Questões de Índice de Desenvolvimento Humano (Economia) Página 1

Indicadores como o índice de desenvolvimento humano (IDH), calculado a partir da média geométrica de indicadores como expectativa de vida ao nascer, anos médios de estudo, anos esperados de escolaridade e produto interno bruto per capita, são considerados indicadores

  • A sintéticos.
  • B de insumo.
  • C de processo.
  • D subjetivos.
  • E analíticos.

A respeito dos principais indicadores do desenvolvimento brasileiro, julgue o item seguinte.



No período de 2001 a 2012, o índice de Gini cresceu em todas as regiões do Brasil.
  • Certo
  • Errado

Relacione os regimes previdenciários listados a seguir à descrição correta de seu momento ou de suas perspectivas.
1. RGPS urbano 2. RGPS rural 3. RPPS federal
( ) Apresenta elevado déficit, que tende a ser amenizado ao longo dos anos com a introdução do regime complementar, possibilitando migração dos contribuintes do regime antigo e sendo compulsório para os novos contribuintes. ( ) Permite a aposentadoria por idade, mesmo que não tenha contribuído ao longo do ciclo de trabalho. ( ) Sofreu diversas reformas ao longo dos anos, como a introdução do fator previdenciário que limita o benefício para aposentadorias precoces.
Assinale a opção que mostra a relação correta, segundo a ordem apresentada.

  • A 1, 2 e 3.
  • B 1, 3 e 2.
  • C 2, 1 e 3.
  • D 2, 3 e 1.
  • E 3, 2 e 1.

De acordo com os últimos dados sobre mobilidade de educação e renda no Brasil (IBGE, 2016), a renda dos filhos ainda depende fortemente da educação dos pais. Por exemplo, a percentagem de filhos de analfabetos que ganham mais do que 5 salários mínimos é de apenas 3%, ao passo que entre os filhos de universitários esse percentual atinge 46%.

Esses dados indicam que:

  • A a despeito das melhorias apresentadas nas últimas décadas, há ainda muito o que avançar na direção de uma sociedade justa;
  • B ter pais analfabetos determina a condição social dos filhos;
  • C ter pais com grau universitário determina a condição social dos filhos;
  • D a educação dos pais possui baixa correlação com a posição social dos filhos;
  • E a educação dos pais determina a condição social dos filhos.

A respeito do bem-estar econômico, considere:


I. Amplamente relacionado à forma com que os indivíduos valorizam as temáticas humanas, sociais e econômicas, o bem-estar pode ser vislumbrado sob diferentes aspectos, no entanto, todos intimamente atrelados entre si. Uma das formas de se observar o bem-estar é através da dimensão econômica, cujo enfoque é direcionado aos elementos que proporcionam maior nível de comodidade econômica e satisfação individual ou coletiva.

II. O PIB per capita ganhou o status de indicador de bem-estar econômico a partir da década de 1950, sobretudo devido às seguintes vantagens: ser facilmente calculado através de base de dados disponíveis na maior parte dos países; permitir a comparabilidade entre estes; incluir em sua extensão variáveis que captam a distribuição de renda, a expectativa de vida, o nível de gastos desagregados, o estoque de recursos naturais, o nível de desemprego, o estoque de capital humano, entre outras características que são de extrema importância à mensuração do nível de bem-estar econômico de uma sociedade.

III. O Índice de Desenvolvimento Humano − IDH, elaborado por Amartya Sen e Mahbub ul Haq, nos anos 1970, busca refletir outros aspectos, que não os estritamente econômicos, em sua composição.

IV. O bem-estar econômico depende de uma ampla gama de variáveis, as quais podem ser agrupadas em quatro dimensões: fluxos de consumo pessoal; estoques de riqueza; distribuição de renda; e seguridade econômica.

V. A necessidade de se conhecer o nível de bem-estar de uma sociedade, assim como mensurar os resultados de uma política focalizada, fez com que surgissem e fossem disseminados diversos instrumentos estatísticos de medição, os chamados “indicadores econômicos e sociais”.


Está correto o que se afirma APENAS em

  • A I, II, III e IV.
  • B I, IV e V.
  • C I, III, IV e V.
  • D II e V.
  • E II, III e IV.