Resumo de Biologia - Menstruação

A menstruação marca o início da vida fértil da mulher, ou seja, quando ela pode engravidar. O útero, órgão feminino que abriga o embrião durante a gravidez, tem uma camada interna chamada endométrio, que é uma espécie de tecido que fica nas paredes internas do útero.

A menstruação é justamente o processo provocado pela "descamação" do endométrio, que causa um sangramento. A primeira menstruação recebe o nome de menarca e a última menstruação recebe o nome de menopausa.

Ciclo menstrual

Existe a menstruação (sangramento) e o ciclo menstrual (período menstrual). O ciclo menstrual é um fenômeno biológico que ocorre em mulheres na qual a principal característica é a menstruação.

Tal fenômeno possui um caráter cíclico que ocorre como resultado direto de variações das concentrações hormonais secretadas pelo eixo hipotálamo-hipófise-gonadal.

Fases do ciclo menstrual

O ciclo menstrual, que é do período que ocorre uma menstruação até o início de outra, divide-se em três fases:

  • Folicular: esta é a primeira fase do ciclo, que se inicia no primeiro dia da menstruação e dura entre 5 a 12 dias. Nesta fase o cérebro aumenta a produção do hormônio folículo-estimulante (FSH), que leva os ovários a amadurecer seus óvulos.

Com esse amadurecimento, o ovário começa também a liberar maiores quantidades de estrogênio, que é outro hormônio, responsável por tornar o revestimento do útero pronto para uma possível gravidez.

  • Ovulatória: nesta fase, os níveis de estrogênio continuam aumentando e levam o corpo a produzir o hormônio luteinizante (LH), que é responsável por selecionar o óvulo mais maduro e fazê-lo sair do ovário, que é quando ocorre a ovulação, geralmente, por volta do dia 14 do ciclo.

Depois de liberado, o óvulo viaja pelas trompas até chegar ao útero. Normalmente, o óvulo sobrevive por 24 horas fora do ovário e, por isso, se entrar em contato com espermatozoides, pode ser fecundado. Uma vez que os espermatozoides podem durar até 5 dias dentro do corpo da mulher, é possível que se, a mulher tiver relações até 5 dias antes da ovulação, possa engravidar.

O uso de anticoncepcionais hormonais evita a ovulação, ou seja, a liberação de óvulos pelos ovários devido à supressão da secreção das gonadotrofinas.

  • Lútea: esta fase acontece, em média, nos últimos 12 dias do ciclo e, durante esses dias, o folículo, deixado pelo óvulo dentro do ovário, começa a produzir progesterona em maior quantidade, para continuar preparando o revestimento do útero para o caso de uma possível gravidez. Além disso, também existe um aumento na produção de estrogênio e, por isso, algumas mulheres podem apresentar sensibilidade nos seios, mudanças de humor e até inchaço.

Quando a fecundação não acontece, o folículo vai encolhendo dentro do ovário e, por isso, os níveis de estrogênio e progesterona vão diminuindo até que o revestimento do útero seja eliminado, dando início à menstruação e ao próximo ciclo menstrual.

Se ocorrer a fecundação, o óvulo fica grudado nas paredes do útero e o corpo começa a produzir hCG, um hormônio que mantém o folículo produzindo estrogênio e progesterona em níveis elevados para manter o revestimento do útero até à formação da placenta.

O ciclo menstrual dura em média 28 dias, com repetições de todos os processos. Para algumas o ciclo é um período menor e para outras maior. O fluxo menstrual também varia de mulher para mulher, entre 5 e 10 dias. Em um ciclo de 28 dias, a ovulação deve ocorrer no 14º dia após o primeiro dia de menstruação.

O órgão reprodutor feminino consiste em dois ovários, duas trompas, um útero e uma vagina. As mulheres possuem um número contado de óvulos estocados nos ovários, por isso, depois de uma determinada idade não conseguem mais engravidar.

TPM – Tensão Pré-menstrual

São sintomas e sensações que ocorrem com as mulheres antes da menstruação. Nem todas sofrem com esse problema. Existem vários tipos Tensão Pré-Menstrual (TPM), podendo ser mais ou menos intensas uma das outras.

A TPM é dividida em alguns tipos:

  • TPM A: está relacionada com a ansiedade. Os principais sintomas são: tensão, dificuldade para dormir, alterações de humor, irritabilidade, desatenção.
  • TPM C: está relacionada, principalmente, à compulsão alimentar. Os principais sintomas são: compulsão por doces ou salgados, vontade de comer comidas diferentes e dores de cabeça.
  • TPM D: está relacionada com a depressão. Os principais sintomas são: raiva sem razão, sentimentos perturbadores e violentos, pouca concentração, lapsos de memória e baixa autoestima.
  • TPM H: está relacionada, principalmente, à retenção de líquidos. Os principais sintomas são: ganho de peso, inchaço abdominal, inchaço e sensibilidade nas mamas, inchaço nas extremidades do corpo (como mãos e pés).
  • TPM O: está relacionada a outros tipos de sintomas. Os principais sintomas são: alterações nos hábitos intestinais, fogachos ou sudoreses frias, aumento da frequência urinária, dores generalizadas (incluindo cólicas), náuseas, acne, reações alérgicas, infecções do trato respiratório.
Voltar

Questões