Questões de Qualidade de vida das populações humanas (Biologia)

Limpar Busca

O HIV pode ser transmitido por sangue, esperma e secreções vaginais contaminados, bem como de mãe para filho, por meio da placenta ou da amamentação. A transmissão por relações sexuais ocorre pelo intercâmbio de sangue entre os parceiros, uma vez que é comum o surgimento de microfissuras ou lacerações invisíveis, nos tecidos dos órgãos genitais, durante o ato sexual. São medidas de prevenção da infecção pelo HIV, exceto:

  • A Não compartilhar utensílios domésticos, toalhas, roupas de cama e banheiros com portadores do vírus.
  • B Uso de preservativos ("camisinhas") nas relações sexuais.
  • C Esterilização de materiais cirúrgicos e odontológicos, de agulhas e seringas ou, preferencialmente, utilização de agulhas e seringas descartáveis.
  • D Acompanhamento e controle, além de orientações e tratamento adequado às gestantes contaminadas pelo vírus.
  • E Nas transfusões sanguíneas, a qualidade do sangue doado deve ser conhecida, previamente, por intermédio de testes realizados pelos bancos de sangue e que são capazes de detectar sangues contaminados pelo HIV.

O Aedes aegypti é um mosquito escuro, pequeno e delgado, que possui hábitos diurnos e vive dentro ou nas proximidades das habitações humanas. Esse mosquito reproduz-se, em água parada, como lagos, e água contida em garrafas, vasos e pneus velhos jogados, em quintais, entre outros exemplos. Qual das doenças, abaixo, não está relacionada a esse vetor?

  • A Zika.
  • B Dengue.
  • C Malária.
  • D Febre Amarela.
  • E Chikungunya.

Assinale a alternativa correta sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

  • A As IST’s são sempre transmitidas por via sexual.
  • B A camisinha é eficiente na prevenção de todas as IST’s.
  • C A mãe pode transmitir uma IST ao seu filho durante um parto natural.
  • D A infecção pelo HPV, a Aids e a anemia são consideradas IST’s.
  • E Uma característica comuns das IST’s é que são caracterizadas por sempre apresentarem lesões.

“De acordo com Rossato, somente no mês de junho cinco focos de raiva foram abertos no Estado, incluindo os dois de Candelária e mais três em Pelotas. O índice, contudo, ainda está dentro do esperado para a época do ano. É normal esse ligeiro aumento de mordeduras e agressões de morcegos nesta época do ano devido à chegada do frio, afirma”. Trecho extraído da matéria “Descobertos dois focos de raiva em Candelária” de 26/06/2008.
Existem três espécies de morcegos hematófagos no Brasil, e apenas duas no Rio Grande do Sul, Desmodus rotundus e Diaemus youngii (UFRGS, 2020). Assinale a alternativa que contém o nome da família a que essas duas espécies pertencem.

  • A Molossidae.
  • B Noctilionidae.
  • C Phyllostomidae.
  • D Thyropteridae.
  • E Vespertilionidae.

Há alguns anos, houve suspeita de um caso de febre amarela no município de Candelária, mas, após exames, confirmou-se não se tratar da doença. Em outros municípios do Rio Grande do Sul, novos casos são notificados anualmente, mantendo alertas os órgãos de vigilância em saúde. Sobre a febre amarela, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A A doença ocorre em países das Américas do Sul e Central e África, sendo causada por um Flavivirus da Família Flaviviridae e inoculada por mosquitos infectados.
  • B Mosquitos dos gêneros Haemagogus, Sabathes e Aedes, especialmente Aedes aegypti, são vetores da doença no ciclo de transmissão selvagem, e Aedes aegypti é o único vetor no ciclo urbano.
  • C Fêmeas adultas de Aedes aegypti podem transmitir febre amarela e outras arboviroses como dengue, Zika e Chikungunya.
  • D No ciclo silvestre, os primatas não humanos são os principais hospedeiros e representam importantes sentinelas, pois ajudam a alertar sobre a circulação do vírus. Dessa forma, a eliminação desses animais não representa uma medida profilática.
  • E Dentre os primatas não humanos da América do Sul, o gênero Alouatta é o mais gravemente afetado pelo vírus da febre amarela.