Questões de Modelo de Crescimento de Solow (Economia)

Limpar Busca

Segundo a teoria do crescimento econômico,

  • A no modelo básico de Solow, a trajetória de crescimento de longo prazo é determinada pela igualdade entre a taxa de acumulação de capital e as taxas de crescimento populacional e de depreciação do estoque de capital.
  • B no modelo de crescimento endógeno de Paul Romer, a não rivalidade do bem conhecimento associada à inovação tecnológica produz retornos crescentes à escala, de forma que um aumento no investimento eleva a taxa de crescimento do produto per capita de longo prazo.
  • C o modelo básico de Solow presume a validade da lei de Say, de maneira que o investimento determina a poupança agregada, por meio da acumulação de capital.
  • D no modelo básico de Solow com progresso tecnológico, a taxa de crescimento de longo prazo da renda per capita pode ser permanentemente elevada por um aumento da taxa de investimento.
  • E no modelo básico de Solow, uma elevação na taxa de crescimento populacional implica uma elevação da taxa de crescimento per capita no estado estacionário.

O II Plano Nacional de Desenvolvimento (II PND), empreendido pelo governo Geisel,

  • A estimulou a substituição de importações nos setores de bens de consumo duráveis, os quais representavam expressiva parcela da pauta de importações nesse período.
  • B estimulou o crescimento do setor de bens de consumo não duráveis, complementando o processo iniciado pelo milagre econômico.
  • C visava à reestruturação industrial como forma de superar os estrangulamentos de cadeias produtivas e à redução da dependência estrutural externa da economia. O endividamento externo por parte de empresas estatais foi importante para equilibrar o balanço de pagamentos durante a expansão dos investimentos.
  • D foi responsável pela redução do endividamento externo no período que se seguiu ao aumento brusco do preço do petróleo, devido à ampla liquidez externa a custos de financiamento decrescentes.
  • E viabilizou atingir a meta de autossuficiência na produção de petróleo, resultante dos investimentos da Petrobrás e dos contratos de risco assinados com empresas de capital estrangeiro.

Teóricos neoclássicos do crescimento econômico argumentam que os principais fatores que determinam o padrão de crescimento das economias é a taxa de acumulação de capital e o progresso técnico.


Com relação aos modelos de crescimento neoclássicos, analise as proposições e assinale (V) para verdadeira e (F) para falsa.


( ) No modelo de Solow, (1956) a taxa de poupança era derivada de uma função de utilidade do consumidor, portanto endógena.

( ) Para Robert Solow, em seus artigos de 1956 e 1957, o progresso técnico da economia era um fator importante para explicar a trajetória de crescimento do produto per capita da economia.

( ) No modelo de crescimento econômico de Cass-Koopmans-Ramsey, a taxa de poupança era derivada de uma função de utilidade do consumidor, portanto exógena.

( ) O famoso resíduo de Solow foi estimado por Solow (1957) a partir de dados sobre produto, capital físico, capital humano e trabalho da economia dos EUA aplicados a uma função de produção agregada do tipo linear.

( ) Segundo Robert Solow (1956), uma trajetória de crescimento equilibrado depende, diretamente, das taxas de crescimento populacional, de poupança e de depreciação do capital físico.

Assinale a alternativa correta, de cima para baixo.

  • A F – F – V – F – F
  • B F – F – V – V – F
  • C F – V – F – F – F
  • D F – V – V – F – V
  • E V – F – F – F – V

A principal marca distintiva do modelo de crescimento econômico de Paul Romer, em relação ao de Robert Solow, é que no modelo de Romer

  • A o estoque de conhecimento opera sob retornos constantes de escala.
  • B o progresso tecnológico é endógeno.
  • C o progresso tecnológico é exógeno.
  • D a função agregada de produção opera sob retornos constantes de escala.
  • E as externalidades econômicas positivas são inexistentes.