Resumo de Biologia - Genes Dominantes e Recessivos

O corpo humano possui cerca de 10 trilhões de células que integralmente trabalham. Por isso é pluricelular. Cada célula do corpo humano possui genes diferentes que são ativados e outros desativados. Eles são classificados como genes dominantes e recessivos.  

O que são genes?

Os genes são unidades genéticas constituídas por um segmento do DNA responsável pela hereditariedade. As características humanas são oriundas das cópias de um gene dos genitores, ou seja, um gene do pai e outro gene da mãe. Essas características tanto podem ser físicas e comportamentais, como de constituição genética de cada indivíduo.

Os genes dominantes e recessivos são responsáveis pela determinação das características fenotípicas e genotípicas de cada pessoa. Também são responsáveis pela pela manifestação de algumas doenças no corpo humano.

O gene dominante é predominante geneticamente porque não necessita do seu par de alelo dominante para determinar as características hereditárias. Já os genes recessivos se manifestam somente quando estão duplamente presentes no código genético.

Funcionamento dos genes recessivos e dominantes

As características humanas, como olhos azuis e cabelos loiros, somente se manifestam no indivíduo quando os genes recessivos estão presentes duplamente nos cromossomos homólogos, representados simbolicamente com as letras minúsculas (a exemplo de vv e bb).

As características humanas como olhos escuros e lábios grossos são predominantes e são manifestações genéticas dos genes dominantes.  

Os genes dominantes podem ser classificados de dois tipos. Veja:

  • Dominante homozigoto puro

Na simbologia genética a representação é feita com letras maiúscula, a exemplo de AA, BB, VV.

  • Dominante heterozigoto híbrido

Na simbologia genética a representação é feita com uma letra maiúscula e uma minúscula, como Aa, Bb, Vv.

Por que os genes são chamados de alelos?

Os genes dominantes e recessivos são compostos de pares dos segmentos do DNA (ácido desoxirribonucleico) e encontram-se nos mesmos cromossomos homólogos. Por isso, são chamados de genes alelos e podem ser classificados como: genes alelos dominantes e genes alelos recessivos.   

O local onde se localizam os genes dominantes e recessivos é chamado de lócus.

Genes alelos dominantes

São genes expressos simbolicamente pelas letras maiúsculas como AA, BB e VV e as características externas do indivíduo, sejam elas morfológicas, fisiológicas e comportamentais, ou seja, o fenótipo expressa-se em heterozigose.  

Genes alelos recessivos

São genes expressos simbolicamente pelas letras minúsculas como aa, bb e vv e as características também fenotípicas se expressam em homozigose.

Características dos genes alelos:

  • Homozigotos

 Indivíduos com dois genes alelos iguais (AA ou aa).

  • Heterozigotos

Indivíduos com dois genes alelos diferentes (Aa).

Características genéticas dominantes

São características expressas em seres homozigotos (AA) e heterozigotos (Aa).  Manifestam-se nas características físicas da maioria dos indivíduos como nariz aquilino, lábios grossos, cabelos e olhos escuros, e polegar curvado.

Características genéticas recessivas

São características expressas somente em seres homozigotos puros (aa). Para a manifestação dessas características é preciso a presença dos dois pares de genes alelos recessivos. Podemos citar os olhos azuis, nariz reto, polegar reto e o tipo sanguíneo negativo. 

Doenças do gene alelo dominantes

Os genes dominantes são determinantes nas características hereditárias mesmo sem o seu par de alelo dominante, ou seja, mesmo que de forma simples no genótipo. São responsáveis também por algumas doenças. Como:

  • Polidactilia: Anomalia caracterizada pelo aumento no números de dedos.
  • Doença de Huntington: Doença hereditária causadora da morte das células do cérebro.
  • Doença de von Hippel: Síndrome rara provocada pela mutação do gene VHL que causa quistos e neoplasias múltiplas. 

Doenças do gene alelo recessivo

Os genes recessivos prevalece quando ocorre um arranjo homozigoto.  Normalmente estão relacionados a manifestação das cores, como as dos olhos e da pele. Entretanto, podem ainda ser responsáveis por doenças causas pelos genes recessivos anormais. Veja abaixo algumas doenças:

  • Daltonismo: Trata-se da alteração na percepção visual no reconhecimento das cores.
  • Albinismo: Distúrbio genético que impacta a produção de melanina, ou seja, a pigmentação da cor de cada pessoa.
  • Miopia: Corresponde a uma deficiência visual que impede a percepção da visão a longa distância.
  • Hemofilia: É uma doença genética que impede a coagulação sanguínea.

Os experimentos de Gregor Mendel

O biólogo botânico Gregor Mendel, em 1865, realizou pesquisas e experimentos para compreender as similaridades e diferenças da hereditariedade. As pesquisas de Mendel foram realizadas com ervilhas verdes e amarelas, e através do cruzamento delas nomeou os resultados de Geração F1 e Geração F2.

Os achados dessa experiência classificou as características dominantes e as características recessivas. As características predominantemente expressas tiveram a nomenclatura com as letras maiúsculas e as recessivas com as letras minúsculas. Conforme abaixo exemplo abaixo:

  • AA – Homozigoto dominante
  • Aa – Heterozigoto
  • aa – Recessivo
Voltar

Questões