Resumo de Português - Discurso direto, indireto e indireto livre

Discurso direto, indireto e indireto livre são tipos de discursos usados na narrativa para introduzir as falas e as ideias dos personagens. O uso do discurso direto, indireto e indireto livre pode variar de acordo com a intenção do narrador.

Saber a diferença do discurso direto, indireto e indireto livre é fácil, mas pode complicar se você não estiver atento aos detalhes da gramática. Isso porque existem diferentes formas de um discurso direto ou indireto.

Discurso direto, indireto e indireto livre

Veja a seguir como é usado o discurso direto, indireto e indireto livre e suas características:

Discurso direto

O discurso direto é aquele em que o narrador reproduz a fala de outra pessoa ou personagem, separando-a em duas. Para isso, é necessário o uso das aspas, dois pontos ou travessão de diálogo, símbolos que ajudam a identificar quem é o locutor.

Exemplo:

Acusado de corrupção, o presidente finalizou seu discurso de defesa brandindo os braços, em tom novelesco:

– “Não cometi crime algum! Deus é testemunha! Minha inocência será provada!”.

Discurso indireto

No discurso indireto o narrador diz, ele próprio, o que a outra pessoa ou personagem falou.

Exemplo:

Ao finalizar sua defesa o presidente acusado reafirmou não ter cometido crime algum e se disse convicto de que a justiça o absolverá e que Deus o testemunhou, sem perceber que colocara Deus em posição subalterna e acessória.

Discurso indireto livre

Nesse discurso, o narrador, além de dizer o que outra pessoa ou personagem disse, assume o lugar da outra pessoa em seus sentimentos, desejos, receios, pensamentos, enquanto coloca sua própria narrativa. No discurso indireto livre ocorre uma mistura dos discursos direto e indireto.

Exemplo:

Após encerrar sua defesa, o presidente sorria largamente, pensando estar livre das acusações contra ele, chegou mesmo a achar que podia comemorar.

Mudança do discurso direto para discurso indireto

Agora que você já conhece o discurso direto, indireto e indireto livre confira como é feita a mudança do discurso direto para o indireto.

Mudança das pessoas do discurso

  • A 1° pessoa no discurso direto altera para a 3° pessoa no discurso indireto. Portanto, os pronomes eu, me, mim, comigo no discurso direto são substituídos por ele, ela, se, si, consigo, o, a, lhe no discurso indireto.
  • Os pronomes nós, nos, conosco no discurso direto são substituídos por eles, elas, os, as, lhes no discurso indireto.
  • Os pronomes meu, meus, minha, minhas, nosso, nossos, nossa, nossas no discurso direto são tocados por seu, seus, sua e suas no discurso indireto.

Alteração de tempos verbais

  • O presente do indicativo no discurso direto se altera para pretérito imperfeito do indicativo no discurso indireto.
  • O pretérito perfeito do indicativo no discurso direto se altera para pretérito mais-que-perfeito do indicativo no discurso indireto.
  • O futuro do presente do indicativo no discurso direto se altera para futuro do pretérito do indicativo no discurso indireto.
  • O presente do subjuntivo no discurso direto se altera para pretérito imperfeito do subjuntivo no discurso indireto.
  • O futuro do subjuntivo no discurso direto se altera para pretérito imperfeito do subjuntivo no discurso indireto.
  • Imperativo no discurso direto se altera para pretérito imperfeito do subjuntivo no discurso indireto.

Modificações na pontuação das frases

No discurso direto as frases interrogativas, exclamativas e imperativas se alteram para frases declarativas no discurso indireto.

Alteração dos advérbios e adjuntos adverbiais

  • No discurso direto, a palavra “ontem” passa para “no dia anterior” no discurso indireto.
  • As palavras "agora e hoje" no discurso direto se modificam para "naquele dia e naquele momento" no discurso indireto.
  • No discurso direto, a palavra “amanhã” passa para “no dia seguinte” no discurso indireto.
  • No discurso direto, "aqui, aí, cá" alteram para "ali e lá" no discurso indireto.
  • No discurso direto, “este, esta e isto” se modificam para “aquele, aquela, aquilo” no discurso indireto.

Exemplos da transformação do discurso direto para o discurso indireto

Depois de conhecer o discurso direto, indireto e indireto livre, veja a seguir como é feita a transformação do discurso direto para o discurso indireto:

  • Discurso direto:

Eu comecei minha nova rotina ontem.
Vou ali agora e volto rápido.
Nós trabalharemos amanhã.

  • Discurso indireto:

Ela disse que começara nova rotina no dia anterior.
Ele disse que ia lá naquele momento e que voltava rápido.
Eles disseram que trabalhariam no dia seguinte.

Discurso indireto livre em “Vidas Secas”

O romance “Vidas Secas” aborda a vida pobre de uma família sertaneja, que era obrigada a se mudar constantemente por causa da seca. O romance faz parte da segunda fase do Modernismo, conhecido como regionalista, e é uma das obras mais famosas da época.

A forma como o autor Graciliano Ramos se expressa, principalmente por meio dos poucos adjetivos, parece transmitir a aridez do ambiente e as consequências sobre as pessoas que vivem ali.

Nesse livro, o autor utiliza bastante a temática regionalista, o discurso indireto livre, narrativa não linear e nomes dos personagens. Isso ajuda a confirmar a denúncia das mazelas sociais.

O discurso indireto é usado de forma híbrida em que as falas dos personagens se misturam a fala do narrador na terceira pessoa.

Essa foi a forma usada para que a voz dos marginalizados pudesse participar da narração, sem que assumissem a responsabilidade de dirigir a narrativa de forma integral.

O que é discurso direto, indireto e indireto livre?

Esses discursos são usados em narrações, para produzir os efeitos necessários nas histórias e em falas de personagens.

No discurso direto, o narrador reproduz a fala de outro personagem, enquanto no discuso indireto, é o próprio narrador quem reproduz o que disse o outro personagem.

Por fim, no discurso indireto livre, o narrador reproduz a fala da outra pessoa, e expressa elas com os sentimentos do personagem.

Exemplos de discurso direto, indireto e indireto livre

Discurso direto

  • No casamento os noivos disseram: “Sim, eu aceito”.

Discurso indireto

  • Então, juntos, os noivos disseram sim.

Discurso indireto livre

  • Emocionados, Marta e Paulo deram as mãos. As lágrimas rolavam em seus rostos quando, juntos, disseram sim.
Voltar

Questões