Questões de Influenza e Influenza H1N1 (Enfermagem)

Limpar Busca

Na doença X, os vírus do tipo B possuem como reservatórios exclusivos os humanos, os do tipo C, tem como reservatórios os humanos e suínos, os do tipo A, possuem como reservatórios os humanos, suínos, cavalos, mamíferos marinhos e aves. A doença X se refere à:

  • A Tuberculose.
  • B Influenza.
  • C Malária.
  • D Poliomielite.
  • E Hepatite.

A vacina da Influenza (gripe) produzida para 2019 teve mudança em duas das três cepas que compõem a vacina, e protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS: A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09; A/Switzerland/8060/2017 (H3N2); B/Colorado/06/ 2017 (linhagem B/Victoria/2/87). Assinale a alternativa INCORRETA:

  • A A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença.
  • B Como o organismo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a gripe após a vacinação, o ideal é realizar a imunização antes do início do inverno, que começa em junho.
  • C Crianças menores de seis meses e pessoas com alergia severa a ovo são contraindicadas para se vacinarem contra a influenza.
  • D A vacina contra gripe está na rotina do Calendário Nacional de Saúde.
O vírus influenza, pertencente à família Ortomixiviridae, possui RNA de hélice única e se subdivide em três tipos antigenicamente distintos: A, B e C. O vírus tipo A é mais suscetível às variações antigênicas e, periodicamente, sofre alterações em sua estrutura genômica, o que contribui para a existência de diversos subtipos. São responsáveis pela ocorrência da maioria das epidemias de influenza e classificados de acordo com os tipos de proteínas que se localizam em sua superfície, chamadas de hemaglutinina (H) e neuraminidase (N). São considerados os principais reservatórios do vírus influenza, EXCETO:
  • A Aves.
  • B Suínos.
  • C Répteis.
  • D Homem.
A imunidade aos vírus influenza é adquirida a partir da infecção natural ou pela vacinação, sendo que esta garante imunidade apenas em relação aos vírus homólogos da sua composição. Em geral, o seu período de incubação é de:
  • A 1 ano.
  • B 10 dias.
  • C 20 dias.
  • D 1 a 4 dias.

Associe as colunas, relacionando corretamente a manifestação, de acordo com sua localização, à sua respectiva característica, considerando a vigilância dos eventos adversos pós-vacinação referentes à vacina influenza.

Manifestações

(1) Locais

(2) Sistêmicas

(3) Neurológicas


Características

( ) Síndrome de Guillain-Barré (SGB), na qual os sintomas aparecem entre 7 e 21 dias, no máximo até 42 dias (6 semanas) após a exposição ao possível agente.

( ) Dor e sensibilidade no local da injeção, eritema e endurecimento, sendo consideradas manifestações benignas e geralmente resolvidas em 48 horas, com recuperação espontânea.

( ) Febre, mal-estar e mialgia que se iniciam entre 6 e 12 horas após a vacinação e persistem por 1 a 2 dias, sendo mais frequentes em pessoas que não tiveram contato anterior com os antígenos da vacina, como, por exemplo, as crianças.

A sequência correta dessa associação é

  • A 3, 1, 2.
  • B 3, 2, 1.
  • C 1, 3, 2.
  • D 2, 1, 3.