Questões de Motricidade Orofacial (Fonoaudiologia)

Limpar Busca

Em um dia de trabalho com pacientes especiais e adultos, um fonoaudiólogo resolveu aplicar a seguinte terapia: Com o paciente sentado em uma cadeira e ao lado do terapeuta forma-se uma concha com a mão, flexionam-se ligeiramente as articulações do dedo e traz o polegar para a mão. Coloca a mão sobre os lábios do paciente, seguraos em contato e cuida para que essa mão não atrapalhe a respiração pelo nariz. Faz-se uma pressão sobre os lábios e faces e produz-se um efeito de vácuo. Em seguida, faz-se uma vibração em sentido dorso-cranial. Essas vibrações são intercaladas com pequenas pausas. O terapeuta esperava como reação
I - o aumento da pressão intraoral. II - a diminuição da pressão intraoral. III - a protusão dos lábios. IV - a retração dos lábios. V - o aumento da tensão e do impulso com relaxamento final da língua.
De acordo com o caso acima, estão CORRETAS as assertivas:

  • A I, III e V, apenas.
  • B I, II e III, apenas.
  • C II, III e IV, apenas.
  • D III, IV e V, apenas.
  • E I, IV e V, apenas.

Ao observarmos pacientes queimados de face e pescoço, constatamos que a retração tecidual e mesmo a perda de tecido causam limitação das expressões e sensações transmitidas pela face, promovendo um aspecto mumificado, levando à redução das funções das estruturas anatômicas musculares desta região, influenciando, consequentemente, as atividades das funções do sistema estomatognático. A fonoaudiologia colabora, de forma reconhecida, promovendo o equilíbrio miofuncional e estomatognático na reabilitação dos pacientes queimados.
A contribuição da fonoaudiologia para esses casos tem como característica a abordagem na fase:

  • A ambulatorial, aplicada ao tecido tegumentar resultante da queimadura, reduzindo retração cicatricial.
  • B pós-cirúrgica, com mobilização do tecido superficial, utilizando lubrificantes nas fricções.
  • C de internação, direcionada para técnicas de massoterapia que objetivam alívio da dor.
  • D aguda, antes do término do processo de formação do tecido de granulação.
Sobre as Laringectomias quase-totais e a reabilitação fonoaudiológica, assinale a alternativa incorreta.
  • A Além da qualidade vocal monótona, tais pacientes podem ainda apresentar voz rouca, áspera, comprimida e tensa-estrangulada.
  • B O laringectomizado quase-total geralmente apresenta intensidade vocal aumentada e, portanto, o trabalho com sobrearticulação com esse paciente promove uma melhor precisão da articulação, contribuindo para uma melhor inteligibilidade de fala.
  • C Alguns pacientes podem apresentar certo grau de disfagia no pós-operatório recente, geralmente conseguindo adaptar-se rapidamente às mudanças anatomofisiológicas.
  • D A laringectomia quase-total é contraindicada para indivíduos que não tenham bom controle motor, como nos casos de Parkinson, pois a eficácia da voz também está relacionada à boa oclusão digital do traqueostoma.

São características de sujeitos com respiração oral, EXCETO

  • A palato ogival.
  • B estrutura facial alterada.
  • C língua pressionando o palato.
  • D boca constantemente aberta, com lábios ressecados.

Quanto aos Músculos da mandíbula, analise o conceito abaixo: “Função básica é rebaixar a mandíbula, mas também participam de outros movimentos mandibulares. A ação conjunta do pterigóideo lateral e os músculos supra-hióideos promovem o rebaixamento da mandíbula, enquanto a musculatura infra-hióidea estabiliza o osso hióide”.
Assinale a alternativa CORRETA:

  • A Músculo Pterigóideo lateral.
  • B Músculo Digástrico.
  • C Músculo Genihióideo.
  • D Músculo Milohióideo.
  • E Músculos Depressores.