Resumo de Português - Adjetivo simples

O adjetivo simples é formado por somente uma palavra (ou radical). Se une à classe gramatical que combina palavras variáveis flexionadas em grau, número e gênero e caracteriza substantivos, atribuindo-lhes qualidades ou modificando-os.

O adjetivo está dentro da classe gramatical que exprime aparência ou qualidade. Há ainda outros modos gramaticais que exercem a função do adjetivo. Eles podem alcançar valores de conotação ou denotação. As modificações são percebidas semanticamente.

Exemplos de adjetivo simples

  • Aquele instrumento pode ser perigoso. Peça ajuda para um adulto.
  • Plantei um belo jardim na minha casa.
  • Gostaria de morar em um apartamento pequeno.
  • O ônibus é grande.
  • Ele não gosta quando o chamam de gordo. Não faça mais isso!
  • Que feia a atitude do seu amigo!
  • Não costumo usar saia curta.
  • Gosto de admirar construções antigas!
  • O cão do vizinho é raivoso.
  • Já me sinto velho para correr.
  • Aquele bebê é esperto para a idade que tem.

Classificação, flexão e gênero dos adjetivos

Os adjetivos podem ser divididos em uniformes ou biformes. Os uniformes possuem uma forma para os dois gêneros. Os biformes, possuem um modo para cada gênero:homem alto/mulher alta.

Masculino e feminino

Confira as regras principais de construção dos gêneros masculino e feminino:

Trocar o ‘o’ por ‘a’.

  • Exemplo: simpático, simpática

Mas existem exceções:

  • Trocar o ‘eu’ por ‘eia’: plebeu, plebeia
  • Trocar o ‘ão’ por ã: pagão, pagã
  • Trocar o ‘ao’ por ‘ona’: chorão, chorona

Adiciona a letra ‘a’ nas terminações: u, ês, or:

  • nu, nua; português, portuguesa; contador, contadora.

Funcionam como invariáveis, geralmente, adjetivos terminados em: m, z, l, e.

  • homem inteligente – mulher inteligente
  • menino incansável – menina incansável

Os adjetivos pátrios finalizados em ‘ense’ ou ‘a’ também são invariáveis.

Exemplos:

  • professor cearense – professora cearense
  • ator canadense – atriz canadense

No caso do adjetivo composto, o elemento final acaba tomando para si a forma feminina, se o substantivo for de fato feminino. Por exemplo:

  • empresa afro-americana
  • companhia luso-brasileira
  • pintura franco-romana

As regras gerais indicam que o plural do adjetivo simples parece o dos substantivos (bonita, bonitas), salvo algumas exceções (singular, singulares; fiel, fiéis).

Comparativo e superlativo

Já o grau do adjetivo expressa um tipo de variação que determina a intensidade do adjetivo. Existe o grau comparativo e o grau superlativo. O primeiro demonstra uma comparação, enquanto o segundo intensifica um atributo.

  • Grau comparativo:
  • De superioridade: O meu bolo é mais doce que o seu.
  • De igualdade: O meu bolo é tão doce quanto o seu.
  • De inferioridade: O meu bolo é menos doce que o seu.
  • Grau superlativo:
  • Relativo de superioridade: O meu bolo é o mais doce da feira.
  • Relativo de inferioridade: O meu bolo é o menos doce da feira.

No grau superlativo relativo, a característica comum (doce) ganha destaque a todos os outros (da feira), mas é enfatizado que um deles (meu bolo) possui um grau de mais intensidade (o grau relativo de superioridade utiliza “mais”) ou menos intenso (o grau relativo de inferioridade utiliza “menos”).

  • Grau absoluto sintético: O meu bolo é dulcíssimo.
  • Grau absoluto analítico: O meu bolo é muito doce.

Adjetivos primitivos, derivados e pátrios

Adjetivos primitivos são formados por apenas um radical e não tem presença de sufixos.

  • Exemplos: amarelo, vaidoso, feliz.

Adjetivos derivados são formados a partir de outros radicais e possuem sufixos ou prefixos derivacionais adicionados.

  • Exemplo: amarelado, envaidecido, infeliz.

Adjetivos pátrios se referem a continentes, países, estados ou cidades.

Exemplos:

  • Meu avô era baiano.
  • Tenho dez amigos americanos.
  • Conheci um filósofo francês.

Voltar

Questões