Resumo de Biologia - Células Nervosas

Responsáveis por receber e transmitir estímulos

As células nervosas fazem parte do sistema nervoso, responsável por coordenar as funções do organismo e realizar atividades como: receber, processar e transmitir mensagens enviadas pelos órgãos sensoriais e da memória. 
As células nervosas, que também são chamadas de neurônios, são um dos principais componentes desse sistema. Os neurônios são um tipo de célula que tem como especialidade receber e conduzir impulsos para as outras células
Além dos neurônios, as células gliais também compõem o tecido nervoso. Esse sistema é bem dividido e organizado, para entendê-lo melhor é preciso conhecer sua estrutura.

Estrutura das Células Nervosas

Todo o sistema nervoso, do qual as células nervosas fazem parte, é muito importante, pois dele depende a troca de informações que ocorre no cérebro. O processo de comunicação entre as células ocorre por meio de um emaranhado de elementos, sendo o principal deles, o neurônio. 
  • Neurônios 
Como explicado acima, as células nervosas são especialistas na condução de impulsos elétricos. Elas são divididas em três partes:
Corpo celular ou pericárdio – área onde está localizado o núcleo e também algumas organelas, como a mitocôndrias, uma das organelas celulares mais importantes. Dela depende a respiração celular. 
Dendritos – essas células nervosas recebem sinais de outros neurônios. Eles funcionam como “antenas”, recebendo os sinais elétricos e retransmitindo-os por meio do axônio. 
Axônio – essa parte do neurônio conduz os impulsos elétricos que saem do corpo celular e seguem para locais mais distantes, como células de outros tecidos, glândulas, músculos. Ao redor do axônio são formadas as “bainhas de mielina”, compostas pelas “células de Schawnn”. As bainhas tornam o transporte de impulsos elétricos mais rápidos. 
A comunicação entre o neurônio e os outros tipos celulares se dá através das sinapses, uma região entre os neurônios onde os neurotransmissores atuam, transmitindo o impulso nervoso de um neurônio, de uma célula à outra. Vale mencionar que existe um pequeno espaço entre essas células, o qual, recebe o nome de fenda sináptica

Tipos de neurônios


Neurônios receptores


A função dos neurônios receptores é a de recolher informações das células sensoriais, como aquelas que integram a retina, o tato, olfato, a língua e o ouvido. Essa atividade é feita com a ajuda dos dendritos. 


Neurônios mistos ou de conexão


Tem como principal atividade conectar dois neurônios. Os neurônios de conexão captam as informações pelo dendrito e a transmitem à célula nervosa seguinte por meio do axônio. Esse tipo de célula geralmente é encontrado nos sistemas nervosos de animais. 


Neurônios efetores ou motores 


São os que transmitem as mensagens para a célula de resposta, ou seja, pegam as informações de estímulos que chegam ao cérebro através dos neurônios receptores e as repassam aos músculos e glândulas, que respondem por meio de uma contração ou secreção. 


Observe o exemplo abaixo para entender como esses neurônios funcionam:


Ao tocar em uma superfície quente, os neurônios sensitivos da pele que estão na palma da mão irão captar essa temperatura e em seguida transmitirão a informação para o cérebro, por meio dos receptores e de conexão. Assim que recebe a informação, o cérebro estabelece uma sinapse com o neurônio motor que está conectado à palma da mão, ordenando que ele se contraia, para que não haja riscos de queimadura. 


Nervos


Os nervos são estruturas formadas por grupos de axônios e dendritos. Sua principal função é a de conduzir os impulsos elétricos nervosos aferentes de toda a região do sistema nervoso central. Coberto de células conjuntivas, eles podem ser chamados de Raquidianos, quando estão presentes na medula espinhal, ou Nervos Cranianos, quando partem de algum órgão nervoso da cabeça. 

 
Células Gliais


Assim como os neurônios, as células gliais também constituem o tecido nervoso, representando mais de 80% de sua constituição. São as glias que garantem os nutrientes e a proteção das células nervosas, o que garante sua sustentação. 


Antigamente, acredita-se que as células da glia só tinham essas funções. Porém, ao longo do tempo, as pesquisas têm demonstrado que essas células participam de outras atividades sendo, inclusive, responsáveis pela neurogênese, dando origem a novos neurônios. As células gliais, também conhecidas por gliócitos ou neuróglias, se apresentam de dois tipos: micrógliais ou macrógliais. 

Micróglias - essas são as células imunológicas da região cerebral, seu papel é similar ao dos glóbulos brancos. As micróglias realizam um tipo de inspeção do tecido cerebral e medula e atua liberando moléculas na presença de moléculas inflamatórias e doenças degenerativas do sistema nervoso.


Macróglias – há vários tipos de macróglias, os mais conhecidos são:

  • Astrócitos – essas são as células mais abundantes no sistema nervoso central e elas se dividem em subtipos, sendo que cada um realiza uma função diferente para o funcionamento do sistema nervoso.
  • Oligodendrócitos – garantem a formação e manutenção das bainhas de mielina que envolve os axônios. 
  • Células de Schwann – assim como os oligodendrócitos, as células de Schwann atuam na formação da bainha de mielina.
Voltar

Questões