Questões de Pronomes relativos (Português)

Limpar Busca

Tendo em vista a gramática normativa, assinale a alternativa em que a próclise é explicada pelo fato de o pronome oblíquo átono vir antecedido pelo pronome relativo, o qual funciona como palavra atrativa.

  • A “Dilma também já se esqueceu de muitas canetadas nessa roda-viva de Petrobras, Casa Civil, Presidência da República.” (Parágrafo 5º)
  • B “Não existe nem espaço para o crédito moral, quando se vê Lula, o fiador de Dilma, acuado por delações [...]” (Parágrafo 8º)
  • C “A origem da palavra não se sabe ao certo, mas há quem jure que seria uma contração da palavra ziquizira.” (Parágrafo 1º)
  • D Cada fala da presidente Dilma Rousseff sobre a zika vira uma festa para humoristas e um constrangimento para a maioria da população – não, claro, para os militantes dilmistas, que a perdoam sempre [...]” (Parágrafo 2º)

A expressão ‘em que’ (l.8) poderia ser substituída por onde, sem prejuízo da correção gramatical e do sentido original do texto.

  • Certo
  • Errado

A respeito de elementos coesivos presentes no texto, assinale a afirmativa INCORRETA.

  • A Em Como o ano só começa realmente depois do Carnaval, costumo aguardar até lá., a conjunção no início do período apresenta efeito de sentido de causa, podendo ser substituído por Porque.
  • B O pronome relativo em Há uma palavra que não me sai da cabeça: segurança. estabelece relação de sentido com o vocábulo palavra e pode ser substituído por a qual.
  • C Os conectores pois (linha 7), mas (linha 8) e porém (linha 11) imprimem efeito de sentido de explicação à oração à qual se ligam e podem ser substituídos por no entanto.
  • D Em Como o ano só começa realmente depois do Carnaval, costumo aguardar até lá. Mas aí já é tarde, os advérbios e retomam o sentido da expressão depois do Carnaval, estabelecendo referência anafórica.

A respeito de elementos coesivos presentes no texto, assinale a afirmativa INCORRETA.

  • A Em Como o ano só começa realmente depois do Carnaval, costumo aguardar até lá., a conjunção no início do período apresenta efeito de sentido de causa, podendo ser substituído por Porque.
  • B O pronome relativo em Há uma palavra que não me sai da cabeça: segurança. estabelece relação de sentido com o vocábulo palavra e pode ser substituído por a qual.
  • C Os conectores pois (linha 7), mas (linha 8) e porém (linha 11) imprimem efeito de sentido de explicação à oração à qual se ligam e podem ser substituídos por no entanto.
  • D Em Como o ano só começa realmente depois do Carnaval, costumo aguardar até lá. Mas aí já é tarde, os advérbios lá e aí retomam o sentido da expressão depois do Carnaval, estabelecendo referência anafórica.
Analise o trecho a seguir e assinale a alternativa INCORRETA quanto ao que se afirma sobre o termo em destaque em: “A vida em sociedade, que preza e respeita o bem-estar do outro, requer alguns comportamentos que estão associados à conduta ética de cada indivíduo.”.
  • A É uma conjunção que liga os itens da oração.
  • B É um pronome relativo.
  • C Tem a função de retomar o termo anterior.
  • D Introduz uma oração, nesse caso, com função de apresentar mais informações sobre o termo antecedente.
  • E É um dêitico, pois tem a função de fazer uma referência.