Resumo de Biologia - Agenda 2030

A Agenda 2030 é um plano de ação mundial que visa melhorar a vida no planeta Terra em vários aspectos. O documento foi firmado em 2015, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, quando os líderes mundiais se comprometeram em alcançar 17 objetivos principais previstos pela ONU.

Ao todo, 193 países participaram da ação e decidiram adotar os planos da agenda 2030.

O nome “Agenda 2030” é uma referência à data proposta pela ONU para que os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) sejam alcançados.

Esse documento é composto ainda por 169 metas, que visam a erradicação de todas as formas de pobreza, a proteção do planeta e seus bens, a prosperidade e o alcance da paz mundial.

Objetivos da Agenda 2030

Inicialmente chamada de “Transformando o nosso mundo: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”, a Agenda 2030 visa o combate a várias situações que impendem o desenvolvimento mundial. São 169 alvos com 17 objetivos prepostos pela Assembleia Geral das Nações Unidas.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 propõem discussões sobre assuntos como fome, pobreza, educação, igualdade de gênero, aquecimento global, energia, água, saneamento, meio ambiente, urbanização e justiça social. Mas, vamos entender como a Agenda 2030 surgiu.

Rio 92

Em 1992, foi realizado um encontro que reuniu mais de 100 autoridades mundiais para discutir assuntos relacionados à promoção do desenvolvimento sustentável, além de questões sociais e ambientais. A Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento ficou conhecida como Rio 92.

Esse encontro deu origem a Declaração do Rio sobre Meio Ambiente, onde as autoridades assumiram a responsabilidade de buscar a promoção dos objetivos propostos. O documento ficou conhecido como Agenda 21, e foi o primeiro plano de ação para o desenvolvimento mundial do século XXI.

Rio+20

As autoridades voltaram a se reunir mais tarde, 20 anos após a Rio 92, para avaliar e renovar os compromissos feitos na reunião inicial. Ao todo, 193 países foram representados no encontro.

As discussões deram origem a um documento intitulado “O Futuro que Queremos“. Nele, foi definido que as metas dessas reuniões eram válidas e aplicáveis, levando em consideração os resultados já apresentados.

Com isso, as diretrizes foram estendidas para demais anos, além de definir novos focos. Essas novas metas para um desenvolvimento de forma sustentável visavam alcançar um tempo maior, para além de 2015.

Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) foram uma série de metas desenvolvidas nos anos de 1990. Elas surgiram de reuniões promovidas pela Organização das Nações Unidas (ONU), e definidas em um documento chamado “Declaração do Milênio“.

Adotados no ano de 2000, os oito objetivos foram adotados com foco nos 15 anos após a elaboração do documento. Os objetivos eram:

1. Erradicar a extrema pobreza e fome;
2. Atingir o ensino básico universal;
3. Promover a igualdade de gênero e a autonomia das mulheres;
4. Reduzir a mortalidade infantil;
5. Melhorar a saúde materna;
6. Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças;
7. Garantir a sustentabilidade ambiental, e;
8. Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.

Pós-2015 e Agenda 2030

Com os objetivos propostos nas reuniões anteriores, as autoridades viram a possibilidade de estender os objetivos e implementar mudanças maiores.

A Agenda de Desenvolvimento Pós-2015 visava propor metas para os demais anos do que os propostos maiores. Para isso, foi formado o Grupo de Trabalho Aberto para Elaborações dos ODS.

Formado por 70 países, o grupo formalizou os 17 objetivos com as 169 metas em 2014. Após ser submetido a Assembleia Geral da ONU em 2015, o documento, que ficou conhecido como Agenda 2030, foi formulado, aprovado e adotado pelos países participantes.

Os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Confira quais são os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável propostos pela agenda 2030:

1. Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.
2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável.
3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.
4. Assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.
5. Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.
6. Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e o saneamento para todos.
7. Assegurar a todos o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia.
8. Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos.
9. Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação.
10. Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles.
11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.
12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.
13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e os seus impactos.
14. Conservar e usar sustentavelmente os oceanos, os mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.
15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável do ecossistema terrestre, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.
16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.
17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Voltar

Questões