Resumo de Geografia - Pirâmide Etária

A pirâmide etária também pode ser chamada de pirâmide demográfica, que é uma representação gráfica indicadora da densidade demográfica de uma cidade, país ou região.

A evolução demográfica ao longo dos anos é representada por uma pirâmide que se molda ao formato do quantitativo dos grupos populacionais, levando em consideração a idade e o sexo. A representação do gênero masculino na pirâmide etária é indicada do lado esquerdo e do gênero feminino do lado direito.

 Tipos de pirâmides etárias

A pirâmide etária pode ser de quatro tipos. Veja:

  • Pirâmide etária envelhecida

Topo alargado evidenciando maior quantidade de idosos, comum em países desenvolvidos.

  •  Pirâmide etária jovem

A base larga aponta para o alto índice da taxa de natalidade, típico em países subdesenvolvidos.

  •  Pirâmide etária adulta

O corpo da pirâmide tende ao alargamento em razão da baixa taxa de natalidade e do maior número da população economicamente ativa. A pirâmide etária brasileira contém essas características.

  • Pirâmide etária rejuvenescida

O gradativo alargamento da base é resultado do aumento da natalidade estimulada pela fecundidade nos países desenvolvidos.

O que são os grupos populacionais?

  •  Populações jovens

São os grupos sociais com idade de 0 a 24 anos representados na base da pirâmide etária. O maior contingente desse grupo populacional concentra-se nos países subdesenvolvidos, com altos índices de crescimento vegetativo e baixa expectativa de vida.

  • Populações em fase de envelhecimento

A concentração de indivíduos dessas populações é típica nos países em fase de desenvolvimento. A faixa etária é entre 20 e 59 anos, embora ainda apresente considerável contingente de indivíduos com menos de 20 anos de idade.

  • Populações envelhecidas

Esses grupos populacionais concentram-se nos países desenvolvidos, sobretudo nos países do continente europeu. Nesses países o pioneirismo do processo de industrialização favoreceu melhores condições socioeconômicas da população e do aumento da expectativa de vida.

Característica da pirâmide etária

O formato da pirâmide etária ajusta-se ao quantitativo do grupo populacional predominante em cada país. Nos países desenvolvidos, por exemplo, o formato da pirâmide etária tende a ser retangular, com a base estreita e topo mais largo.

O maior número de idosos desses países e os baixos índices da taxa de natalidade caracterizam uma população com alta expectativa de vida. Já nos países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento o formato torna-se mais triangular, com a base mais larga e o topo mais estreito.

Importância da pirâmide etária

A pirâmide etária serve de importante instrumento para delinear políticas públicas para os grupos populacionais que as representam. Os dados apurados podem ajudar os governantes no investimento de áreas sociais específicas, como saúde pública e criação de novos empregos. Pois apontam para os índices da qualidade e da expectativa de vida, e das taxas de natalidade e de mortalidade.

A Itália é o segundo país do mundo com elevado número de idosos, segundo o informe do Instituto Nacional de Estatísticas (Istat) em 2017. E quanto maior a quantidade de idosos em um país, maior será a necessidade de investimentos em ações governamentais voltadas para a terceira idade, como atividade de recreação, cultura e lazer que favoreçam o envelhecimento saudável.

Taxa de natalidade

O número de nascimento obtido por ano para cada grupo de mil habitantes de um país corresponde a taxa de natalidade. E esse número é calculado através da seguinte fórmula:

Taxa de mortalidade

A taxa de mortalidade corresponde à quantidade de mortes ocorridas por ano para cada grupo de mil habitantes de um país. E o cálculo é obtido conforme a fórmula:

Pirâmide etária brasileira

Paulatinamente, nos últimos anos no Brasil, o formato da pirâmide etária da população brasileira tem se transformado. O estreitamento da base e o topo cada vez mais largo tem indicado o envelhecimento da população.

Os fatores que favoreceram para essa transição demográfica, lenta e gradual, foram os investimentos nas condições médico-sanitárias, a queda na taxa de natalidade e o melhoramento no acesso aos serviços públicos de saúde e educação. Outro importante fator foi o aumento da expectativa de vida da população.

Voltar

Questões