Questões da Prova do Gás de Alagoas S.A. (ALGÁS) - Analista de Tecnologia da Informação (2012)

Limpar Busca

Existem pessoas que moram em lan houses. Explico: em Tóquio, há lan houses com espaços privativos. A pessoa chega de mochila. Pendura-se no computador noite e dia. Dorme algumas horas num colchonete e volta a viver no fantástico mundo da web. Quando sai, leva tudo o que tem na mochila. Alimenta-se e arruma dinheiro de algum jeito e volta a se instalar na lan house de sua preferência (Walcyr Carrasco, Época, 23 de janeiro/2012, p. 96).

Existem pessoas que moram em lan houses". Considerando a peculiaridade do fato, é possível admitir que se trata

  • A de um fenômeno ordinário presente no cotidiano das cidades.
  • B de concepções funcionais, face à oferta de novas formas de moradia.
  • C de um fato inusitado, que contraria, inclusive, a concepção original de habitação.
  • D de uma nova estrutura de moradia, baseada na necessidade de encontros entre pessoas.
  • E de uma estrutura funcional que resgata formas de moradia práticas e eficientes.

O fragmento do texto “Dorme algumas horas num colchonete e volta a viver no fantástico mundo da web” chama a atenção para

  • A configurações vitais do mundo de hoje, desenvolvidas para desestabilizar a necessidade de transcendência, de fuga.
  • B novas concepções de vida nas grandes cidades, que abdicam da deslinearidade do tempo e das inserções corporativas e virtuais.
  • C novas relações virtuais em rede dissociadas das estruturas comunicativas imagéticas e instantâneas.
  • D outra concepção de vida cotidiana que não se alheia às peculiaridades de outro mundo paralelo e virtual.
  • E formas triviais de vida cotidiana, marcadas por incursões a instâncias subjetivas dos indivíduos humanos.

Existem pessoas que moram em lan houses. Explico: em Tóquio, há lan houses com espaços privativos. A pessoa chega de mochila. Pendura-se no computador noite e dia. Dorme algumas horas num colchonete e volta a viver no fantástico mundo da web. Quando sai, leva tudo o que tem na mochila. Alimenta-se e arruma dinheiro de algum jeito e volta a se instalar na lan house de sua preferência (Walcyr Carrasco, Época, 23 de janeiro/2012, p. 96).


Assinale a opção em que está expresso o argumento básico do autor.

  • A “Em Tóquio, há pessoas que moram em lan houses.”
  • B “Alimenta-se e arruma dinheiro de algum jeito.”
  • C “volta a se instalar na lan house de sua preferência.”
  • D “Existem pessoas que moram em lan houses.”
  • E “A pessoa chega de mochila.”

[...]
e em silêncio os intimo a voltar a esta vida
em que desde a infância eles viviam lentamente
com a amargura dos dias longos colados às existências
monótonas
e o medo de morrer dos que assistem ao cair da tarde
quando, após a chuva, as tanajuras se espalham
no chão maternal de Alagoas e não podem mais voar
[...]
(Lêdo Ivo)

Considerando as marcas semântico-estruturais do texto, é válido afirmar:

  • A há evidências de uma concepção epistolar, fundamentada em parâmetros expressivos subjetivos.
  • B pelas construções frasais lineares, trata-se de um texto argumentativo.
  • C as incursões subjetivas e a forma o associam aos preceitos líricos da poesia.
  • D a construção em versos o enquadra num parâmetro linear e racional da linguagem. Este fato é determinante para a definição de textos poéticos.
  • E pelas ligações lógicas e coesas, o texto não se afasta dos relatos de reminiscências.

[...]
e em silêncio os intimo a voltar a esta vida
em que desde a infância eles viviam lentamente
com a amargura dos dias longos colados às existências
monótonas
e o medo de morrer dos que assistem ao cair da tarde
quando, após a chuva, as tanajuras se espalham
no chão maternal de Alagoas e não podem mais voar
[...]

(Lêdo Ivo)

Em geral, o poema não apresenta

  • A elementos pitorescos.
  • B imagens recriadas pela linguagem poética.
  • C traços de regionalidade.
  • D uma perspectiva alheia à universalidade.
  • E evidências abstratas da criação lírica.