Questões de Urologia (Medicina)

Limpar Busca

As doenças renais císticas compreendem um grupo de enfermidades clínicas e geneticamente heterogêneas que, em comum, apresentam cistos renais uni ou bilaterais. Em relação a doença renal policística autossômica dominante (DRPAD), assinale a alternativa INCORRETA.

  • A A DRPAD contém ampla variabilidade fenotípica entre famílias e membros de uma mesma família.
  • B Apesar da DRPAD apresentar transmissão genética dominante, no nível celular e molecular, a DRPAD apresenta um mecanismo de cistogênese recessivo, no qual são necessários golpes nos dois alelos para formação de cistos renais e hepáticos focais.
  • C A DRPAD caracteriza-se clinicamente por cistos renais bilaterais, de natureza progressiva, que resultam em distorção da arquitetura e comprometimento da função renal.
  • D Anatomicamente, os cistos renais na DRPAD, ao longo de seu crescimento, desconectam-se do sistema coletor, o que explicaria casos de dor lombar por ruptura de cisto com hematúria macroscópica.

Com base no Refluxo vesicoureteral, marque (V) verdadeiro ou (F) falso nos itens abaixo.

(__)A maior prevalência é no sexo feminino, no entanto, os meninos quando se apresentam com infecção urinária têm maior incidência de refluxo.

(__)O refluxo é chamado de primário quando apresenta componente obstrutivo funcional ou anatômico.

(__)A nefropatia do refluxo é a principal causa de insuficiência renal e hipertensão grave na infância.

(__)A manifestação clínica da infecção não varia conforme a idade do paciente, porém pode apresentar desde um quadro de cistite, com disúria, polaciúria, urgência miccional e tenesmo, até um quadro de pielonefrite, com dor lombar, febre e sinal de Giordano positivo.

Após análise, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA dos itens acima, de cima para baixo:

  • A F, V, F, V.
  • B F, V, V, F.
  • C V, F, V, F.
  • D V, F, F, V.
É essencial compreender o modo de penetração das bactérias, os fatores de suscetibilidade do hospedeiro e os fatores patogênicos bacterianos, para que o clínico possa optar pelo tratamento adequado às manifestações da infecção do trato urinário (ITU). Sobre a epidemiologia do ITU por faixa etária e sexo, assinale a alternativa incorreta.
  • A Em crianças com menos de 1 ano de idade, a incidência ocorre mais nas meninas, devido a anormalidades funcionais.
  • B Devido a cateterização, a incontinência urinária, a incidência entre homens e mulheres são semelhantes.
  • C Entre 16 a 35 anos de idade, a ITU acomete 40 vezes a mais em mulheres do que em homens.
  • D Entre 36 a 65 anos, devido as cirurgias de próstata, a incidência em homens aumenta, mas ainda continua inferior a incidência de ITU em mulheres.
Em todos os sistemas biológicos, a mineralização tem um fundo comum, em que cristais e matriz estão interligados. Os cálculos urinários não constituem exceção, são agregados policristalinos compostos de quantidade variáveis de cristalóide e de matriz orgânica. Um paciente com nefrolitíase em sua anamnese relatou alimentação excessiva de carnes, laticínios e vegetais. Possivelmente, os cristais em abundância são de íons:
  • A Cálcio.
  • B Fosfato.
  • C Ácido Úrico.
  • D Citrato.
A nefrolitíase é uma doença pouco prevalente na infância, sendo mais comum na adolescência. A tendência é o predomínio em meninos de raça branca, mas observa-se um aumento da incidência em meninas, na segunda década de vida. Sobre a nefrolitíase na infância, assinale a alternativa incorreta.
  • A Alguns dos casos de nefrolitíase em crianças, ocorrem devido a alterações anatômicas do trato urinário.
  • B A hipocitratúria em crianças ocorre devido a alcalose tubular renal distal.
  • C Entre as crianças, a nefrolitíase mais comum é a relacionada com hipercalciúria e hipocitratúria.
  • D O uso de salicilatos na infância, para tratar febre, pode causar hiperuricemia.