Resumo de Português - Dicas de Redação

Orientações que podem te ajudar a ter uma boa nota no vestibular

Quem vai prestar um vestibular sabe o quanto a redação é importante. Por isso, separamos algumas dicas de redação práticas que podem te ajudar a produzir um bom texto e garantir a pontuação necessária para ingressar no Ensino Superior. Geralmente, o texto dissertativo-argumentativo é um dos gêneros textuais mais cobrados nas provas, inclusive no Enem, que é o maior vestibular do Brasil. Mas, neste artigo, nós resolvemos trazer dicas de redação para que você se saia bem na prova independente do gênero cobrado. Vamos começar? 


10 dicas de redação práticas

Existem algumas dicas de redação que são comuns a todos os textos como, por exemplo, manter a coesão e coerência durante a escrita, amarrar bem todos os tópicos do texto, estar atento às regras gramaticais, enfim, essas são as orientações básicas que aprendemos até na escola.
Mas quem tem outros objetivos, como entrar na universidade, por exemplo, precisa desenvolver as ideias de forma organizada. Por isso, separamos com muito cuidado algumas dicas de redação que vão dar um “” no seu texto. 

Dica 1: Procure provas anteriores da universidade que pleiteia uma vaga

Por que é importante conhecer o vestibular da universidade? Quanto mais provas você analisar, mais familiarizado com o modelo de avaliação você ficará. Da mesma forma, aumentam as chances de saber quais são os temas possíveis da redação. Um outro aspecto importante é que ao seguir essa dica, você conseguirá entender como a correção das redações são feitas. Assim, você pode evitar erros e perder pontos para a avaliação final. 
Também é importante atentar-se aos editais e às cartilhas de informação da prova. Alguns vestibulares costumam liberar modelos de textos que ganharam nota máxima nas últimas edições. Atualmente, há vários canais no YouTube nos quais as pessoas que realizaram as provas nas edições anteriores mostram como conseguiram alcançar a maior nota no vestibular. 

Dica 2: Esteja atento às instruções da redação


À primeira vista essa orientação parece meio boba não é? Mas essa é uma dica muito importante, pois muitas vezes deixamos passar alguma informação e ela acaba fazendo muita diferença no final da avaliação. Imagina que você pula a parte das instruções e vai direto para o tema. No meio do seu texto percebe que só você está escrevendo com caneta preta e todos os demais com caneta azul. Daí você volta lá nas orientações e encontra: “A redação deve ser redigida com caneta azul”. E agora? Geralmente não há o que fazer, os vestibulares não costumam fornecer mais de uma folha de redação. E de repente todo o seu estudo e esforço vai por água abaixo porque você pulou uma parte importante. Por isso, leia atentamente antes de iniciar a prova, certo? 


Dica 3: Escolha um bom título


Depois de ler as instruções, você já sabe se o título da redação é obrigatório ou opcional. Quando for obrigatório tenha em mente que o título de uma redação deve ter duas características: chamar a atenção do leitor e resumir o assunto que será tratado. Como o título apresenta um apanhado de tudo, deixe para escrevê-lo após concluir o texto. Pois, imagine que se no meio do texto suas ideias mudarem e no final você percebe que o título não tem relação alguma com o corpo do texto? Por isso, só escolha um título depois de ler toda a redação.


Dica 4: Cuidado com as gírias e abreviações da internet


“Vc” “td” “mto” “pq” – esses termos pertencem ao ambiente virtual e jamais devem sair dele. Como estamos em uma era digital, utilizamos essas abreviações muitas vezes no dia a dia e nem sempre percebemos que transferimos essa linguagem para outros ambientes. Parece brincadeira, mas se você procurar na internet vai encontrar exemplos de redações que apresentaram esses termos. Por isso, tenha atenção e se policie, observe se a ortografia de cada palavra utilizada no texto está correta e evite prejuízos. 


Dica 5: Clichês e chavões


A palavra clichê refere-se a algo que já foi repetido tantas vezes que perdeu a originalidade. O termo chavão também, ele é utilizado para dar a ideia de que aquele pensamento já está desgastado, caiu no senso comum. Ao construir um texto, seja criativo e original. Busque apresentar ideias sob um novo ponto de vista, mas que estejam bem fundamentadas. Inclusive, esse elemento faz parte de uma das dicas de redação mais importantes, a argumentação. 


Dica 6: Selecione bom argumentos


Geralmente, a introdução de uma redação já apresenta ao leitor o tema e a linha de raciocínio do autor. É no desenvolvimento do texto que ele busca convencer o leitor de sua ideia, mas, para isso, ela precisa estar bem fundamentada. Por isso, selecione argumentos de autoridade. Use exemplos, apresente dados de fontes seguras, como órgãos oficiais, compare um mesmo acontecimento em épocas diferentes ou regiões diferentes, observando a causa e os efeitos desse ocorrido, escolha um bom embasamento teórico, enfim, esteja munido de boas estratégias argumentativas. Lembre-se que o seu objetivo é o de convencer quem está lendo!


Dica 7 – Evite generalizações e achismos


Essa dica é parceira da anterior. A diferença é que a generalização e o achismo é o oposto dos bons argumentos. Quem escreve um texto com base em “vozes da minha cabeça” ou informações sem procedência compartilhadas nas “correntes de whatsapp e grupos de facebook” demonstra total falta de conhecimento do assunto. Quando você generaliza acaba colocando tudo em uma mesma classe. E o que dizer sobre o achismo? Você confessa que não estudou, não conhece nada sobre o tema, não teve acesso às informações confiáveis, mas acha que tem capacidade de falar sobre o assunto. Isso é terrível! 


Dica 8 – Escreva em uma linguagem acessível


Um erro muito comum de quem vai prestar o vestibular é o de achar que mostrar uma linguagem rebuscada vai fazer com que a nota seja maior, quando na verdade não é bem por aí! Que bom que você tem o domínio da língua culta, parabéns! Mas será que o seu texto pode ser lido e entendido por qualquer pessoa? Ou ele parece um daqueles romances do início do século XIX cheio de “por obséquios”? Se os termos escolhidos prejudicarem a leitura e compreensão da mensagem, é melhor eliminá-los. Os corretores agradecem! 


Dica 9 – Escreva na voz ativa


A voz ativa é direta e pode ser entendida com mais facilidade, além de evitar ambiguidade. Na voz passiva o texto pode ficar muito pessoal. 


Dica 10 - Faça uma boa conclusão


A conclusão de uma redação deve apresentar uma proposta de intervenção. Se ao longo do texto você falou sobre as causas, consequências e desafios, no final você precisa inserir um plano de ação para aquele problema. 


Então, já está pronto para ganhar a nota máxima na redação? Que tal algumas dicas de redação extras? 


Escreva com letra legível – não vai adiantar escrever a melhor redação se o corretor não consegue entender absolutamente nada do que está no papel. Por isso, mostre para ele que todo aquele tempo fazendo caligrafia valeu a pena. 


Utilize conectivos na redação – os conectivos deixam o texto com mais coesão e coerência. Sendo assim, use as preposições e as conjunções ao longo do texto, não tenha medo de investir no: mas, ademais, no entanto, entretanto, contudo, porque. Mas evite repeti-los.

Voltar

Questões