Resumo de Português - Pronomes de tratamento

Os pronomes de tratamento são utilizados na língua portuguesa para fazer referência a segunda pessoa do discurso, ou seja, a quem se fala.

São, gramaticalmente, expressões classificadas como pronomes pessoais de tratamento, porque substituem o nome e cada uma delas trata o interlocutor levando em consideração a profissão ou o papel social.

Observe os exemplos abaixo:

  • Você quer sair comigo hoje? Perguntou o rapaz a sua namorada.
  • Por gentileza, sua excelência, o prefeito Paulo Mota pode tomar o assento no lugar reservado às autoridades, disse a chefe do cerimonial do evento.
  • Sua Majestade, Elizabeth II, passará com o carro real na principal avenida de Londres.
  • Sua Magnificência e todos os docentes da faculdade de medicina estarão presentes na solenidade de formatura dos alunos ?
  • Vossa Eminência vai celebrar a missa em homenagem a corpus christis hoje?

A palavra “você”, conforme consta no primeira frase, é um pronome de tratamento porque é o modo de tratar o interlocutor. Esse pronome é classificado como um tipo de tratamento familiar ou mais usual, utilizado nas situações comunicativas informais.

Analise esse outro exemplo abaixo:

  • Os investigadores da Comissão parlamentar de inquérito (C.P.I.) afirmaram que Vossa Excelência, o senhor presidente da república, agiu com justiça.

Nesse caso, o pronome de tratamento “vossa excelência” foi empregado na oração porque faz referência a um ator social do discurso que ocupa o maior cargo político do país, o de presidente da república.

Vale destacar que, em determinadas regiões brasileiras, principalmente nas cidades interioranas, a 2ª pessoa do pronome pessoal do caso reto, o “tu” é muito usado no lugar de “você”, mesmo sem as devidas concordâncias gramaticais. Veja no exemplo a seguir:

  • Tu vai aonde?

Os vários tipos de pronomes de tratamentos são utilizados na comunicação oral e na  escrita, como no e-mail, texto editorial, procuração, declaração e ata.

Continue lendo este artigo e conheça os tipos de pronomes de tratamentos e suas utilizações.

Tipos de pronomes de tratamento 

  • Senhor/senhora (Sr. ou Srª): utilizados para se referir aos contextos formais comunicativos, normalmente com pessoas que não fazem parte no círculo social do locutor.

Exemplo 1: Por gentileza, a senhora pode avaliar meu atendimento ao final da ligação? Perguntou a operadora de telemarketing.

  • Senhorita: forma de pronome usado para se referir às mulheres solteiras, normalmente em situações mais informais da comunicação.

Exemplo 2: A senhorita pode se dirigir ao guichê, informou o atendente do banco. 

  • Você: conforme dito anteriormente, é o pronome utilizado em contextos de fala informal. Pode ser substituído pela forma “tu” em alguns lugares do país.

Exemplo 3: Você quer pipoca, Luluzinha?

  • Vossa Senhoria (V.S.ª): utilizado nos eventos cerimoniosos para se referir às autoridades em geral, como políticos e secretários municipais e estaduais.

Exemplo 4: A advogada assim se pronunciou perante a juíza: – Peço a Vossa Senhoria que ouça o depoimento desta nova testemunha.

  • Vossa Excelência (V. Ex.ª): é utilizado para se referir às autoridades máximas das esferas do poder judiciário, legislativo e executivo, como os desembargadores dos Tribunais de Justiça dos estados brasileiros, e com alguns cargos da área militar, como os generais.

Exemplo 5: O  evento “Brasil sustentável” contou com a participação da Vossa Excelência, o Ministro das Relações Exteriores.

Atenção! Para fazer referência escrita ao presidente da república, o pronome não pode ser abreviado.

  • Vossa Magnificência (V.Mag.ª): utilizado para se referir aos reitores e reitoras da universidades federais e estaduais.

Exemplo 6: Vossa Magnificência da UFMG conduzirá a mesa redonda “Eleições e democracia” no auditório?

  • Vossa Santidade (V.S): é utilizado em referência apenas ao papa católico.

Exemplo 7: Vossa Santidade é muito querido pelos chilenos, disse os cardeais ao Papa.

  • Vossa Reverendíssima (V.Rev.ª): pronome utilizado para se referir aos sacerdotes.

Exemplo 8: Nossa expectativa é que as pregações de paz e amor de vossa reverendíssima, no Reino Unido, alcance todos os jovens.

  • Vossa Eminência: (V.Em.ª): pronome utilizado para se referir aos cardeais.

Exemplo 9: Solicito a Vossa Eminência, o cardeal de São Paulo, que envie notícias do Conclave à nossa sede.

  • Vossa Alteza (V.A): utilizada para se referir a príncipes e princesa.

Exemplo 10: O casamento da Vossa Alteza, o príncipe inglês William, com a plebeia Kate Middleton foi uma cerimônia reservada.

Fique sabendo! A forma verbal “vós” é um pronome da 2ª pessoa do caso reto e pouco utilizada como forma substantiva de tratamento nas linguagens litúrgica e literária.

Diferença entre os pronomes Sua e Vossa

As formas dos pronomes de tratamento “Vossa Majestade” e “Sua Majestade” têm diferença ao se referir ao rei.

Observe no exemplo abaixo:

  • Vossa Majestade pode me conceder seu perdão?

Nessa oração o emissor fala diretamente com o rei. Por isso, usa-se o “vossa”. Veja agora o outro exemplo abaixo:

  •  Sua Majestade precisa que se dirija à sala do trono.

Agora nessa frase o emissor fala do rei e não diretamente com ele. Nesse caso, emprega-se o “sua”.

A mesma lógica também ocorre com os seguintes pronomes de tratamento: vossa santidade, sua santidade, vossa excelência, sua excelência, vossa alteza e sua alteza.

Regras de concordância dos pronomes de tratamento

Os pronomes de tratamento quando utilizados em um dos gêneros textuais escritos exercem a função sintática, normalmente, de sujeito e de predicativo.

Veja nos exemplos seguintes:

  • Vossa Eminência e todos os padres da sede de Brasília foram unânimes com o afastamento do sacerdote Antônio Castelano, da paroquia Goiás.
  • Vossa Excelência, o governador de Santa Catarina não cumpriu com o acordo coletivo com o sindicato.
  • Vossa Magnificência, o professor Drº Carlos Almeida assinará todos os diplomas ainda este mês.

Observe que apesar dos pronomes de tratamento se referirem a 2ª pessoa, a concordância verbal é feita com a 3ª pessoa.

O vossa é um pronome da 2ª pessoal do plural que teoricamente deveria concordar como tal. Veja no exemplo:

  • Vossa senhoria estais melhor?

Nessa oração, a forma verbal “estais” está concordando com o “vossa”. Mas, a correta conjugação verbal dos pronomes de tratamento não ocorre dessa forma. Por isso, a oração está incorreta.

  • Vossa senhoria está melhor?

Esse exemplo corresponde à concordância verbal correta do pronome de tratamento.

Voltar

Questões