Questões de Produção Contínua (Contabilidade de Custos)

Limpar Busca

Determinada empresa industrial fabrica e vende dois produtos, A e B. O custo mensal com a mão de obra direta para o produto A é de R$250.000,00 e para o produto B de R$150.000,00. O salário dos supervisores da produção totaliza mensalmente o valor de R$80.000,00. Qual é o valor referente ao salário dos supervisores de produção que deve ser alocado, mensalmente, ao produto B?

  • A R$50.000,00.
  • B R$30.000,00.
  • C R$25.600,00.
  • D R$16.000,00.

Segundo Atkinson et al. (2011), quando se refere a custo como processo de mensuração de desempenho, o gerenciamento por meio de números apresenta alguns dos problemas seguintes.

I) Indica descaso.

II) É ineficaz.

III) Assume que o custo é a única medida relevante de desempenho de uma atividade.

IV) Cria falsas expectativas.

V) Não reconhece as razões para os custos em uma organização.

VI) É suscetível a engodos matemáticos.

VII) Não leva em consideração a discricionariedade.

A sequência CORRETA de problemas citados pelo autor, é:

  • A I, III, V.
  • B II, IV, VI, VII.
  • C I, II, IV.
  • D II, III, V.
  • E I, II, III, V, VII.

A apuração do custo de produção por ordem de serviço e por produção contínua apresentam pequenas variações no respectivo tratamento contábil.

Uma característica específica da produção contínua, na apuração do custo de produção, sob o enfoque contábil, é que o

  • A custo é avaliado à base do custo médio ponderado
  • B custo é acumulado numa conta específica para cada encomenda.
  • C custo indireto é alocado aos produtos sem passar pelos departamentos
  • D encerramento das contas ocorre quando os produtos são elaborados.
  • E valor dos custos é calculado unidade por unidade.

Identificando-se as operações e lançamentos por números, temos os seguintes dados:

1. Aquisição de matéria-prima por $ 300.000.
2. Requisição, pelo Departamento A, de $ 100.000 de matéria-prima; de $ 20.000 pelo Departamento B.
3. Mão-de-obra direta apropriada aos três departamentos.
4. Lançamento da folha no valor de $75.000.
5. Lançamento da provisão para excesso de custo de mão-de-obra, no valor de $5.000,00.
6. Custos indiretos apropriados, segundo uma taxa predeterminada, aos três departamentos.
7. Lançamento dos custos indiretos reais.
8. Transferência da produção do Departamento A para a B.
9. Transferência da produção do Departamento B para a C.
10. Transferência da produção terminada no Departamento C para o depósito de produtos acabados.
11. Venda de produtos que custaram $212.000.
12. Encerramento da conta "ControIe de Custos Indiretos de Fabricação".

Observe que as saídas remanescentes nas Contas Departamentais representam o estoque final de produtos em processo em cada departamento. Assim, o “Departamento A" tinha $ 2.000 em processo no início do período, alocou fatores ao custo de $160.000 e transferiu produção ao “Departamento B" no valor de $159.000. Logo, o máximo que poderia ter transferido seria $160.000 mais $2.000 = $162.000. Por ter transferido apenas $159.000, ficou com produção em andamento no valor de $3.000. Aplicando-se o mesmo raciocínio aos demais departamentos, os estoques finais de produtos em elaboração seriam, respectivamente, de: “Departamento B", $500; “Departamento C, $1.300".

Considerando-se as operações e lançamentos e a sumarizada apresentação em razonetes, assinale a alternativa que apresenta o ponto fundamental para o custeamento de empresas de produção por processo.
  • A Custeio direto.
  • B Custeio por absorção.
  • C Departamentalização de custos.
  • D Custeio por processo.

Assinale a alternativa que representa uma diferença entre o método de custeio por processo e o método de custeio por ordem de produção.

  • A O método de custeio por processo considera todos os custos de fabricação como custos dos produtos enquanto o método de custeio por ordem de produção considera apenas os custos variáveis como custos dos produtos.
  • B O método de custeio por processo analisa o comportamento dos custos por atividades, estabelecendo relações com o consumo, já o método de custeio por ordem de produção analisa o comportamento dos custos individualmente.
  • C O método de custeio por processo é geralmente utilizado na produção de produtos heterogêneos, enquanto o método por ordem de produção é geralmente utilizado na produção em massa.
  • D O método de custeio por processo acumula os custos por departamento, enquanto o método de custeio por ordem de produção acumula os custos individualmente.
  • E O método de custeio por processo calcula os custos unitários diretamente no controle de registro de custo, enquanto o método de custeio por ordem de produção calcula os custos unitários em um relatório de produção.