Questões de Museologia

Limpar Busca

Uma definição de inventário e a fundamentação legal deste procedimento encontra-se na alternativa:

  • A inventariar significa mapear e relacionar um acervo de maneira sucinta e normatizada., que assegure ao seu proprietário maior segurança, controle e possibilidade de difusão da mesma. Ele está previsto no Art. 216 da Constituição de 1988.
  • B o inventário é um tipo de registro documental criado para receber informações mínimas sobre uma coleção, sistematizado no Decreto-lei no 25 de 1937.
  • C o inventário funciona como uma etapa fundamental e estruturante do trabalho de identificação e documentação de bens culturais, com potencial para servir como instrumento para a pesquisa de acervos. Seu dispositivo é previsto pela Portaria 420, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN.
  • D inventariar é criar uma identidade. O ato do inventário dá nomes às coisas, preserva-lhes a memória material e conceitual, arruma-os, disponibilizando essa memória num sistema de catalogação. Sua jurisprudência é baseada na Carta de Atenas.
  • E inventariar significa classificar os objetos em classes e subclasses, adotando vocabulário controlado (Tesauro). Foi regulamentado pela lei 9.649, de 1998.

A importância do tesauro numa atividade de catalogação é a seguinte:

  • A o tesauro garante que todos os objetos recebam um tratamento adequado de acautelamento, indicando os locais adequados de sua guarda em exposição e na reserva técnica.
  • B o tesauro permite a documentação adequada do acervo, uma vez que delimita os objetos com maior risco de danos causados pelo mal estado de conservação.
  • C quando feito em consonância com as principais instituições de documentação museológica, o tesauro permite o estabelecimento de um vocabulário controlado, evitando a entrada de itens idênticos com nomenclaturas diferentes.
  • D quando observadas as determinações de instituições como o Getty Research Institute, dos Estados Unidos, e o ICONCLASS, da Holanda, o tesauro facilita no processo de exposição de itens preciosos, pois qualifica suas principais características estilísticas e ornamentais.
  • E o tesauro possibilita a comparação entre bens móveis e bens integrados, ajudando a identificar quando um objeto pertence a uma das sobreditas categorias.

Nas décadas de 1920-30 coloca-se em prática a ideia da construção de um Estado onde as elites papel tem destaque no encaminhamento da questão política e cultural. São temas fundamentais:

1. A criação da nacionalidade; 2. O estudo científico da realidade brasileira.

Neste contexto são criadas as seguintes instituições:

  • A o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Museu Villa-Lobos e o Museu Nacional de Belas Artes.
  • B o Museu Histórico Nacional, o Curso de Museus e a Inspetoria de Monumentos Nacionais.
  • C o Museu Nacional, o Museu da República e o Museu Histórico Nacional.
  • D o Museu da Independência, o Museu Histórico Nacional e o Museu Nacional de Belas Artes.
  • E o Museu do Ouro, o Museu Imperial e o Museu Lasar Segall.

A Imperatriz Catarina II (1729 - 1796) passou a permitir visitas públicas às suas coleções, desde que as pessoas se encontrassem vestidas com os trajes de cerimonial da corte.
Tal informação se refere a uma das principais experiências museológicas do século XVIII, ocorrida no:

  • A Palácio de Luxemburgo.
  • B Museu do Louvre.
  • C Museu Britânico.
  • D Museu de São Petersburgo.
  • E Palácio Hermitage.

De acordo com o caderno de lançamento da Política Nacional de Museus, publicado em março de 2003, são eixos programáticos da mesma:

I – Gestão e configuração do campo museológico; II – Democratização e acesso aos bens culturais; III – Formação e capacitação de recursos humanos; IV – Informatização de museus; V – Modernização de infraestruturas museológicas; VI – Financiamento e fomento para museus; VII – Aquisição e gerenciamento de acervos culturais.


Dos itens acima descritos:

  • A I, II, V e VII, apenas, estão corretos.
  • B I, III, V e VIII, apenas, estão corretos.
  • C todos os itens estão corretos.
  • D todos os itens estão incorretos.
  • E I, V e VII, apenas, estão corretos.