Defensoria Pública da União (DPU) - Psicólogo (2010) Questão 79

De acordo com o novo código brasileiro de ética médica, em vigor desde abril de 2010, a ortotanásia pode ser praticada em casos de doença incurável e terminal, evitando o prolongamento inútil e o sofrimento do doente já sem chances de cura. Nesse novo contexto, o psicólogo que assiste o doente e sua família deve

  • A estudar o caso do paciente, avaliar as condições clínicas declaradas pela equipe médica e, de acordo com seus próprios valores morais, éticos e religiosos, orientar a família sobre a melhor decisão a tomar.
  • B sensibilizar a família e o paciente, quando consciente, a aceitar a ortotanásia como a melhor opção para minorar o sofrimento de todos.
  • C sugerir sempre a opção pela ortotanásia, quando interagindo em equipes de saúde, e mostrar à equipe as vantagens dessa opção do ponto de vista psicológico.
  • D orientar a família a evitar o assunto sobre morte com o paciente, de modo que ele não perceba ou não seja obrigado a pensar sobre a proximidade do fim.
  • E auxiliar o paciente, quando consciente, e a família a entender o momento, fazer perguntas aos médicos e a tomar, eles próprios, as decisões acerca da ortotanásia.

Encontre mais questões

Voltar