

Os textos dissertativos podem ser argumentativos ou expositivos. Os textos dissertativos-argumentativos apresentam um ponto de vista e busca defender uma ideia, baseando-se na argumentação e desenvolvimento sobre o tema, com o intuito de convencer o leitor.

Um texto dissertativo-expositivo busca expor um ponto de vista sem a necessidade de convencer o leitor.

A estrutura básica de um texto dissertativo é a introdução, onde deve constar ideia central a ser trabalhada no texto; o desenvolvimento que deve fundamentar o tema; e conclusão, onde deve fechar a ideia desenvolvida no decorrer do texto.

Fazem parte desse tipo de textos os ensaios, as cartas argumentativas, a dissertação-argumentativa, o editorial.

Veja o exemplo do trecho de um editorial publicado pelo Estadão.

‘[…] Ignorar essa evidente inconstitucionalidade contida no aumento do salário dos ministros do STF seria dar azo a uma ignóbil contradição. O cidadão sustenta, por meio dos impostos, a Suprema Corte. Trata-se de um gasto significativo para que a Constituição seja defendida. Como se sabe, a primordial tarefa do STF é ser o guardião da Constituição. Ora, esse aumento inconstitucional faz com que a própria manutenção do Supremo desrespeite o previsto na Constituição. Não faz nenhum sentido que o cidadão seja obrigado a sustentar de forma ainda mais onerosa um Supremo por força de um reajuste salarial dos ministros concedido à revelia da Constituição. […]’

Texto expositivo

O texto expositivo é aquele que apresenta informações sobre um tema, através de conceitos, definições, enumeração de informações. A linguagem desse tipo de texto é clara e concisa.

São exemplos desse tipo de texto: reportagem, resumo, fichamento, artigo científico, seminário.

Observe o exemplo do fragmento de uma reportagem do portal G1.

“[…] A atividade, não remunerada, pode contar como prática jurídica, porque o profissional selecionado terá que desenvolver atividades de análise e acompanhamento jurídico de atos, prazos, documentos e processos judiciais. Estão incluídas na atividade, a elaboração de minutas de manifestações e a realização de pesquisas doutrinárias e de legislação. […]”

Texto injuntivo

O texto injuntivo, também chamado de texto instrucional, tem como finalidade instruir e orientar o leitor. Os textos injuntivos utilizam verbos no imperativo, no infinitivo ou presente do indicativo, sempre indeterminando o sujeito.

São exemplos desse tipo de texto os manuais de instruções, receitas culinárias, bulas, regulamentos, editais, códigos, leis.

Veja o exemplo de um texto injuntivo, uma receita de mousse de limão:

Ingredientes

1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1/2 xícara de suco de limão (esse suco é puro mesmo, sem água, é só espremer o limão)
Modo de preparo
Coloque no liquidificador o creme de leite (com soro mesmo) e o leite condensado
Bata um pouco e depois vá acrescentando o suco do limão, aos poucos
Ele vai ficar bem consistente, leve à geladeira

Tipos de textos X Gêneros textuais

Os tipos de textos são diferentes dos gêneros textuais. O gênero textual tem função comunicativa e surge a partir das relações sociocomunicativas. Enquanto os tipos textuais já estão definidos, os gêneros estão inseridos em algum contexto cultural.

Nesse sentido, os gêneros de textos podem ser inúmeros enquanto os tipos de textos são limitado aos cinco tipos que foram abordados aqui.

Voltar

Questões