Questões de ISAAR (CPF) (Arquivologia)

Limpar Busca

Além da NOBRADE, há uma série de normas internacionais de descrição arquivística produzidas pelo Conselho Internacional de Arquivos que auxiliam no acesso aos documentos arquivísticos. Em relação a essas normas internacionais, analise as assertivas abaixo:

( ) A ISAAR (CPF) é uma norma internacional de descrição arquivística que tem como objetivo a normalização de descrições de instituições com acervos arquivísticos, permitindo o fornecimento de orientação prática na identificação e contato com instituições com acervos arquivísticos, bem como a elaboração de diretórios de instituições com acervos arquivísticos e/ou lista de autoridades.
( ) Segundo a ISDIAH, a descrição de funções exerce um papel vital na identificação do valor dos documentos, contribuindo para a destinação dos documentos aos arquivos permanentes.
) A ISAD(G) é uma norma internacional que contém regras para a descrição arquivística que podem ser aplicadas independentemente da forma ou do suporte dos documentos.
( ) Segundo a ISDF, as funções são reconhecidas, geralmente, como mais instáveis que as estruturas, por isso devem ser evitadas como base para o arranjo, a classificação e descrição de documentos.

A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

  • A V – V – F – F.
  • B V – F – F – F.
  • C F – F – V – V.
  • D F – F – V – F.
  • E V – V – V – V.

Assinale a alternativa correta em relação às normas de descrição arquivística.

  • A Segundo a ISDIAH, a descrição de uma instituição com acervo arquivístico, o tipo e o acesso serão determinados pela natureza da instituição descrita e pelo uso pretendido da descrição em um sistema ou rede de informação específico.
  • B A ISAD(G) compreende que as regras gerais para a descrição arquivística fazem parte de um processo que visa a classificação, avaliação e destinação de documentos arquivísticos (eliminação ou recolhimento para guarda permanente).
  • C A ISAAR (CPF) apoia o compartilhamento de registros de autoridade arquivística ao promover a preparação de descrições voláteis e flexíveis, que são apropriadas às mudanças decorridas da evolução das funções de uma determinada organização.
  • D Segundo o Conselho Internacional de Arquivologia (CIA), a ISDF dispõe somente sobre parte das condições necessárias para apoiar o intercâmbio de informação a respeito de funções.
  • E Segundo a ISAD(G), uma norma descrição arquivística não pode incorporar mais elementos de informação do que os essenciais, causando instabilidade no instrumento.

Em relação às normas de descrição arquivística, analise as assertivas abaixo e assinale V, se verdadeiras, ou F, se falsas.

) A NOBRADE prevê a existência de 10 (dez) áreas, compreendendo 32 elementos de descrição, tais como: Área de identificação; Área de concentração; Área de serviços; Área de acesso e uso; Área de referências; Área de notas; Área de controle de descrição; Área e pontos de acesso de descrição de assuntos; Área de segurança; Área de relacionamentos.
( ) Segundo a ISDIAH, um produtor é qualquer entidade, seja coletiva, família ou pessoa, que produziu, acumulou e/ou manteve documentos arquivísticos no curso de sua atividade pessoal ou corporativa.
( ) Registro de autoridade arquivística, segundo a ISAAR, é a forma autorizada do nome combinada com dados fornecidos pela instituição arquivística nacional.
( ) Uma instituição com acervo arquivístico, segundo a ISDIAH, é toda organização que realiza a gestão documental do material arquivístico, sem necessariamente realizar a preservação e conservação documental.

A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

  • A F – V – F – F.
  • B V – V – F – V.
  • C V – F – V – V.
  • D F – F – F – V.
  • E V – V – V – F.

A respeito das normas nacionais e internacionais de arquivo, julgue o item subsequente.


No nível de descrição denominada fundo, o título deve ter o nome do produtor.

  • Certo
  • Errado

De acordo com a Norma Internacional de Registro de Autoridade Arquivística para Entidades Coletivas, Pessoas e Famílias (ISAAR-CPF), o objetivo do campo “formas normalizadas do nome de acordo com outras regras” pode

  • A indicar as variadas maneiras nas quais a forma autorizada do nome ocorre em outro(s) idioma(s) ou forma(s) de escrita.
  • B indicar qualquer (quaisquer) outro(s) nome(s) para a entidade coletiva, pessoa ou família não usado(s) em nenhum outro lugar da Área de Identificação.
  • C criar um ponto de acesso autorizado que identifique especificamente uma entidade coletiva, pessoa ou família.
  • D facilitar o compartilhamento de registros de autoridade entre diferentes comunidades profissionais.
  • E indicar se a entidade que está sendo descrita é uma entidade coletiva, pessoa ou família.