Resumo de Geografia - Tipos de Solo

Os Tipos de Solo e suas variações são significativos para determinar diversos elementos, como: se o terreno é ou não favorável para agricultura, sobre qual o tipo de flora é adequado, entre outros impactos naturais como: ar, chuva, temperatura, vento, entre outros. O dia do solo é comemorado em 3 de maio.

Quesitos como capacidade e aspectos dos variados tipos de solo resulta de vários elementos que compõe o solo, como a matéria orgânica existente, a vegetação presente na área, o clima da região e o tipo de rocha que existe em sua base. Os tipos de solo podem afetar até o desenvolvimento econômico de uma determinada localidade.

Tipos de Solo

O solo é a camada externa e visível da crosta terrestre, é um complexo variado de elementos minerais e orgânicos. Aspectos sociais e de desenvolvimento humano e econômico passam pelo solo, é o caso da agricultura e pecuária.

Pedologia é a ciência que estuda composição, desenvolvimento e formação dos solos. Na superfície da terra é possível encontrar vários tipos de solo e cada um deles contém particularidades próprias. A exemplo de consistência, cor, densidade e formação química.

A ação de vários componentes resulta na composição do solo, entre eles estão: clima, umidade, organismos vivos, relevo, vegetação, tipos de rocha e o tempo de atuação desses elementos. A operação em conjunto de todos os fatores ocasiona os vários tipos de solo.

Os componentes minerais originam da decomposição das rochas e isso ocorre por causa de agentes físicos, químicos e/ou biológicos. A mistura e a decomposição de substâncias orgânicas animais e vegetais – húmus, provocam a fertilidade e produtividade do solo.

Quando uma série de mecanismos se conectam para transformar uma rocha já alterada em um solo, significa que está ocorrendo uma pedogênese – processo de transformação do solo.

Classificação

Dentre os fatores que agem na formação do solo, o clima é o mais importante e fundamental. Todo material em decomposição que parte de uma rocha é capaz de produzir solos de diferentes tipos, nas regiões que possuem diferentes climas. Desse modo, os solos são classificados em:

  • Zonais – são solos desenvolvidos e maduros, pode se tratar de qualquer tipo de solo. Exemplos: latossolos (clima quente e úmido), podzol (clima temperado), terra roxa, entre outros.
  • Interzonais – são solos que se associam com o relevo da região a qual está inserido ou com a rocha-mãe – de onde surgiu por meio do intemperismo. Exemplos: salinos (terrenos alagadiços), grumossolos (massapê – presença de argila), entre outros.
  • Azonais – são solos que não possuem as propriedades bem desenvolvidas. Pelo fato de serem novos, geralmente não mostram o horizonte B e não têm associação com o clima da região. Exemplos: litossolos (lugares muito inclinados), aluviais (originários de sedimentos fluviais), entre outros.

Intemperismo

Também chamado de meteorização, é um processo natural de decomposição ou fragmentação das rochas e dos solos, e de seus minerais associados por causa da ação dos efeitos biológicos, físicos e químicos resultantes de sua exposição aos agentes externos.

Horizonte B

Também chamado de horizonte E, é a camada mineral desenvolvida por meio de uma quantidade reduzida de matéria orgânica, pelo acúmulo dos compostos de ferro e de minerais resistentes, como é o caso do quartzo. É possível atingi-lo através das raízes mais profundas.

Tipos

O solo é um dos principais recursos naturais, pelo fato de que é dele que se origina a maior parte dos alimentos. Os diferentes tipos de solo são classificados de acordo com as variáveis de cor, a textura, porosidade, quantidade de matéria orgânica.

Seguem exemplos de alguns tipos de solo:

Solo arenoso

O solo arenoso tem uma média de 70% de areia em relação ao total de partículas sólidas. Esse solo tem textura leve e granulada e é composto por areia em maior parte e por argila em menor parte. Possui grandes poros entre os grãos de areia, por onde a água e o ar circulam com uma certa facilidade.

Solo argiloso

O solo argiloso tem pelo menos 30% de argila em sua composição de grãos. Esse solo tem partículas muito pequenas. Os espaços entre os grãos são bem pequenos também e assim retêm mais água. Geralmente, o solo argiloso fica encharcado depois da chuva e isso melhora a sua manipulação.

Solo árido

O solo árido é classificado assim por que ele é detectado em regiões onde existe pouca ocorrência de chuva em comparação com a temperatura. Esse solo não tem quantidade alguma de água na sua composição e geralmente, não se forma completamente.

Solo calcário

O solo calcário apresenta mais de 30% de calcário. Possui muito cálcio e/ou cal, material orgânico muito utilizado para construir casas.

Solo humoso ou orgânico

O solo humoso é conhecido também como terra preta. Esse solo é muito fértil porque é feito em sua maioria por matéria orgânica em decomposição. Ele é sugerido para utilização na agricultura e adubo de plantas em geral.

Solo latossolo

São tipos de solo compostos principalmente por material mineral, não são hidromórficos, ou seja, não são saturados de água. Normalmente são profundos, medindo dois metros de profundidade. Seus horizontes são pouco diferentes. Em geral, têm cores escuras que variam entre vermelhos e amarelados.

Solo lixiviado

O solo lixiviado é aquele que perdeu todos os seus nutrientes quando ocorre uma grande quantidade de chuva. Esse evento deixa o solo pobre em potássio e em nitrogênio.

Solo Siltoso

O Solo siltoso tem boa parte de suas partículas classificadas na fração silte. Normalmente eles são finos e muito erosivos. O silte não se integra e possui partículas muito pequenas e leves.

Resumo sobre tipos de solos

Existem diversos tipos de solo no mundo e todos são importantes para determinar diversos elementos, como: se o terreno é propício para agricultura, qual tipo de flora é adequado, entre outros.

Alguns detalhes como capacidade e aspectos dos variados tipos de solo resulta de vários elementos, a exemplo da matéria orgânica existente, a vegetação presente na área, o clima da região e o tipo de rocha que existe em sua base.

Alguns tipos de solo existentes no Brasil são: arenoso, argiloso, árido, calcário, humoso, latossolo, lixiviado e siltoso.

Voltar

Questões