Resumo de Biologia - Obesidade

A obesidade é uma condição crônica que pode resultar em problemas cardíacos, respiratórios e diabetes. Crianças de até 12 anos também podem sofrer com essa condição e o tratamento envolve reeducação alimentar.

Considerada como uma epidemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS), essa condição é responsável por aumentar o volume de gordura em diversas partes do corpo humano. Ela é causada pelo consumo excessivo de calorias, maus hábitos alimentares, falta de exercícios físicos e até por predisposição genética.

Pessoas obesas têm maiores riscos de ter doenças cardiovasculares, apneia do sono e pressão alta, além de problemas digestivos e respiratórios.

O número de crianças e adultos com sobrepeso vem crescendo nos últimos anos, o que levou a Organização Mundial de Saúde a considerá-lo como um problema tão sério quanto a desnutrição.

Índice de Massa Corporal (IMC)

O IMC é uma a fórmula utilizada para descobrir casos de obesidade em crianças, adultos ou idosos. A equação leva em conta o peso e altura dos indivíduos e é calculada ao dividir o peso pela altura elevada ao quadrado.

Fórmula:
IMC = Peso (em kg) / altura²

Tabela IMC:

IMC Homem Mulher
Normal De 20 a 24,9 De 19 a 23,9
Leve De 25 a 29,9 De 24 a 28,9
Moderada De 30 a 39,9 De 29 a 38,9
Mórbida Mais de 43 Mais de 39

Pela tabela fica claro que:

•Se uma mulher tiver um IMC igual a 22, então ela estará com o peso dentro do ideal, mas se o Índice de Massa Corporal for igual a 33, então ela estará obesa;

•Se um homem tiver IMC de 28, estará com obesidade leve e com IMC maior que 43 ele terá com obesidade mórbida.

Causas do sobrepeso

O excesso de peso é gerado por hábitos alimentares incorretos e falta de exercícios físicos. Mas também pode ser resultado do estresse e distúrbios hormonais, problemas que fazem aumentar a ingestão de alimentos.

Questões genéticas também contribuem para a obesidade. Assim, muitas crianças com pais obesos têm 80% de chance de desenvolver essa condição.

Consequências

Pessoas com excesso de peso podem desenvolver outros tipos de doenças. Em muitos dos casos, o problema pode originar diversos outros tipos de enfermidades, entre os quais:

Diabetes

As diabetes tipo 2 é uma das doenças provocada pela obesidade. Isso se deve ao fato de que as causas que levam ao sobrepeso, também contribuem para a diabete. Como consequência, o corpo não consegue produzir o suficiente de insulina para enviar o açúcar para as células.

Dificuldades respiratórias

Pessoas com sobrepeso têm gordura acumulada sobre os pulmões, o que gera dificuldades para a entrada do ar. Além disso, caixa torácica não se expande adequadamente o que dificulta a respiração.

Infarto

Infarto agudo do miocárdio é outro risco que têm as pessoas com peso excessivo. Esse problema é consequência da ruptura na placa aterosclerótica – placa formada na parede dos vasos sanguíneos. O AVC (Acidente Vascular Cerebral) também está entre as consequências.

Apneia do sono

Distúrbio do sono, a apneia obstrui as vias aéreas enquanto a pessoa dorme. É provocada pelo estreitamento da passagem de ar, também uma das consequências do excesso de peso.

Tratamento

O tratamento para esse estado clínico passa por mudanças no estilo de vida e reeducação alimentar. Entre eles:

•Acompanhamento nutricional;
•Realização de exercícios físicos;
•Tratamentos médicos;
•Tratamento cirúrgico (redução do estomago).

Tipos de obesidade

A obesidade é classificada em três tipos de obesidade. Segue explicação de cada um deles:

Androide

É predominantemente o tipo relacionado aos homens, mas também pode ser encontrado em mulheres na menopausa. É conhecido como obesidade central e está associada ao formato da maçã.

É uma variação de alto risco, já que as células gordurosas ficam acumuladas na região abdominal, o que eleva o risco de doenças cardiovasculares e de morte.

Ginecoide

Também chamada de periférica, esse tipo está associado à imagem de uma pera. É mais frequente nas mulheres por ter relação com o hormônio feminino (estrogênio).

Nesse caso há um acúmulo de gordura nas nádegas, cintura, coxas e quadris. Também aumenta a ocorrência de varizes e artrose.

Homogênea

É o tipo no qual a gordura fica distribuída pelo corpo. Ou seja, se localiza tanto na região superior quanto inferior do corpo e também na parte abdominal.

Obesidade no Mundo

Por causa do grande crescimento de obesos no mundo, a OMS começou a considerar o sobrepeso como uma um problema de saúde pública e que atinge tanto os países desenvolvidos quanto subdesenvolvidos. Até o Japão, considerado como um país de pessoas saudáveis, já tem surto de obesidade.

 

Obesidade infantil

É um problema que também atinge crianças de até 12 anos de todo mundo. Como nos adultos, o excesso de peso é resultado da má alimentação ou até predisposição genética e pode acarretar diversos problemas respiratórios e cardíacos.

Uma em cada três crianças estão com sobrepeso no Brasil e se nenhuma medida for tomada o número pode a 11,3 milhões em 2025.

Voltar

Questões