Resumo de Biologia - Angiospermas

As angiospermas são as essenciais para a composição das florestas tropicais, temperadas dos campos, dos desertos, dos manguezais. Essas plantas também são muito importantes para a alimentação, pois o néctar das suas flores serve de sustento para as os animais, como as abelhas.

Além de embriófitas (foram embriões) e espermáticas (com a semente protegida pelo fruto), as angiospermas são traqueófitas. Vamos conhecer essas características?

Características das Angiospermas

  • Embriófitas – As plantas embriófitas, que também são conhecidas como plantas terrestres, derivam de um ramo de organismo de um ancestral comum. É justamente esse fator que permite que elas se adaptem a vida fora da água. Elas descendem das algas verdes e evoluíram no ambiente terrestre.
  • As plantas terrestres estão separadas em: briófitos (hepáticas, antóceros e musgos), licopódios, samambaias, e as plantas com sementes (angiospermas ou gminosperma).
  • Espermáticas ou fanerógama- O termo fanerógama tem sua origem no grego phaneros, que quer dizer “visível”. São chamadas assim porque os órgãos reprodutores dessas plantas ficam em evidência.  Elas também são chamadas de espermatófitas porque produzem sementes.
  • As fanerógamas se dividem em dois grupos: fanerógamas gminospermas, que apresentam sementes expostas. E as fanerógamas angiospermas, que tem sua semente protegida pelo fruto.
  • Traqueófitas – São plantas que apresentam sistemas vasculares. Seus tecidos condutores fazem com que os nutrientes, a água e demais substâncias metabólicas circulem pelo internamente pela planta.
  • As traqueófitas também são divididas entre as angiospérmicas e gimnospérmicas. Por conta do seu desenvolvimento na superfície terrestre, os anfíbios e insetos puderam se estabelecer.

Evolução e reprodução das angiospermas

Considerando a estrutura das plantas, as angiospermas se diferem das gminospermas porque além de caule, raiz, folha e semente, inerente às duas, as angiospermas também produzem flores e frutos. Por conta desses elementos, as angiospermas possibilitam a manutenção da vida animal.

As flores, por exemplo, produzem o néctar que serve alimento para as abelhas.

As angiospermas, geralmente são monoicas ou hermafroditas. Os órgãos da reprodução sexuada dessas plantas encontram-se nas flores: androceu (aparelho reprodutor masculino) e gineceu (aparelho reprodutor feminino). A rosa é um exemplo de flor hermafrodita.

Nas angiospermas monoicas ou hermafroditas há produção de gametas masculinos e femininos. Em cada flor, há o androceu com o conjunto de estames, e o gineceu formado com as folhas carpelares.

Quando as flores são hermafroditas ou monoclinas elas se adaptam para evitar a autofecundação.  Às vezes, as folhas carpelares amadurecem antes dos estames ou o estigma do gineceu ser mais alto que o do androceu.

Também existem as plantas dioicas, que produzem flores masculinas separadas das femininas. São espécies em que só um tipo de gameta é produzido (sexo separado). Há uma planta masculina e uma feminina. O mamoeiro é uma espécie de planta dioica.

Flores angiospermas

As flores geralmente chamam mais atenção e muitas vezes são mais valorizadas do que as plantas. Seu perfume e cor, além de atraírem os seres humanos que gostam de comprá-las e usar como objeto de decoração, atraem também um grupo específico de animais – os polinizadores. Essa classe auxilia na reprodução. A partir das flores, as angiospermas produzem sementes e frutos.

Partes da flor

  • Pedúnculo ou Haste – Liga a flor ao ramo, dessa forma ela fica presa ao caule e garante que as outras estruturas da flor sejam sustentadas.
  • Receptáculo – É nele que ficam as peças florais restantes. Ele serve como base para que se insiram os círculos de verticilos florais.
  • Nectários – Geralmente o receptáculo se desenvolve dentro do nectário. O nectário produz o néctar que atrai os polinizadores (borboletas, beija-flor).
  • Cálice – Responsável por proteger a flor quando ela está em botão, antes de desabrochar. Formado por um conjunto de sépalas, peças verdes que são parecidas com folhas.
  • Corola – O conjunto de pétalas, são coloridas e perfumadas. As glândulas produzem o néctar na base para atrair os animais.
  • Pétalas – De várias cores e formatos, com cheiros agradáveis para atrair os polinizadores. As pétalas também protegem os verticilos mais internos.
  • Androceu – Parte masculina da flor formada pelos estames. Os estames são folhas modificadas, neles estão a antera e o filete. Na antera estão dois sacos polínicos que geram o pólen. Do pólen sai o gameta masculino.
  •  Gineceu – Parte feminina da flor formada pelos capelos. A base dilatada do capelo é o ovário que recebe o grão de pólen.
  • Frutos – Guardam as sementes e ajudam a distribuí-las pela natureza.  
Voltar

Questões