Questões de Inclusão/exclusão digital (Administração Pública)

Limpar Busca

As atuais tendências para alterar a forma de atuação da gestão governamental em relação à governança das políticas públicas incluem

I a condução dos assuntos de governo por atores do mercado e da sociedade civil organizada em conjunto com a burocracia estatal.

II a microgestão integrada entre os diversos atores formadores de políticas públicas por meio de inteligência artificial, com centralização do processo decisório modelado em uma estrutura inovadora de interação entre Estado e partes interessadas (stakeholders).

III a crescente tendência de estruturação de arranjos entre múltiplos órgãos estatais, o que envolve, muitas vezes, múltiplos níveis de governo para conduzir políticas públicas e prestação de serviços de forma integrada.

IV os recentes avanços tecnológicos que deram origem à revolução digital e que, ao reduzirem custos de transação e criarem inovadoras alternativas de interação, capacitaram a formação de parcerias e a colaboração em tempo real entre diferentes organizações.

Estão certos apenas os itens

  • A I e II
  • B I e III.
  • C II e IV.
  • D I, III e IV.
  • E II, III e IV.

Ocasionalmente em uma instituição, a informação de documentos originais é migrada para outro tipo de suporte.

Este procedimento é conhecido como:

  • A Pesquisa.
  • B Protocolo.
  • C Conciliação.
  • D Atualização de arquivo.
  • E Revalidação de dados.

Pode-se esperar que bons serviços públicos possibilitem a melhoria da qualidade de vida das pessoas e sejam sustentáveis. Essa promoção de bem-estar coletivo deve ser a missão da administração pública, e isso deve ser buscado tanto em termos econômicos, como sociais e ambientais. Um elemento chave para a interação com o cidadão é o governo eletrônico, que é um instrumento facilitador do controle civil sobre ações da administração pública e de atos de seus gestores, sejam políticos ou administradores. Outros benefícios gerados pelo governo eletrônico são:

  • A disponibilidade de atendimento on-line e de uso de comunicação instantânea (chats) para atender questões dos cidadãos em quaisquer órgãos e esferas.
  • B inclusão digital, já que legalmente os órgãos públicos federais possuem equipamentos informáticos e acessórios para atender necessidades de seus cidadãos.
  • C melhor acompanhamento de performance profissional, visto que o uso de câmeras de vídeo aliada à informática, permite acompanhar o trabalho de servidores.
  • D facilidade no acesso de informações e ampliação de canal de comunicação via internet.
  • E realização de todo tipo de compras de produtos e serviços, por meio de mecanismo de licitação, o pregão eletrônico.

O e-gov, enquanto uma modalidade de ação governamental, é

  • A um instrumento exclusivo dos poderes executivos em qualquer esfera pública.
  • B uma ferramenta de TI - Tecnologia de Informação - que tem como demanda central a troca de informações internas, no âmbito da administração pública.
  • C uma ação governamental que permite acesso a qualquer cidadão e a troca de informações entre Estado e fornecedores.
  • D um programa governamental que se materializa por meio de portais de acesso de órgãos do governo federal.
  • E um instrumento de ação que auxilia a inclusão digital de cidadãos, sendo um programa de fomento exclusivo da indústria tecnológica e de modernização da educação.

Com relação ao Governo Eletrônico, assinale a afirmativa incorreta.

  • A As ações do programa de Governo Eletrônico priorizam o uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC's) para democratizar o acesso à informação, visando ampliar o debate e a participação popular na construção das políticas públicas, como também aprimorar a qualidade dos serviços e informações públicas prestadas
  • B A política de Governo Eletrônico do Estado brasileiro segue um conjunto de diretrizes baseado em três ideias fundamentais: participação cidadã, melhoria do gerenciamento interno do Estado e integração com parceiros e fornecedores.
  • C O uso do Software Livre não deve ser entendido como um recurso estratégico para a implementação do Governo Eletrônico, mas como opção tecnológica acessória, a ser usada quando as demais opções estão indisponíveis ou são extremamente caras
  • D A gestão do conhecimento é um instrumento estratégico de articulação e gestão das políticas públicas do Governo Eletrônico
  • E A Inclusão Digital deve ser tratada como um elemento constituinte da política de Governo Eletrônico, sendo dela indissociável.