Resumo de Português - Como fazer o desenvolvimento de uma redação

Confira dicas para elaborar os parágrafos mais importantes do texto

Como fazer o desenvolvimento de uma redação que pode ser nota 1000 no Enem? Esse é o desejo de muitos estudantes que pleiteiam uma vaga universitária, afinal o resultado da prova dissertativa pode ser um diferencial e tanto na seleção.
Uma das partes mais importantes de uma produção textual é a argumentação utilizada para defender seu ponto de vista sobre o assunto. Uma dica primordial para que o texto apresente um conteúdo completo e impressione o leitor é organizar suas ideias de forma lógica e coesa. Confira a seguir alguns passos importantes para ajudá-lo a criar o “corpo do texto” completo e bem estruturado.


Estrutura do desenvolvimento e conclusão

O desenvolvimento é um dos elementos que compõem a estrutura de uma redação. Seguido da introdução, essa é a parte do texto em que você deverá embasar as ideias apresentadas anteriormente. Por isso, é importante buscar informações sobre o tema e selecionar os tópicos que considera mais importante.
Um texto dissertativo-argumentativo, que é o modelo mais cobrado nas provas de vestibular e Enem, exige que o autor apresente argumentos consistentes acerca do assunto. Sendo assim, estruturar os parágrafos para facilitar esse processo de convencimento do leitor é uma boa maneira de como fazer o desenvolvimento de uma redação.
Como o número máximo de linhas exigidas nos processos seletivos costuma ser 30, evite apresentar muitas ideias. Geralmente dois tópicos são suficientes para desenvolver um bom texto. Dessa maneira, é possível dividir sua redação em dois parágrafos de desenvolvimento.
A afirmação ou tópico frasal costuma ser o primeiro parágrafo utilizado para abordar a ideia central do tema. É um período utilizado para resumir os argumentos que serão desenrolados em seguida. Por isso, a frase deve ser curta e objetiva.
Em seguida, inicia-se a explicação dos tópicos citados e ao longo do desenvolvimento é permitido e interessante citar exemplos relacionados ao tema. Pode ser um livro, filme, fala de alguém renomado, dados estatísticos ou algum assunto atual que enriqueça ou fundamente os seus argumentos. Vale destacar que as partes do texto devem estar interligadas e seguir uma ordem cronológica dos fatos, então o uso de conectivos é fundamental.
E, por fim, a conclusão! Nessa parte da redação você deverá fazer o desfecho do texto, apresentando uma síntese do que foi abordado na introdução e desenvolvimento. É imprescindível que o autor se posicione dentro do contexto, revelando soluções ou resultados para os possíveis problemas.

¿

Como fazer o desenvolvimento de uma redação: tipos de argumentos

Em uma redação, além de dominar o assunto, o autor precisa apresentar ideias convincentes ao longo do texto. Para dar respaldo às propostas apresentadas, deixar a leitura mais atrativa e, claro, persuadir o leitor, selecionamos algumas estratégias de argumentos para você que tem dificuldade ou ainda não sabe como fazer o desenvolvimento de uma redação.
Argumento por Exemplificação: uma das maneiras mais simples de fundamentar sua opinião. Esse é um recurso argumentativo que pode ser utilizado com o intuito de deixar o ponto de vista mais compreensível. Geralmente, costuma-se utilizar alguns termos como: para contextualizar, por exemplo, a título de exemplificação, como acontece no caso, etc.
Argumento por Comparação ou Analogia: Como o próprio nome sugere, são feitas analogias com obras literárias, filmes, novelas, séries de TV, etc. Ao escolher essa estratégia, o autor do texto revela uma semelhança ou diferença do assunto abordado com outra situação existente.
Argumento por alusão histórica: apesar de muito parecido com o recurso anterior, essa estratégia diz respeito a uma comparação específica do argumento com um fato histórico. A intertextualidade é a palavra-chave desse tipo de argumento, em que o autor da redação deverá tecer uma opinião crítica em relação ao recorte histórico escolhido.
Argumento por evidência (ou por comprovação): o uso de dados estatísticos ou informações de domínio público divulgadas em pesquisas de órgãos importantes, são excelentes alternativas para respaldar o seu ponto de vista na redação. Contudo, vale ressaltar que, ao optar por este tipo de argumento, a fonte das informações utilizadas no texto deve ser citada.
Argumento de autoridades: esse opção de argumento está relacionada a citação direta e indireta de fontes consideradas confiáveis sobre o assunto, como um especialista renomado. 
Enumeração: refere-se à listagem de fatos que ratificam a sua tese. Termos como primeiramente, outro fator importante, além disso, ademais, etc, costumam ser utilizados nesse contexto.
Voltar

Questões