Questões de Métodos Diretos e Indiretos de Avaliação do Estado Nutricional (Nutrição)

Limpar Busca

O documento BRASPEN Recomenda: Indicadores de Qualidade em Terapia Nutricional (2019) afirma que a triagem de risco nutricional (NRS, 2002), em pacientes hospitalizados, é feita pela aplicação de ferramentas específicas compostas por questionário que avalia estado nutricional atual e gravidade da doença, combinando algumas medidas, dentre elas,

  • A circunferência do braço.
  • B diâmetro sagital.
  • C força de preensão manual.
  • D ingestão alimentar na última semana anterior à admissão.
  • E compleição física.

A avaliação nutricional identifica os distúrbios nutricionais, para uma intervenção adequada na manutenção ou recuperação do estado de saúde do indivíduo. Assinale a opção que apresenta o método de avaliação nutricional que mede o tamanho corporal e suas proporções.

  • A Antropometria.
  • B Bioimpedância elétrica.
  • C Exame físico.
  • D Força de preensão manual.
  • E Índice creatinina-altura.

Assinale a alternativa que apresenta as medidas antropométricas utilizadas para se calcular a área muscular do braço.

  • A circunferência do braço e dobra cutânea tricipital
  • B circunferência do braço e dobra cutânea subescapular
  • C diâmetro do cotovelo e dobra cutânea bicipital
  • D diâmetro do cotovelo e circunferência do braço
  • E dobra cutânea subescapular e dobra cutânea tricipital

Para estimar requisitos energéticos, a taxa metabólica de repouso (TMR) ou gasto energético em repouso (GER) pode ser medida usando equações de predição estimadas ou usar um dispositivo portátil, ou aparelho de mensuração do consumo de O2, normalmente usados na fisiologia do exercício ou em ambientes de pesquisa para medir o consumo de oxigênio de uma pessoa a fim de determinar a TMR ou taxa metabólica basal (TMB). Essa técnica se refere à:

  • A Bioimpedância.
  • B Método duplamente indireto.
  • C Calorimetria indireta.
  • D DEXA.

Um dos métodos mais utilizados para a avaliação da composição corporal na prática clínica é a avaliação por bioimpedância elétrica. Este método de avaliação, baseia-se na condução de uma corrente de baixa intensidade pelo corpo do indivíduo. A massa magra conduz a eletricidade mais facilmente por possuir um elevado conteúdo de água, enquanto que a massa gorda oferece maior resistência por apresentar um baixo nível de hidratação, um método não invasivo, indolor, livre de radiação, rápido e seguro. Os aparelhos de bioimpedância podem ser classificados quanto ao tipo de frequência utilizada ou à região do corpo submetida ao exame, diante disso é correto afirmar que a avaliação regional pela bioimpedância é determinada utilizando-se:

  • A Quatro eletrodos – bioimpedânciômetro tetrapolar.
  • B Dois eletrodos – bioimpedânciômetro bipolar.
  • C Oito Eletrodos – bioimpedânciômetro octapolar.
  • D Absormetria de raios-x de dupla energia.