Resumo de Português - Sinais de Pontuação

Os sinais de pontuação são utilizados como representação de pausas na fala, como no caso das vírgulas e dos pontos, ou para sinalizar entonações, como no caso da interrogação e exclamação. Além disso, há sinalizações que complementam a estética do texto, como é o caso dos parênteses, das aspas e do travessão.

História

Não há uma data específica para a implementação das pontuações na escrita, mas acredita-se que os sinais de pontuação surgiram durante a Idade Média, já que o hábito de ler era restrito desse período. Como na época não havia uma grande preocupação como a forma impecável da escrita, os símbolos gráficos foram sendo acrescentados ao longo da história. 

Tipos de Sinais de Pontuação

Ponto Final (.)

É usado na finalização de uma frase para sinalizar a conclusão de um raciocínio ou nas abreviações.

Exemplos:

  • Finalização de frase:

Não sei que horas irei para a faculdade.

  • Separação de períodos:

Hoje não haverá aula. Segunda-feira retornaremos.

  • Abreviação de palavras:

Sr.; adj.; obs.

Ponto de Interrogação (?)

O ponto de interrogação é usado para formulação de perguntas, que também pode ser expressado como indicação de surpresa.

Exemplos:

  • Pergunta:

Qual o melhor caminho para chegar no aeroporto?

  • Indicação de surpresa:

O quê? Como assim não fui chamado para o evento?

Ponto de exclamação (!)

O sinal de exclamação é bastante utilizado na finalização de frases que expressem algum tipo de emoção como: surpresa, irritação, alegria, tristeza, medo, etc. 

Exemplos:

Que terrível!

Nossa, que delícia!

Jura!

Vírgula (,)

A vírgula significa uma pausa no discurso, indicando que os termos separados não formam uma unidade sintática, apesar de estarem na mesma oração.

Exemplos:

  • Separar o vocativo:

Junior, vá ao mercado comprar um kg de feijão.

  • Separar apostos:

Carlos, meu sobrinho mais velho, passou na faculdade de direito.

  • Separar o adjunto adverbial antecipado ou intercalado:

Você, quase sempre, deixa a toalha na cama.

  • Separar elementos de uma enumeração:

No próximo feriado pretendo viajar para as cidades de Juazeiro, Vitória da Conquista e Camaçari.

  • Isolar expressões explicativas:

Faça um bolo de chocolate, ou melhor, de chocolate e morangos.

  • Separar conjunções intercaladas:

Não estarei presente, porém, deixei o material na mão de Vinícius.

  • Isolar o nome do lugar na indicação de datas:

São Paulo, 25 de janeiro de 2014.

  • Para separar as orações intercaladas:

Ficou doente, creio eu, por conta da chuva de ontem.

  • Para separar as orações substantivas antepostas à principal:

Quando me formarei, ainda não sei.

Ponto e vírgula (;)

O ponto e vírgula serve para separar várias orações dentro de uma mesma frase e para separar uma relação de elementos.

Exemplo:

Para preparar um pudim é preciso os seguintes ingredientes:

3 ovos;

1 lata de leite condensado;

1 lata de leite;

1/2 colher de farinha de trigo;

Parênteses ( )

Os parênteses são usados para isolar palavras, podendo até mesmo substituir a vírgula ou o travessão.

Exemplos:

Marcos Oliveira nasceu na cidade de Guarulhos (1987)

Em uma linda tarde primaveril (meu caçula era um bebê nessa época), ele veio nos visitar pela última vez.

Reticências (…)

As reticências são utilizadas para representar que o sentido do texto vai além do que está expresso na frase.

Exemplos:

Carlos gosta de comer salgadinhos, biscoitos, iogurtes, bolos….

Não sei… Preciso pensar no assunto.

Aspas (” “)

As aspas são utilizadas como forma de enfatizar algo (isolando palavras) e até mesmo servindo como indicativo para citação direta.

Exemplos:

Satisfeito com o resultado do vestibular, se sentia o “bom”.

Durante a reportagem, o entrevistado afirmou: “Não tenho culpa se já estava combinado que eu não participaria do jogo.”

Travessão (—)

O Travessão é utilizado para indiciar o início de um diálogo, assim como para substituir parênteses ou dupla vírgula.

Exemplos:

Muito descontrolada, Paula gritou com o marido: — Por favor, não faça isso agora! 

Maria – funcionária da prefeitura – aconselhou-me que fizesse assim.

Dois-pontos (:)

O sinal dois-pontos é utilizado para iniciar fala de personagens, anteceder enumerações ou até mesmo para dar sequência de palavras que exemplificam informações anteriores.

Exemplo:

Ela gritou: – Vá embora!

Esse é o problema dessa geração: tem liberdade, mas não tem responsabilidade.

Colchetes ({})

As chaves, também chamadas de colchetes, são um sinal gráfico usado para indicar algo relacionado a um mesmo grupo ou destacar a divisão de um assunto.

Exemplos

Múltiplos de 5: {0, 5, 10, 15, 20, 25, 30, 35,… }.

Números primos menores que 20: {2, 3, 5, 7, 11, 13, 17, 19}

Cores preferidas dos alunos: {azul, verde, preto, vermelho, rosa}

Importância dos sinais de pontuação

Uma frase, seja ela uma afirmação ou uma dúvida, só tem coerência em virtude dos sinais de pontuação. É através deles que a leitura fica mais fácil, colaborando para a compreensão do contexto e do intuito da expressão.

Obrigatoriedade na língua portuguesa

A pontuação é obrigatória na língua portuguesa, pois é através dela que a leitura fica compreensível. Quem não utiliza os sinais de pontuação da forma correta acaba dificultando a compreensão de quem recebe a mensagem.

Vale ressaltar que da mesma forma que a sua ausência dificulta o entendimento do receptor, o excesso de sinais também gera prejuízos ao texto.

Outros sinais de pontuação

Confira outros sinais que também podem ser vistos na Língua Portuguesa:

  • Apóstrofo
  • Asterisco
  • Hífen
  • Barra
  • Parágrafos
  • Meia-risca.

Voltar

Questões