Resumo de Geografia - Bacia Tocantins - Araguaia

Uma das doze bacias hidrográficas do Brasil

A Bacia Tocantins – Araguaia está localizada na região centro-norte brasileiro. Essa bacia se estende pelos seguintes estados do Brasil: Tocantins; Goiás; Mato Grosso; Pará; Maranhão e Distrito Federal, sendo composta pelos seus principais afluentes, o rio Tocantins e o rio Araguaia.

O rio Tocantins nasce no estado de Goiás e percorre aproximadamente 1.900 quilômetros até alcançar o rio Araguaia, onde deságua. O rio Araguaia percorre cerca de 2.600 quilômetros até atingir a foz que fica no Oceano Atlântico.



Bacia Tocantins - Araguaia


A bacia Tocantins – Araguaia abrange cerca de 967.059 km², drena aproximadamente 10% do território nacional e os principais rios dessa bacia hidrográfica tem as suas nascentes localizadas dos divisores do Planalto Central. Seu relevo é considerado monótono.

A nascente do rio Araguaia fica na Serra do Caiapó – paralelo 18º, na fronteira entre os estados de Mato Grosso e Goiás. Já o rio Tocantins nasce no estado de Goiás – ao norte de Brasília. O curso inferior do rio Tocantins se inicia no Escudo Brasileiro e deságua no Delta do Amazonas, que está localizado na baía de Marajó.

Os principais biomas dessa bacia são: Amazônia que fica ao norte e ao noroeste, Cerrado que engloba todas as outras áreas e a foz do rio Tocantins é do tipo estuário (meio aquático transitório entre um rio e o mar) do rio Amazonas. Os principais rios da região são vias essenciais de comunicação para a população local.

A bacia Tocantins – Araguaia tem um potencial hidroelétrico que gira em torno de 27,5 mil MW. Seus principais afluentes são o rio Tocantins e o rio Araguaia e as usinas mais importantes da região são: a Usina Hidroelétrica de Tucuruí e a Usina Hidroelétrica Luiz Eduardo Magalhães.

Toda a região dessa bacia abrange dois importantes tipos de composições vegetativas que são a Floresta Amazônica e o Cerrado e apesar dela apresentar uma baixa densidade demográfica, ou seja, é pouco povoada. O índice de degradação do meio ambiente é alto e gira em torno das atividades a usina de Tucuruí e da rodovia que liga Belém, capital do Pará a Brasília – DF.


 

Economia da Bacia


A maior parte do rio Tocantins é navegável e sendo assim, ele funciona como uma essencial via de transporte fluvial para escoar os produtos gerados na região, em especial a soja que é produzida em larga escala na região central do Brasil. Toda a energia que a usina de Tucuruí que fica no estado do Pará, abastece a maioria das cidades da região centro-norte do país.
 
A usina de Tucuruí também é utilizada por empresas que exploram minérios, basicamente aquelas que estão estabelecidas na Serra dos Carajás – Pará. Além da mineração, atividades socioeconômicas como a agricultura, a pecuária e a pesca também são desenvolvidas nos rios afluentes dessa bacia hidrográfica.

A praticabilidade do transporte hidroviário não se expande porque se choca com a estrutura dos principais rios da área que ostentam áreas de cachoeiras e corredeiras. Essa questão acaba impedindo um maior desenvolvimento da região, mas que se for para analisar a possibilidade de alavancar o crescimento econômico, seria necessário pensar em uma proteção ambiental.

Clima da Região


O clima da bacia Tocantins – Araguaia é continental tropical, principalmente na região da sub-bacia do rio Araguaia. Esse tipo de clima se dá por causa da posição continental específica que ela ocupa, sem sofrer qualquer confluência intertropical

Trata-se de um clima semi-úmido com maior tendência para o úmido, apesar das savanas tropicais terem a possibilidade de ficarem secas por quatro ou cinco meses do ano.

O clima possui característica específicas de uma precipitação média anual que gira em torno de 1.600 milímetros. O período em que ocorrem mais chuvas fica entre os meses de outubro e abril. O mês de maio é a fase de transição para o período seco que se estabelece entre os meses de junho e setembro.

Conforme a latitude da região aumenta, as temperaturas médias acabam diminuindo e se estabilizando em aproximadamente 24° C e 25° C nas bacias do rio Javaés (braço menor do rio Araguaia) e do rio Formoso que fica no estado de Tocantins. São áreas com baixas amplitudes térmicas, caracterizadas principalmente pela topografia típica da região que é de uma planície.

Problemas Ambientais

A região da bacia Tocantins – Araguaia possui grandes problemas ambientais que são provocados, basicamente pela exploração mineral e também pelo crescimento de atividades agropecuárias.

A atividade de mineração é responsável pela grande e crescente poluição dos rios e a agropecuária tem provocado a multiplicação de desmatamento com intuito de ampliar as áreas propícias para desenvolver a agricultura e a pecuária.

Principais Rios


• Rio Tocantins
• Rio Araguaia
• Rio Açaí
• Rio Anapu
• Rio Arataú
• Rio Bagagem
• Rio Barra Grande
• Rio Barreirão
• Rio Cacau
• Rio Caiapó
• Rio Cajazeiras
• Rio Cana Brava
• Rio Capim
• Rio Claro
• Rio Cristalino
• Rio Crixá - Açu
• Rio das Almas
• Rio das Mortes
• Rio do Sono
• Rio dos Patos
• Rio Farinha
• Rio Formoso
• Rio Garças
• Rio Manuel Alves Grande
• Rio Maria
• Rio Moju
• Rio Mupi
• Rio Pacajá
• Rio Palmeiras
• Rio Paranã
• Rio Pindaíba
• Rio Pracuí
• Rio Santa Clara
• Rio Santa Tereza
• Rio Surubiju
• Rio Tocantinzinho
• Rio Uru
Voltar

Questões