Questões de Noções Gerais de Urbanização (Geografia)

Limpar Busca

Em lugares com alta densidade populacional, como a cidade de São Paulo, é cada vez mais raro encontrar áreas vazias e espaços verdes e a falta que fazem para o meio ambiente leva os interessados pelo tema a buscarem alternativas que visam suprir esta necessidade.
Qual das opções abaixo cita uma destas alternativas?

  • A A construção de estradas elevadas.
  • B Os terraços-jardins.
  • C A substituição de asfalto por estradas de terra.
  • D O corte de árvores antigas.

Assinale a opção correta, a respeito dos arranjos populacionais e das concentrações urbanas do Brasil.

  • A A concentração populacional em um ou mais municípios é característica do modelo territorial brasileiro adequado à realidade mundial, em que a presença crescente de atividades econômicas dinamiza a urbanização.
  • B O novo modelo de urbanização brasileira reconfigura as concentrações urbanas do Brasil, havendo a dispersão de empregos pelas periferias e o esvaziamento das áreas centrais tanto de atividades econômicas quanto de população.
  • C A região metropolitana de São Paulo é a maior concentração populacional do país e tem como elemento de atração a oferta de empregos em seu imenso parque industrial, com a indústria como principal gerador de empregos e impostos.
  • D Um arranjo populacional é o agrupamento de dois ou mais municípios mesmo que entre ele não haja uma forte integração populacional.
  • E Os arranjos populacionais apresentam espaços vazios ou com ocupação rarefeita entre os municípios integrantes, sendo a contiguidade da mancha urbanizada verificada apenas em regiões metropolitanas.

A distinção e a delimitação entre a cidade e o campo tornaram-se uma tarefa mais difícil a partir da acentuação das articulações entre esses espaços. Essa maior acentuação foi condicionada pela revolução técnico-científica, que intensificou os processos de urbanização e industrialização; promoveu o desenvolvimento do capitalismo no campo e a consequente modernização da agricultura.
Internet: >www.observatorium.ig.ufu.br> (com adaptações).
Os conceitos que melhor se aplicam às relações entre a cidade e o campo abordadas no texto são os de

  • A fragmentação e ruptura.
  • B crescimento e equidade.
  • C separação e desarticulação.
  • D complementaridade e interdependência.
  • E horizontalidade e verticalidade.

Quando pessoas de classes sociais de alto poder aquisitivo agrupam-se em condomínios fechados, normalmente distantes dos centros urbanos, nota-se que assim se configuram os enclaves urbanos, ou seja, quando dentro ou no entorno de seu território de atuação há a consolidação de territorialidades que se colocam à parte da vida urbana ao mesmo tempo em que utilizam serviços e equipamentos urbanos, de modo seletivo no tempo e no espaço, temos um usufruto sem o compromisso com a vida citadina.
Internet: <e-revista.unioste.br>(com adaptações).
Ao afirmar que o agrupamento urbano e seu usufruto ocorrem sem o compromisso com a devida vivência cotidiana, o texto remete ao conceito de

  • A autossegregação urbana.
  • B equidade social citadina.
  • C disparidade urbano-rural.
  • D hierarquia urbana.
  • E sítios urbanos.

O texto 12A1-I comenta a personalidade de um cientista e a forma dele de pesquisar, conhecer e pensar o planeta Terra. As plantas, por exemplo, segundo Humboldt, devem ser estudadas de acordo com sua classificação e segundo a localização e o clima do local onde nascem. De forma análoga, isso pode aplicar-se ao estudo das cidades. Nessa perspectiva, cidade é uma forma com que determinada sociedade produz suas condições de existência, pois

  • A a sociedade produz o seu espaço geográfico segundo a sua população, a sua cultura e o seu relevo.
  • B o relevo de uma cidade determina a sua forma, suas relações sociais e seu modo de vida.
  • C a cultura de uma sociedade, combinada aos fenômenos naturais, é a vida da cidade.
  • D a densidade populacional direciona a forma do crescimento da cidade e a sua cultura, além de modelar o relevo.
  • E a migração da população proveniente do campo faz a cidade expandir-se.