Questões de Manejo de Pragas e Patógenos (Agropecuária)

Limpar Busca

Em relação ao manejo do Bicho Mineiro no cafeeiro, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A No controle do bicho mineiro, além do monitoramento, devem ser considerados parâmetros como histórico dos talhões, regiões com maior índice de ataque, etc.
  • B O monitoramento da infestação do bicho mineiro em lavouras adultas é feito mediante amostragens a cada 30 dias, a partir do início do período úmido.
  • C É percebida através de lesões típicas, escurecidas, de contorno irregular e tamanho variável, na qual a epiderme da folha é facilmente removida.
  • D O controle químico deve ser iniciado quando for constatado o índice de 30% de folhas minadas.

É preciso mudar o manejo de nutrientes do sistema produtivo, do fluxo que passa pelo sistema, para um manejo baseado na reciclagem de nutrientes, com uma crescente dependência em relação a processos naturais.
Esse é um princípio norteador para qualquer produtor rural que queira iniciar o processo de

  • A plantio direto.
  • B transição agroecológica.
  • C manejo integrado de pragas.
  • D transferência tecnologia no campo.
  • E revolução verde.

Em uma propriedade rural, o ecossistema natural foi manejado de forma a aumentar a produtividade de um seleto grupo de produtores e consumidores, substituindo-se plantas e animais nativos por poucas espécies de interesse econômico.
Nesse caso hipotético, segundo a agroecologia, esse sistema passa a ser definido como

  • A agricultura regenerativa.
  • B agroecossistema.
  • C sistema orgânico de produção.
  • D integração lavoura-floresta.
  • E integração lavoura-pecuária.

O mandarová (Erinnyis ello) é a principal praga da cultura da mandioca atualmente, devido a sua ampla distribuição geográfica e alta capacidade de consumo foliar, podendo causar desfolhas severas, ocasionando até em morte das plantas mais jovens. Sobre os conhecimentos de controle dessa praga, assinale a alternativa INCORRETA.

  • A Recomenda-se a rotação de culturas, já que ao desaparecer o hospedeiro mais prolífero, diminui a população da praga
  • B O controle biológico pode ser feito com Baculovirus erinnyis, um vírus que ataca as lagartas. O controle deve ser feito quando forem encontradas de cinco a sete lagartas pequenas por planta
  • C O inseticida biológico seletivo à base de Bacillus subtilis é eficiente no controle desta praga, principalmente quando as lagartas estão entre o primeiro e segundo instares
  • D Não se recomenda aplicações de produtos químicos não-seletivos, porque o mandarová possui muitos inimigos naturais capazes de exercer um bom controle
  • E Podem ser utilizadas armadilhas luminosas para capturar adultos, o que não constitui propriamente um método de controle, mas permitem diminuir as populações

O Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal (PNCEBT), foi recentemente revisto pela Instrução Normativa SDA n° 10 de 03 de março de 2017. Este programa tem como finalidade reduzir a incidência dessas doenças em bovinos e bubalinos, visando sua erradicação.

Quanto às proposições a seguir sobre este assunto, julgue as corretas:


I - a brucelose é causada pela bactéria Brucella abortus, causando infertilidade e aborto no final da gestação;

II - é obrigatória a vacinação com a vacina B19 de todas as fêmeas das espécies bovina e bubalina, de 8 a 15 meses;

III - fêmeas que foram submetidas a testes sorológicos de diagnóstico de brucelose no intervalo de quinze dias antes até quinze dias depois do parto ou aborto, cujos resultados sejam negativos, deverão ser testadas novamente entre trinta a sessenta dias após o parto ou aborto;

IV - para o diagnóstico da tuberculose, serão utilizados testes alérgicos de tuberculinização intradérmica individualmente, em animais com idade igual ou superior a seis semanas;

V - animais com diagnóstico confirmado para brucelose deverão ser isolados do rebanho, afastados da produção leiteira e abatidos no prazo máximo de trinta dias após o diagnóstico.

  • A I, II, IV e V.
  • B Apenas a III.
  • C I, II e III.
  • D II e IV.
  • E I, III, IV e V.