Questões de Petróleo, Gás Natural e Carvão, Madeira, Hulha, Biomassa, Biocombustíveis e Energia Nuclear (Química)

Limpar Busca

Com  relação  aos  processos  químicos  industriais  dos  fertilizantes, julgue o item. 


O fertilizante orgânico é um produto fundamentalmente  natural  ou  sintético,  fornecedor  de  nutrientes  de  plantas.  O  fertilizante  mineral  é  um  produto  obtido  a  partir  de matérias‐primas  de  origem industrial,  urbana  ou rural, vegetal ou animal. 

  • Certo
  • Errado

A gasolina Tipo C (comum), comercializada nos postos de combustíveis, deve conter, de acordo com as normas da ANP, um teor padronizado de 27% (volume/volume) de etanol, permitido por lei. Um teste de verificação foi realizado na seguinte sequência:
Adicionar 50,0 mL de gasolina a uma proveta de 100 mL com tampa esmerilhada; Adicionar, na mesma proveta, 50,0 mL da solução de cloreto de sódio 10% (massa/volume), recém preparada; Tampar a proveta e inverter 10 vezes a proveta e aguardar 10 minutos para realizar a leitura; Após os 10 minutos (tempo para a nítida separação entre as fases), registrar o volume da fase aquosa. O volume da fase aquosa, inicialmente 50,0 mL, sofre um aumento após a mistura com a fase orgânica.


Resultado: Após três determinações, o volume da fase aquosa aumentou de 50,0 mL para 64,0 mL, nas três determinações.


A porcentagem encontrada de etanol na gasolina foi:

  • A 23%
  • B 27%
  • C 22%
  • D 28%

Uma família de seis pessoas consome um botijão de 13 kg de GLP por mês (Gás Liquefeito de Petróleo, do qual o propano e o butano são os componentes principais). Supondo que todo o GLP presente no botijão é somente butano e está totalmente na forma líquida, a energia liberada, em quilojoules, na queima de todo o gás butano e a massa de CO2 liberada, em gramas, durante um mês são, respectiva e aproximadamente:
Reação de combustão completa do butano (não balanceada):
C4H10 (g) → CO2 (g) + H2O (I) ΔHcº = 2.808 kJ/mol
Dados: Massas Molares em g/mol: H =1; C =12; O = 16

  • A 2,2.105 e 5,7.104
  • B 12.105 e 8,0.104
  • C 36.106 e 2,3.105
  • D 6,3 .105 e 3,9.104

A gasolina obtida pelo fracionamento de petróleo contém, sobretudo, hidrocarbonetos de cadeia linear. Supondo que a gasolina possui como único componente o alcano octano, de fórmula C8H18, considere a equação não balanceada de combustão do octano:

Supondo que um carro de porte pequeno possua um tanque de combustível de 40 L, a quantidade de gás O2, em quilogramas, que necessita para queimar 40 L de C8H18, bem como a quantidade de CO2 produzida durante a queima, em quilogramas, serão, respectiva e aproximadamente:
Dados: Massas molares em g/L moL: H = 1; C = 12; O = 16; Densidade da gasolina durante a combustão: 0,692 g/cm3

  • A 194.245 e 170.940.
  • B 97.120 e 85.470.
  • C 194,24 e 170,94.
  • D 97,12 e 85,47.

Em agosto de 2019, foi noticiado pelos meios de comunicação um derramamento de óleo no litoral brasileiro, que se estendeu por mais de 2 mil quilômetros. Derramamentos de óleo diesel, por exemplo, podem ser contidos empregando-se um solidificante que possa emulsionar o óleo diesel e formar um gel. Um exemplo dessa substância é o manitol, cuja fórmula estrutural pode ser visualizada abaixo.

Observando a estrutura do manitol, percebe-se que essas moléculas têm facilidade de formar um gel com óleo diesel devido ao fato de

  • A possuírem cadeia totalmente apolar.
  • B serem anfifílicas.
  • C possuírem somente grupos polares.
  • D seus componentes serem inseparáveis após formação do gel.