Questões de Medicina Veterinária Laboratorial (Veterinária)

Limpar Busca

O Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose animal, instituído pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em 2001, reconhece o teste do antígeno acidificado tamponado (AAT), o teste do 2- Mercaptoetanol (2-Me), o teste de fixação de complemento (FC) e o teste do anel em leite como testes oficiais para o diagnóstico sorológico da brucelose. Em relação a esses testes, considere as afirmativas a seguir.
I. O AAT é um teste de aglutinação considerado como teste de triagem do rebanho; é uma prova quantitativa, e sua leitura revela somente a ausência de anticorpos IgM. II. O teste do anel em leite pode ser aplicado em misturas de leite de vários animais; o antígeno é corado com Rosa de Bengala; a concentração celular do antígeno utilizado no Brasil, 8%, tornao de baixa sensibilidade. III. O teste do 2-Me é uma prova quantitativa indicativa de infecção crônica baseada na degradação de anticorpos IgM, sendo a interpretação dos resultados dada pela diferença entre os títulos dos soros sem tratamento (teste de soroaglutinação em tubos ou prova lenta) frente ao soro tratado com 2-Me. IV. No teste de FC, são detectados tanto IgG1 como IgM, mas o isotipo IgG1 é muito mais efetivo como fixador de complemento; os animais infectados permanecem com títulos de anticorpos fixadores de complemento mais elevados do que os detectados nas provas de aglutinação.
Assinale a alternativa correta:

  • A Somente as afirmativas I e II são corretas.
  • B Somente as afirmativas I e IV são corretas.
  • C Somente as afirmativas III e IV são corretas.
  • D Somente as afirmativas II, III e IV são corretas
Dentre os métodos de diagnóstico da Tuberculose Bovina, assinale a opção correta:
  • A Fêmeas submetidas a teste de diagnóstico de tuberculose no intervalo de quinze dias antes até quinze dias depois do parto ou aborto, cujos resultados sejam negativos, ficam liberadas para comercialização ou trânsito de qualquer finalidade;
  • B O médico veterinário habilitado deverá notificar os resultados positivos e inconclusivos em até 45 dias à unidade local do serviço veterinário estadual do município onde se encontra a propriedade atendida;
  • C É obrigatória a utilização de material próprio para tuberculinização, também aceito o uso de seringas de Insulina humana, seguindo as determinações do DAS;
  • D O Teste da Prega Caudal pode ser utilizado como teste de rotina na pecuária de leite;
  • E Os testes de rotina para o diagnóstico de tuberculose são o teste cervical simples, o teste da prega caudal e o teste cervical comparativo, sendo que o último também é utilizado como teste confirmatório;
Sobre o Método de Willis-Mollay na pesquisa de enteroparasitas assinale a alternativa CORRETA:
  • A Método qualitativo que permite a visualização da morfologia normal dos parasitas. É específico para a pesquisa de trofozoítos de Giardia spp. nas fezes, bem como de proglotes de Dipylidium caninum, ovos de Toxocara spp., Ancylostoma spp. e Trichuris vulpis e oocistos de coccídeos. É um procedimento eficaz apenas nas infestações maciças.
  • B Método qualitativo de concentração de ovos de helmintos como Ancylostoma spp., Trichuris vulpis, Toxocara spp., entre outros; e oocistos de coccídios, como Cystoisospora spp. Esse método utiliza o princípio da flutuação simples em solução hipersaturada de cloreto de sódio (NaCl) e baseia-se na propriedade de certos ovos de parasitas flutuarem na superfície de soluções de densidade elevada e de aderirem à lâmina de vidro.
  • C Método de Sheater (modificado) É um método qualitativo de concentração principalmente de oocistos de coccídeos, como Cystoisospora spp., Cryptosporidium spp. e cistos de Giardia spp. É um método que utiliza o princípio da centrífugo-flutuação em solução de sacarose com densidade 1.203, e baseia-se na propriedade de certos parasitas flutuarem na superfície de soluções inertes de peso específico mais elevado.
  • D É um método qualitativo de concentração de ovos de helmintos, como Ancylostoma spp., Toxocara spp., Trichuris vulpis, entre outros. Também podem ser identificados protozoários como Cystoisospopra spp. e cistos de Giardia spp. Esse método utiliza o princípio da centrífugosedimentação em formol-éter.

A maioria dos laboratórios não testa, rotineiramente, as amostras para E. coli O157:H7. Assim é importante que a amostra de fezes seja processada em:

  • A ágar SIM (sulfeto, indol e motilidade).
  • B ágar sorbitol-MacConkey (SMAC).
  • C ágar Mili.
  • D ágar EPM.
  • E caldo BHI.

O teste sorológico é o procedimento laboratorial mais utilizado para confirmar o diagnóstico clínico, determinar prevalência do rebanho e realizar estudos epidemiológicos. Os anticorpos leptospirais aparecem alguns dias após o início da doença e persistem por semanas ou meses e, em alguns casos, anos. Uma grande variedade de testes sorológicos mostra graus variados de especificidade de sorogrupos e sorovares. Dois testes têm um papel no diagnóstico veterinário. Assinale a alternativa que apresenta corretamente o teste que tem um papel no diagnóstico veterinário, em situações de rotina, pela Organização Mundial de Saúde Animal.

  • A Teste de Imunofluorescência Indireta.
  • B Imunodifusão em Ágar-gel (IDGA).
  • C Teste de Imunofluorescência Direta.
  • D Teste de Aglutinação Microscópica (MAT).
  • E Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR).