Resumo de Biologia - Clorofila

Estrutura, tipos e benefícios para a saúde

A clorofila é um pigmento encontrado em algas verdes, unicelulares, plantas e em algumas bactérias, a substância faz com que esses organismos apresentem a coloração verde. 
O componente em si não possui essa pigmentação, porém por sua capacidade de absorver a luz vermelha, azul e violeta, acaba refletindo a cor verde, por isso, os seres que possuem clorofila em sua composição têm a cor esverdeada.

Finalidade do Pigmento

O nome clorofila tem origem grega , verde + , folha = verde-folha. A substância recebe esse nome justamente por atribuir uma coloração esverdeada às plantas, algas, algumas bactérias, árvores e vegetais, como brócolis e espinafre.
Mas a principal função da clorofila não é garantir a cor verde, mas realizar a absorção de luz nos seres fotossintetizantes, pois é por meio da fotossíntese que esses organismos produzem seu próprio alimento.
No processo, as plantas retiram o gás carbônico (um poluente) da atmosfera e usam a energia solar, que é absorvida por meio da clorofila. As algas também obtêm energia do Sol da mesma forma. 
Essa troca, que ocorre durante a fotossíntese, possibilitou a vida na Terra tal qual conhecemos hoje, pois a atividade garantiu a formação da camada de ozônio, uma barreira que protege a terra contra a radiação ultravioleta (UV).
Dessa forma, a clorofila é essencial para a manutenção do oxigênio disponível no planeta e também para todas as formas de vida terrestre.

Estrutura e tipos

Quanto à estrutura da clorofila, pode-se dizer que ela é um tipo de porfirina, ou seja, pertence a uma classe de moléculas orgânicas, com uma estrutura geral de macrociclo tetrapirrólico. 
Isso quer dizer que ela é formada por quatro anéis pirrólicos e um anel isocíclico, ligados entre si por pontes metilênicas. E na parte interior da molécula, há um átomo de magnésio combinado aos anéis.
Quanto aos tipos, pode-se dizer que a clorofila é um grupo de pigmentos que existe em diferentes espécies de organismos, mas que se divide em três classes principais: Clorofila A, B e C. Porém também podem ser encontradas as: bacterioclorofila e a clorofila .
Observe abaixo as características dos principais tipos de clorofilas
Clorofila A - Presente nas cianobactérias e em organismos eucariontes que têm a capacidade de realizar fotossíntese. Também é responsável por 75% da pigmentação dos vegetais.
Clorofila B - Esse tipo está presente em algas euglenófitas (comumente encontradas em água doce), algas verdes e plantas. Ao contrário da “A”, a clorofila B faz uma participação secundária na fotossíntese, sendo apenas um pigmento complementar, permitindo que a faixa de luz solar utilizada no processo seja ampliada.
Clorofila C: Um tipo presente em algas pardas ou castanhas e diatomáceas (microalgas). O tipo “C” age como substituto da clorofila B.
Bacterioclorofila: Coloração que faz parte das bactérias púrpuras ou fotossintéticas roxas.
Clorofila : Presente nas bactérias verdes sulfurosas.

Benefícios da clorofila para a saúde humana

Obviamente, a clorofila é essencial para a manutenção da vida na Terra, mas além de fazer parte e contribuir para a preservação dos organismos fotossintetizantes, a molécula também possui múltiplas funcionalidades benéficas para o corpo humano, auxiliando diretamente na manutenção da saúde.
Há alguns anos, os estudos sobre a substância estavam voltados para a sua ação na fotossíntese e todo o processo de absorção de calor. Hoje em dia, as pesquisas têm se ampliado para outros campos, como o da alimentação, por exemplo.
Atualmente, as pessoas têm investido cada vez mais na ingestão de vegetais verdes na dieta, pois eles contêm clorofila. E sabe-se que esse componente possui várias propriedades que estão diretamente associadas a diminuição no risco de doenças.
  • Propriedades antioxidantes - Os antioxidantes presentes na clorofila ajudam a combater os radicais livres. Quando produzidos em grande escala, os radicais livres podem provocar atividades degenerativas, como atacar células saudáveis do organismo e enfraquecer o sistema imunológico. Daí os antioxidantes surgem justamente para proteger as células contra os efeitos danosos causados pelos radicais.
  • Propriedades antimutagênicas - As substâncias que possuem esse tipo de propriedade age diretamente na proteção da mutação de células. Os agentes antimutagênicos evitam erros de cópia de material genético durante a divisão celular.

    Os erros de cópia ou mutações de células não saudáveis podem ser observados em células de tumores, por exemplo. Ingerir alimentos com propriedade mutagênica, pode ajudar a defender o organismo quando ele estiver exposto à substâncias que venham causar essas alterações.
  • Ação desintoxicante - Certamente essa é uma das propriedades mais conhecidas da clorofila, já que a maioria dos sucos e bebidas desintoxicantes é preparada com os vegetais que possuem a pigmentação, e hoje em dia existe até polpa de fruta somente com esse sabor. E de fato, a clorofila tem um poder de desintoxicação muito forte.

    A substância neutraliza efeitos nocivos do tabaco, ingredientes artificiais, químicos, alimentos processados, diesel, toxina do tétano e também ajuda a eliminar metais pesados. Além disso, o suco de clorofila também fortalece o sistema circulatório e intestinal, purifica o sangue, contribui para a absorção de ferro e oxigênio no sangue, e tantos outros benefícios.
Voltar

Questões