Questões da Prova do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IF-RJ) - Engenheiro Ambiental (2010)

Limpar Busca

Uma barragem de controle de cheias possui um orifício retangular de borda delgada de 20 cm de altura por 30 cm de largura.

Sabendo que a cota de fundo da barragem é 190 m e a cota da soleira do orifício é 220 m, calcule a vazão no orifício, quando o nível d'água estiver na cota 230 m.

Dados:

Q= c. a.√2.g.h
c = coeficiente de vazão = 0,6
a = Área

Logo, a alternativa correta é

  • A 0,87 L/s.
  • B 501,73 L/s
  • C 504,26 L/s.
  • D 873,40 L/s.
  • E 5042,57 L/s.
Tempo de concentração é um parâmetro extremamente importante para a elaboração de estudos hidrológicos, podendo ser definido como o intervalo de tempo
  • A necessário para a água precipitada no ponto mais distante da bacia deslocar-se até a seção principal.
  • B provável para que um evento crítico volte a ocorrer.
  • C entre o centro de massa da precipitação e o centro de gravidade do hidrograma.
  • D entre o início da chuva e o pico do hidrograma
  • E entre o início da chuva e o momento em que a precipitação já escoou através da seção principal.

Dentre outros motivos, o parâmetro coliformes termotolerantes é utilizado como um dos principais indicadores de qualidade de água porque eles

  • A são hospedeiros do Escherichia coli e do Staphylococcus aureus.
  • B são o agente etiológico da desinteria bacilar.
  • C causam doenças de veiculação hídrica.
  • D estão presentes em grande quantidade nas fezes humanas.
  • E representam, por si só, um perigo para a saúde pública.

O padrão de potabilidade de água e o padrão de aceitação para consumo humano são definidos pela portaria MS N.º 518/2004.

Assim, uma amostra será considerada imprópria para consumo, se apresentar em seu resultado de análises

  • A cor aparente de 25 uH.
  • B dureza de 450 mg/L.
  • C teor de ferro de 0,1 mg/L.
  • D teor de manganês de 0,05 mg/L.
  • E turbidez de 0,8 uT.

Em um determinado curso d'água, ocorre o lançamento dos efluentes líquidos de um abatedouro com uma vazão de 81 m³/d e uma DBO de 4.500 mg/L.

Sabendo-se que o curso d'água apresenta uma vazão média de 1.100 L/s e uma DBO de 2 mg/L, e, conhecendo-se a contribuição per capita de DBO de 54 g/hab.d, pode-se afirmar que o equivalente populacional do despejo e a DBO no rio, após a mistura são, respectivamente, de

  • A 6.750 habitantes e 5,85 mg/L.
  • B 6.750 habitantes e 22 mg/L.
  • C 1.500 habitantes e 22 mg/L.
  • D 810 habitantes e 5,85 mg/L.
  • E 810 habitantes e 22 mg/L.